maquina-de-escrever-em-preto-e-branco

Diferenças entre Ghost Writer e Story Coach

Você já pensou em publicar um livro, mas não sabe por onde começar ou não tem familiaridade com com o processo de escrita? Saiba que você não está sozinho! E o melhor: existem diversas soluções para este cenário, entre elas, destacam-se o escritor fantasma” e o story coach.

Neste artigo, falaremos sobre mais sobre os dois papeis! Confira :)

Qual é o papel do Ghost Writer?

O escritor fantasma é o profissional contratado para escrever um livro no lugar de outra pessoa. É uma opção muito comum na publicação de autobiografias de famosos – pessoas que não têm tempo ou habilidades necessárias para escrever sua própria história e contratam terceiros para narrarem os acontecimentos de sua vida.

Normalmente, as duas pessoas precisam passar muitas horas juntos para que o escritor possa “capturar a essência” da pessoa que será retratada. Além disso, há longos processos de entrevista e aprovação do conteúdo.

Importante lembrar que o Ghost Writer não assina a obra (daí o nome, “escritor fantasma”). É o biografado que ganha os méritos pela escrita – isso é acordado previamente entre as duas partes e o papel do autor encerra depois que o texto é aprovado.

Qual é o papel do Story Coach?

O Story Coach é essencialmente diferente do Ghost Writer. Este profissional não escreve o livro, mas presta consultoria em todo o processo de produção e publicação da obra – independentemente do gênero: biografia, ficção, histórias reais, poesias e por aí vai.

Quando contratado durante a elaboração do projeto do livro, o Story Coach pode auxiliar o autor no planejamento da história, organização do enredo e análise dos textos. Além disso, durante o processo de produção, também pode ajudar no gerenciamento de outros profissionais como designers, capistas, diagramadores etc.

Por fim, na fase de publicação, o profissional pode indicar os caminhos para o lançamento da obra, tirar dúvidas sobre o registro do ISBN e criação de ficha catalográfica.

Ou seja: além de um bom repertório de escrita e storytelling, o Story Coach também precisa ter experiência com pessoas para contribuir de forma criativa e, muitas vezes, emocional.

Qual profissional devo contratar?

A escolha do profissional dependerá das funções que você precisa contratar: se você não quer escrever um livro, mas deseja publicar uma obra, o escritor fantasma é a melhor opção. Agora, se seu objetivo é ter um consultor que ajude na criação da história e em decisões estratégicas em todo o processo, a melhor opção é o Story Coach!

E por que não os dois?

Caso você não queira escrever sua obra, mas mesmo assim quer ter um profissional ao seu lado para ajudá-lo na validação do conteúdo e na tomada de decisões editoriais, é sempre possível contratar os dois profissionais. Claro, haverá custos extras que precisam ser considerados, mas sempre é possível contar com o auxilio de pessoas experientes no mercado editorial!

Dica extra: lembre-se sempre de certificar-se sobre a reputação e o histórico profissional antes de contratar alguém. Analise cuidadosamente as habilidades necessárias para cada uma das funções e opte pelos profissionais mais completos, sempre que possível.

Aqui no Clube de Autores, por exemplo, inúmeros livros já foram publicados com ambos os processos de produção.

Entre os profissionais que mais se destacam está Edvaldo Pereira Lima, Story Coach experiente – foi professor da USP por muitos anos, professor-visitante de universidades no exterior (Londres, Florença, Bogotá, Medellín), possui Doutorado pela USP e pós-doutorado pela Universidade de Toronto, no Canadá. Depois da aposentadoria da USP, continuou como professor independente, inclusive comandando o único Curso de Pós-Graduação em Jornalismo Literário que o Brasil teve, durante 12 anos. Em paralelo, no lado prático, atua desde sempre como jornalista e escritor independente, produzindo livros-reportagem, particularmente no campo das biografias – aliás, Edvaldo já lançou sete livros aqui no Clube :)

E aí, ficou com alguma dúvida? Escreva um comentário pra gente!

Artigos relacionados:

Como publicar um livro independente?
Quanto custa publicar um livro?

Assine a Nossa Newsletter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *