Livro do Clube participa de projeto de financiamento colaborativo

Se tem uma coisa que autores do mundo todo concordam é que a divulgação é uma das chaves do sucesso de suas obras.

Na maior parte dos casos, essa divulgação é feita de forma guerilheira, sem verba alguma e com base principalmente nas redes de relacionamento dos autores. Não há nada de errado com isso – verdade seja dita, casos concretos comprovam que resultados brilhantes podem ser alcançados assim.

Mas já imaginou se, além dessa rede, você tivesse uma verba de R$ 10 mil para se divulgar? Usando a Web, o autor Pablo Vallejos está participando de um projeto colaborativo de arrecadação de fundos para a sua obra, Como Seria Recomeçar, a ser publicada aqui no Clube.

A ideia é simples: todo mundo que quiser apoiar pode entrar em um site específico e ajudar a financiar uma parte em valores a partir de R$ 10,00. No processo, o doador pode inclusive exigir uma contrapartida (como receber um exemplar personalizado ou ter a sua história como parte do livro).

Isso feito, o montante fica contabilizado até janeiro de 2012, quando termina o período.

Se, até lá, o livro não arrecadar R$ 10 mil (que é a meta estabelecida), você recebe o valor doado de volta integralmente.

Na prática, o que o “investidor” estará fazendo é apoiar uma história com a qual se identifique, ajudando-a a ter mais visibilidade. Tudo, claro, via Web e com a mais completa segurança.

Gostou? Então acesse a página da campanha clicando aqui ou indo diretamente ao link http://catarse.me/pt/projects/442-como-seria-recomecar

Veja também um vídeo criado pelo Pablo abaixo!

Como Seria Recomeçar - O Projeto from Como Seria Recomeçar on Vimeo.

11 comentários em “Livro do Clube participa de projeto de financiamento colaborativo

    1. Marcelo, aciona diretamente o [email protected] – eles te ajudarão com isso. Para facilitar, pedimos apenas que descreva para eles em mais detalhes o que está ocorrendo (incluindo a mensagem de erro que aparece e a tela a partir da qual não consegue avançar). Com isso, o time de atendimento conseguirá entender melhor o problema e te ajudar de forma mais efetiva.

  1. Olá!

    Puxa, fico bastante agradecido pela postagem e contente pela parceria estabelecida. Curti o espaço destinado à explicação sobre essa processo de levantamento de fundos. Certamente, a ideia não é nova. Mas talvez seja curioso aplicar essa metodologia na literatura – que é a minha tentativa.

    Colaboração, acima de tudo. Tanto no financiamento, quanto na participação do conteúdo do livro.

    Grande abs!!!

  2. A ideia não é nova. Lembro de quando José Mojica Marin tentou levantar fundos para a produção d eum filme utilizando o mesmo critério. Depois, havia gastado o fundo e ficou devendo aos “investidores”. O certo seria criar um título específico para investidor em cultura alternativa com abatimento em IPVA, IPTU ou no IR. Aliás, vou mandar a ideia aos políticos daqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *