estante-em-formato-circular-cheia-de-livros

Como vender livros independentes em grandes livrarias?

Você sabe com quais livrarias você, autor independente, pode contar para revender o seu livro?

Dentre todas as dificuldades que autores independentes sempre enfrentaram para consolidar as suas carreiras, a maior provavelmente é a distribuição.

Claro: há inúmeros fatores fundamentais para ter um livro publicado e fazendo sucesso, entre eles:

Mas sejamos francos: de nada adianta ter um produto final belíssimo, tecnicamente perfeito, se nenhum consumidor consegue comprá-lo? E é aqui que entra a questão da distribuição!

Para descomplicar esse tema, preparamos um artigo com tudo o que você precisa saber para revender sua obra em grandes livrarias. Confira!

1. É necessário registrar o ISBN?

Se você ainda tem dúvidas quanto a necessidade de registrar ou não sua obra, aqui temos o primeiro ponto crucial para a tomada de decisão: todo livro precisa do registro para ser revendido em grandes livrarias. Simples assim.

Mas, caso você esteja começando sua pesquisa agora, cabe esclarecermos o que significa ISBN. Vamos lá?

ISBN é o CPF do livro. Você até conseguirá revender a sua obra sem esse registro, mas apenas aqui no Clube de Autores e em outras lojas de e-books. Porém, sabemos que para alcançar o público em larga escala, a versão impressa e a presença em diversos e-commerces e livrarias físicas faz toda a diferença. Ou seja: se você planeja distribuir sua obra em outros lugares, o ISBN é indispensável.

Aliás, o processo de registro é super fácil, rápido e barato. Para saber mais sobre isso, confira o passo a passo para tirar o ISBN.

Resumindo: antes de qualquer coisa, certifique-se de que você tem ISBN registrado e válido. E não adianta tentar dar uma de esperto e copiar um ISBN de outro livro ou inventar um número: a possibilidade de você ser pego ter o seu livro banido em definitivo das livrarias é grande!

2. Vale a pena abordar livrarias diretamente?

Há dois caminhos aqui: peregrinar de livraria a livraria, fisicamente, buscando um contrato de revenda do seu livro, ou fazer tudo de maneira automatizada.

Os dois são viáveis, mas o primeiro é muito, muito mais complicado. Entenda:

A grande maioria das livrarias vive com mão de obra extremamente enxuta e atuando sob um modelo de negócio pautado em grandes negociações com médias e grandes editoras. A possibilidade de você sequer conseguir uma reunião com alguém que tenha o poder de comprar o seu livro é mínima. E, mesmo que você consiga, a possibilidade dessa reunião não dar em nada, de nenhum contrato ser sequer enviado para se iniciar uma negociação, é maior ainda.

Para piorar, você deverá fazer um acordo com diversas livrarias para isso ter sentido – e controlar o seu próprio estoque, pois as que toparem revender o seu livro exigirão tê-lo em consignação.

Ou seja: muita burocracia, muito investimento de tempo e esforço – o que torna o processo inviável, principalmente se você não conta com o privilégio de ser um autor em tempo integral e precisa trabalhar 8h por dia em outro lugar para garantir sua renda mensal.

A outra opção é escolher uma plataforma de autopublicação e gerencialmento de livros como o Clube de Autores :)

3. Distribuição automatizada de livros

Todo o processo do Clube de Autores é bem simples: você publica seu livro gratuitamente, autoriza a revenda da obra em livrarias parceiras (basta selecionar essa opção na hora do catastro) e pronto: seu livro irá para as principais livrarias do país. Legal, né?

Além de encurtar (e muito!) as etapas, você poderá acompanhar todas as vendas diretamente pelo site do Clube, na sua área de vendas/direitos autorais. A cada livro vendido, o equivalente a 20% é seu! Tudo isso sem ter que investir nenhum centavo com impressão, gerenciamento da plataforma ou envio dos livros.

No mais, toda a burocracia, tanto envolvendo negociações quanto cobranças, será administrada por nós.

Quais livrarias revendem autores independentes via Clube?

Aqui também cabe uma observação importantíssima: os livros do Clube são vendidos dinamicamente apenas nos e-commerces das livrarias parceiras. Como, afinal, nós só imprimimos depois da venda ter sido feita (que é o que viabiliza que você não precise pagar nada pela publicação), não há como entregar exemplares para disponibilização em lojas físicas – a não ser que a livraria compre um pequeno estoque, o que é bastante comum :)

Atualmente, as livrarias que revendem os livros publicados no Clube de Autores são:

  • Livraria Cultura;
  • Amazon;
  • Estante Virtual;
  • Americanas.com;
  • Submarino;
  • Mercado Livre.

Quais vendem mais? Depende do livro. Há casos de sucesso estrondoso na Cultura, outros na Amazon, outros ainda na Estante e assim por diante. Nossa maior recomendação, portanto, a todos os autores, é estar em todas.

Vale também repetir: os livros só vão para essas livrarias se tiverem ISBN válido!

Os livros do Clube vão para lojas físicas em algum momento?

Sim, vão – mas isso depende muito mais das livrarias. Vamos a um exemplo prático: suponha que seu livro esteja no comércio eletrônico da Livraria Cultura e que comece a vender bem por lá.

O que a própria Cultura faz? Ela adquire livros em maior quantidade e, por conta própria, uma vez que detectou potencial, revende em lojas próprias.

Já tivemos casos de livros do Clube expostos até em vitrines, em pilhas com destaque nas entradas das lojas etc. Ou seja: nem todos conseguirão estar nas lojas físicas – mas a melhor chance de você conseguir isso é, sem dúvidas, seguindo o processo e fazendo a sua distribuição por aqui.

E como funciona a revenda em livrarias virtuais?

Hoje, as principais livraras virtuais trabalham conosco, incluindo Apple, GooglePlay, Amazon Kindle e Kobo.

Aqui, no entanto, há outras regras importantes. Apesar do ISBN não ser uma exigência em nenhuma delas, apenas o GooglePlay aceita arquivos em formato PDF. As demais lojas trabalham apenas com ePub, um formato específico de livros eletrônicos.

Leita também: Como publicar e-books em formatos adequados?

E agora? O que você deve fazer?

Publicar no Clube de Autores, claro! Afinal, é a única plataforma que permite que você esteja em todas as principais livrarias do país :)

Ah! E se você precisar de uma mãozinha ao longo do processo, conte conosco! Aqui no blog, há centenas de conteúdos informativos para guiá-lo durante a escrita, diagramação e finalização da obra, incluindo o pós-publicação. Confira alguns deles abaixo:

*Post publicado inicialmente em outubro de 2020 e atualizado em 2021.

Assine a Nossa Newsletter

Paulo Santos

Diretor de Operações do Clube de Autores. Sou advogado por formação e administrador por amor. Gosto de ler de bula de remédio a outdoors, incluindo eventualmente livros. livros e livros.

15 comentários em “Como vender livros independentes em grandes livrarias?

  1. Eu tenho meu livro publicado através do Clube de Autores. Como faço para tê-lo disponível na Amazon e etc? Ah! Em tempo, tenho o ISBN

  2. Há alguma mudança em relação às livrarias parceiras? Eu tenho livros cadastrados no Clube de Autores desde janeiro, todos eles estão a venda na Amazon, Americanas, Estante Virtual, etc, mas eles nunca apareceram para venda na Livraria Cultura e no Mercado Livre.
    Alguém sabe me dizer por que?

    1. Oi, Artur. Tudo bem?
      Devido a problemas financeiros envolvendo pagamentos, a disponibilização de livros para venda na Livraria Cultura está suspensa, por tempo indeterminado :(

  3. Publiquei recentemente meu livro por uma editora também no sistema de demanda, mas lá não existe as livrarias parceiras. Gostaria de saber se existe um meio para publicar com vocês. Nessa editora não há clausula de exclusividade no contrato.

    1. Oi, Julia. Tudo bem?
      O preco de venda de todos os livros do nosso site é o resultado da soma do preço mínimo pelo qual podemos vender o livro de acordo com suas características (tamanho, tipo de papel, cor da impressão, tipo de capa) + o valor que o autor informar que deseja receber por exemplar vendido a título de direitos autorais! :)

  4. Não entendi sobre os custos de impressão (pergunta da colega acima).

    Nós não arcamos com o custo de impressão, é isto?

    Recebemos 20% da venda do livro, vocês ficam por conta das impressões e distribuição nos ecomerces?

    Por exemplo, se meu livro custa 100 reais, vocês imprimem a quantidade vendida, enviam para a livraria (o frete é por conta de quem?!) e nos repassam 20 reais?

    1. Olá, Alessandra!

      Exato, o autor não arca com os curtos de impressão.
      O valor referente aos direitos autorais pelas vendas realizadas em sites e livrarias parceiras é 20% do preço de venda. A impressão e distribuição nesses parceiros é responsabilidade do Clube de Autores.

      No caso de um livro no valor de R$ 100, o autor receberá exatos 20% e o frete é por conta do comprador! :)

  5. Quando se diz que o autor receberá o equivalente a 20% do preço de capa, como ficaria a parte dos custos da impressão?

    1. Oi, Edileuza!
      Os custos de impressão permanecem os mesmos. Estabelecer 20% o valor dos direitos autorais para vendas através parceiros é a forma de viabilizar financeiramente essas vendas. Vale lembrar que esse valor é mais do que o dobro da prática adotada pelas editoras! :)

      Qualquer outra dúvida, estamos à disposição.

  6. Ótimo texto, porém senti falta do conteúdo que o título da a entender que abordará. Em nenhum momento o texto responde à pergunta, é apenas uma “isca”.

Deixe uma resposta para Edileuza Lima Ferraz Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *