Mão madura segurando foto de criança. O filtro tem tom envelhecido.

Como escrever a história da sua vida?

Em algum momento da vida acumulamos uma mala cheia de histórias que poderiam facilmente ser transformadas em livro.

Alguns já têm muita coisa para contar aos 25, 30, 40 anos. Outros, consideram-se experientes apenas aos 70. O tempo não passa da mesma forma para todo mundo, afinal, vivemos vidas diferentes e sentimos de formas únicas. E é justamente isso que torna cada história interessante (e dignas de serem compartilhadas).

Quer saber como escrever um livro sobre sua vida? Confira nossas dicas.

5 passos para escrever um livro sobre suas experiências pessoais:

1. Decida o foco do seu livro

Antes de sair escrevendo tudo o que lembrar sobre sua vida, escolha o que você quer compartilhar.

Se a ideia for narrar sua caminhada do nascimento até os dias de hoje, é importante selecionar alguns acontecimentos para que seja possível sintetizar tudo (o que nos leva ao tópico seguinte).

Agora, se existe algo específico que você gostaria de compartilhar, é preciso organizar os fatos para não deixar o leitor confuso. Entenda o que é relevante e como pode ser narrado para que faça sentido!

2. Faça um recorte dos principais acontecimentos

Depois de decidir o que você quer escrever, liste tudo o que precisa ser coberto: algumas informações são muito importantes para que você explique sentimentos, traumas e desdobramentos da sua vida. Lembre-se sempre que o leitor não está na sua cabeça e não vivenciou as mesmas experiências.

A dica aqui é criar uma espécie de sumário. Uma sequência lógica de acontecimentos que te ajude a manter a ordem ao longo da escrita.

3. Escolha um estilo narrativo

Como você imagina sua história sendo contada?

Decida o tempo verbal (passado, presente ou futuro). Pense também em como as informações serão organizadas. É possível começar falando sobre quem você é hoje e antecipando alguns pontos de forma breve, depois detalhar com mais precisão como tudo aconteceu e como você se sentiu.

O tipo de narração é fundamental para dar forma ao livro!

4. Dê personalidade à escrita

Cada pessoa tem um jeito único. Identifique quais são suas principais características e tende evidenciá-las em sua escrita. Expressões, gírias, forma de pensar… tudo isso é o que garante personalidade ao livro.

A parte boa é que você tem informações privilegiadas a seu respeito e se conhece melhor do que ninguém. Aproveite essa vantagem! Lembre-se que até mesmo a forma como você decide apresentar os fatos diz muito sobre como você pensa, por isso tire um tempinho especial para planejar e revisar esse tópico.

5. Peça feedbacks!

Sua história carrega seu ponto de vista, portanto, converse com seus amigos e familiares para capturar suas percepções sobre a versão de você que está sendo narrada.

Quando criança, por exemplo, não temos tantas memórias nítidas, então talvez seja preciso reconstruir algo. Já para histórias de amor, mostrar os dois lados da mesmo história pode tornar tudo mais interessante.

Por fim, antes de dar seu livro por finalizado, peça para outras pessoas lerem! Os feedbacks nos ajudam a entender se o que escrevemos faz sentido visto de fora. Aproveite as opiniões sinceras para melhorar ainda mais sua obra.

Depois de escrever e revisar, que tal publicar seu livro de forma independente? Confira nosso guia de autopublicação e saiba como!

Conteúdos relacionados:

Como escrever um livro de romance?
Guia para começar a escrever um livro
Todo mundo quer escrever um livro?

Assine a Nossa Newsletter

Um comentário em “Como escrever a história da sua vida?

  1. Eu sempre pensei em escrever um livro contando minhas experiências de uma vida bastante agitada e cheia de aventuras. Na verdade eu tive essa ideia quando aos 38 anos recebi a dica de que tinha tantas histórias para contar da minha vida que deveria escrever um livro. Mas no início essa ideia me pareceu meio cabotina, poderia dar a impressão de que queria me autopromover. Só 35 anos depois, já com livros publicados, ao completar 70 anos que resolvi fazer uma seleção de algumas histórias. Tive a ideia de misturar presente, passado e futuro próximo (aquilo que está planejado) para lançar o primeiro episódio de uma série. Sim, minha vida e minhas aventuras dão uma série. Mas estou ainda estruturando a trajetória do primeiro arco. Acredito que para ter interesse o personagem tem que ser “comprado” pelo público logo nos primeiros capítulos que funcionam como uma espécie de trailer do que virá nas sequências. Indo e vindo no tempo. Por hora é isso. Chega de spoiler.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *