Histórias, afinal, sempre nascem de opiniões

A Internet sempre tem dessas coisas incríveis, desses projetos que surgem do vento e prometem fazer história.

No ano passado vivemos, aqui no Brasil, um dos capítulos que reputo como dos mais emblemáticos da nossa história recente: a briga eleitoral. E a palavra certa é essa mesmo: briga. 

A população se dividiu em facções cuspindo mais insultos que argumentos, amizades se desfizeram, cisões nos separaram. E tudo por que? Porque temos uma dificuldade imensa em ouvir a opinião alheia. 

E digo ouvir mesmo – o que não significa concordar. Como podemos formar a nossa própria opinião, sobre o que quer que seja, sem escutar todos os lados? 

E, considerando que opinião é – na minha opinião – a base para qualquer narrativa, decidimos divulgar um projeto que tem tudo a ver com o fortalecimento dessa nossa maturidade coletiva nacional: o Oppina.

Este projeto está no Catarse, dependendo de doações para sair do papel. Veja o vídeo explicativo abaixo.

Se curtir, contribua. É sempre importante dar microfones a vozes que, afinal, ajudarão a definir o futuro do Brasil.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=_0xplS7yJl0&w=1280&h=720]

Link para página de doação: https://www.catarse.me/pt/oppina

Leia Mais

Livro do Clube participa de projeto de financiamento colaborativo

Se tem uma coisa que autores do mundo todo concordam é que a divulgação é uma das chaves do sucesso de suas obras.

Na maior parte dos casos, essa divulgação é feita de forma guerilheira, sem verba alguma e com base principalmente nas redes de relacionamento dos autores. Não há nada de errado com isso – verdade seja dita, casos concretos comprovam que resultados brilhantes podem ser alcançados assim.

Mas já imaginou se, além dessa rede, você tivesse uma verba de R$ 10 mil para se divulgar? Usando a Web, o autor Pablo Vallejos está participando de um projeto colaborativo de arrecadação de fundos para a sua obra, Como Seria Recomeçar, a ser publicada aqui no Clube.

A ideia é simples: todo mundo que quiser apoiar pode entrar em um site específico e ajudar a financiar uma parte em valores a partir de R$ 10,00. No processo, o doador pode inclusive exigir uma contrapartida (como receber um exemplar personalizado ou ter a sua história como parte do livro).

Isso feito, o montante fica contabilizado até janeiro de 2012, quando termina o período.

Se, até lá, o livro não arrecadar R$ 10 mil (que é a meta estabelecida), você recebe o valor doado de volta integralmente.

Na prática, o que o “investidor” estará fazendo é apoiar uma história com a qual se identifique, ajudando-a a ter mais visibilidade. Tudo, claro, via Web e com a mais completa segurança.

Gostou? Então acesse a página da campanha clicando aqui ou indo diretamente ao link http://catarse.me/pt/projects/442-como-seria-recomecar

Veja também um vídeo criado pelo Pablo abaixo!

Como Seria Recomeçar - O Projeto from Como Seria Recomeçar on Vimeo.

Leia Mais