publicar livro gratuitamente

5 motivos para publicar seu livro no Clube de Autores

Qual o melhor caminho para se publicar um livro no Brasil – e por quê?

Se você é autor e está buscando um caminho para publicar seu livro, certamente deve ter se abatido com as notícias divulgadas sobre o mercado editorial brasileiro nos últimos tempos. Estamos falando, afinal, de um mercado que efetivamente encolheu 20% na última década! Isso significa que o sonho de pavimentar uma boa carreira literária deve ser enterrado?

Obviamente que não. Aliás, quer um dado que contrapõe quase que surrealmente o citado acima? Entre 2001 e 2016, o hábito de leitura do brasileiro cresceu os mesmos 20%! Bom… qual a resposta para um mercado que cai na mesma medida em que o seu consumo aumenta? Simples: o surgimento (ou, nesse caso, a explosão) de uma nova dinâmica de mercado – uma dinâmica que nada tem a ver com os velhos e antiquados métodos de se encarar o universo editorial. Quer ter uma boa carreira como escritor?

Então esqueça o “velho” e publique-se em um modelo novo, abrindo mão de velhos e desfuncionais paradigmas e entregando-se de alma a esse mundo de oportunidades que se abre agora para novos autores. O caminho é um só: publique seu livro aqui, no Clube de Autores. Por quê? Veja 5 motivos:

1. O Clube de Autores é de graça!

Quer uma vantagem melhor que essa? Ao invés de pagar milhares de reais para uma editora convencional que não te dará nenhuma mínima garantia de sucesso, você pode trilhar o seu caminho por aqui sem nenhum custo. Para publicar no Clube, basta acessar o site, clicar em Publique seu Livro e seguir as instruções. Em instantes sua obra estará disponível para venda tanto em formato impresso quanto digital – sendo que imprimiremos os exemplares físicos na medida em que as vendas forem acontecendo. Ou seja: vendeu 1 exemplar? Imprimimos e entregamos 1. Vendeu 100? Imprimimos e entregamos 100. E assim por diante.

Mas, claro, há um outro lado envolvido aqui que é importante de se entender. Como não cobramos nada dos autores, também não fazemos revisão, capa, diagramação, registro de ISBN ou coisas do gênero. Aqui, o próprio autor é quem deve cuidar de seu livro – o que inclusive é o que mais funciona no mundo inteiro. Há dois caminhos que você pode trilhar aqui: conseguir “amigos” que te ajudem nesse processo ou contratar serviços profissionais avulsos, de terceiros.

Seja como for, tenha em mente que é assim que o mercado funciona hoje – no mundo inteiro. Esqueça aquela ideia romântica de uma editora que cuidará de toda a sua obra, em todos os detalhes, e não te cobrará nada por isso. A não ser que você já seja um autor best-seller, isso dificilmente acontecerá. Seja prático: encare esse novo momento de mercado, trabalhe você mesmo o seu livro e publique-o aqui.

Quer uma ajudinha a mais? Dê uma olhada nesse post aqui com algumas regrinhas importantes para se escrever um livro ou neste aqui com todas as etapas que um autor deve encarar para publicar o seu livro.

publicar livro gratuitamente

 

2. Publicar aqui significa estar presente nas maiores livrarias do país!

A maior parte das plataformas de autopublicação resume-se a uma loja. Ou seja: se você publicar seu livro na Amazon, para ficar apenas em um exemplo, ele será vendido exclusivamente na Amazon.

Essa talvez seja a maior das vantagens do Clube: nós funcionamos como uma central de distribuição em todos os formatos. Publicar aqui significa estar à venda na Amazon, na Livraria Cultura, na Estante Virtual, no Mercado Livre e em diversas outras lojas e marketplaces. E isso porque estamos falando apenas de impressos.

No caso de ebooks, os livros irão para venda no Kindle, na Apple, no Google Play, no Kobo e em outros canais importantes.

Claro: somos também uma loja online e os livros estarão todos à venda aqui. Mas não nos enganemos: a grande audiência está mesmo nessas grandes livrarias. Iríamos além, até: estar nesse conjunto de livrarias significa que seu livro estará ao alcance da quase totalidade de leitores do Brasil. Quer vantagem maior que essa?

Faça o checklist e descubra se seu livro está pronto para ser publicado.

3. Temos modelos específicos para autores que desejarem adquirir tiragens maiores

Muitos autores acabam montando um modelo próprio de comercialização dos seus livros: eles adquirem tiragens maiores, de 500 ou mais exemplares, e revendem-nos diretamente via redes sociais.

Até o passado recente, nós não éramos uma opção viável para esse perfil de autor: como estávamos focados em impressões sob demanda, simplesmente não conseguíamos trabalhar com uma escala tão grande. Até o passado.

Recentemente, o Clube de Autores lançou um modelo completamente diferente do tradicional e feito para este perfil de autor: a gestão colaborada. Como funciona?

Simples:

  • Conseguimos preços praticamente imbatíveis para tiragens maiores por conta de uma negociação intensa que fizemos com nossas gráficas parceiras
  • Como, seja como for, o valor de 500 ou mais exemplares sempre vai ser mais pesado que o de 10 ou 20 exemplares, conseguimos parcelar esse pagamento em até 12 vezes no cartão
  • O melhor de tudo: conseguimos armazenar parte desse estoque pelo autor, utilizando-o como acervo próprio para distribuição e venda na nossa rede de livrarias.

Em outras palavras: o autor pode comprar uma tiragem maior a preços menores, parcelado e conseguindo também um apoio importantíssimo na distribuição e venda pelas maiores livrarias do Brasil!

Quer saber mais? Acesse essa página aqui com mais informações sobre o nosso modelo de compras em quantidade. E se ainda tiver dúvidas sobre como publicar um livro no Clube de Autores, confira este infográfico.

4. Já estamos vendendo no mundo inteiro! 

Desde o começo de fevereiro de 2019, o Clube de Autores passou a vender os livros impressos em todo o mundo! Como?

Depois de meses e meses e meses de negociações e integrações tecnológicas, conseguimos firmar acordos com algumas das maiores redes de gráficas do planeta. Assim, por exemplo, quando um leitor comprar um livro nos Estados Unidos, ele será impresso nos Estados Unidos e enviado diretamente para o leitor sem que precisemos nos preocupar com complicações alfandegárias ou custos de frete impeditivos.

Como isso acontece? Basta fazer o processo de compra tradicional lá no site do Clube. Em algum ponto, o próprio sistema perguntará o endereço e o comprador inserirá os dados de onde estiver, viabilizando o cálculo automático de frete e de coisas do gênero.

5. Somos transparentes!

Tá: talvez esta seja a maior vantagem de todas.

Porque é extremamente comum ouvirmos de autores que costumavam trabalhar com outras editoras que eles nunca faziam ideia de quantos livros venderam.

O esquema aqui é outro. Vendeu? O livro aparece na sua área de direitos autorais.

Na mesma hora, caso seja uma venda ocorrida no site do Clube de Autores, ou em 60 a 90 dias caso seja uma venda ocorrida em uma livraria parceira. Vale ressaltar que esse prazo de registro de vendas existe apenas porque é somente depois dele que as vendas são reportadas pelos canais para nós mesmos.

Mais: o depósito diretamente na conta do autor pode ser tanto automático (sempre no quinto dia útil após o autor acumular um mínimo de R$ 100 a receber) quanto sob demanda (bastando que o autor nos solicite o depósito do seu valor a receber a qualquer momento e independentemente de qualquer montante acumulado).

Não há, no mundo, nenhuma outra plataforma tão transparente assim. Aliás, isso é o mínimo, certo? Afinal, são suas vendas e nada mais natural que você saber sobre elas o quanto antes!

Confira o Guia completo e saiba como publicar um livro.

Publique seu livro e comece a vender!

É por motivos como esses que o Clube de Autores tem crescido tanto no Brasil. Mesmo com todo o pessimismo do mercado editorial brasileiro, aliás, o Clube fechou o ano de 2018 registrando 30% de crescimento – um valor extremamente expressivo e que reflete exatamente este novo paradigma que está se estabelecendo.

São novos autores, novos best-sellers, novas descobertas que tem acontecido aqui em nossa plataforma – que, hoje, já tem 85% do mercado de autopublicação e é responsável por cerca de 15% de todos os livros publicados no país!

Sabe o que falta aqui? O seu livro!

Navegue em nosso site, conheça mais a nossa proposta e os nossos conteúdos de apoio.

Assine a Nossa Newsletter

36 comentários em “5 motivos para publicar seu livro no Clube de Autores

  1. Já participei de antologias de poesia, publico algumas eventualmente no Face e Insta, já ganhei até um prêmio literário, mas o promotor, a Secretaria de Cultura do Estado, não deu muita importância para edição, pro livro em si. Além disso, tenho material suficiente para editar três ou quatro livros. Mas ainda não consegui, um editor ou dinheiro pra editar minhas obras, as quais eu acredito que até são razoáveis. Falta-me, enfim, aquele livro pra chamar de meu kkk Por isso me interessei muito pela proposta do Clube dos Autores. Se vocês puderem enviar mais detalhes pelo meu e-mail agradeceria. E parabéns pela iniciativa de incentivar a literatura.

    LOBO

  2. Sempre senti o desejo de compartilhar com outras pessoas momentos especiais que min edificaram nessa carreira da vida, porém min faltava motivação agora pretendo seguir em frente se Deus quiser.

  3. Olá Clube. Obrigado pela resposta abaixo, estou republicando como comentário ao artigo porque a minha resposta ficou lá embaixo, aqui em cima fica mais fácil de ver que tem comentário novo.

    Sobre aquilo, pode ser algo bem simples, como por exemplo indicar que a venda ocorreu na loja tal com desbloqueio do pagamento da comissão dessa venda a partir do dia tal. Só de saber que ocorreu uma venda, mesmo que o pagamento dessa comissão ocorra daqui a 4 meses ou 3, isso já anima o autor, editor, tradutor, etc. Dá gás pra ele continuar em frente publicando e saber se já está fazendo sucesso, se precisa melhorar a divulgação, etc 😎👍

  4. Já publiquei um livro com vocês, mas, não me satisfez pelas condições e acabei retirando a publicação. A época eu publiquei meu primeiro livro o “EDUCAR SEM EDUCAÇÃO”, da qualidade não tenho o que reclamar, apenas as condições não satisfizeram. O preço de venda era muito alto e o repasse ao autor era pouco mais de 30% do valor. Gostaria de saber se tem como melhorar essa situação. Obrigado.

    1. Oi Luiz. O próprio autor define quanto quer ganhar – o percentual aplica-se apenas a venda via canais (livraria cultura, estante virtual, amazon etc).

      Sobre o preço final, a média de valor dos livros do Clube está hoje abaixo da média de preço de livro no Brasil (hoje em torno de R$ 40-41). Ou seja: na média, nossos livros são mais baratos que os que se encontra em livraria.

      E, a julgar pelos resultados de muitos dos livros daqui que acompanhamos, o preço está longe de ser um problema. O que faz um livro vender é sua qualidade editorial (incluindo capa, sinopse, revisão nos textos e isbn permitindo que seja distribuído) e a estratégia de divulgação do autor. Nesse sentido, recomendo que veja algum dos links que indicamos aqui no post ou que acesse os materiais de apoio aqui: https://www.clubedeautores.com.br/ptbr/webpage/universidade-do-autor

      Finalmente, queria deixar uma reflexão: se a publicação aqui é gratuita, por que tirar do ar? Afinal, a única certeza absoluta que podemos afirmar é que seu livro não venderá nada se não estiver disponível para venda.

      Trabalhe sua obra de acordo com nossos guias, publique, divulgue. Vemos resultados incríveis todos os dias aqui com os mais diversos livros – e as regras são as mesmas para todos!

  5. Estou com 3 livros e não consigo diagramar. Por isso estou parado. Assim que consiga vou a enviar para vocês.
    Pretendo me instalar com um quiosque na avenida Paulista para vender os meus livros.
    Os livros são:
    Chule, Allende e eu. (290 pgs.)
    Crónicas deum idoso infartado. (300 pags.)
    Ingenuas e farsantes. (180 pags.)

    Grato0. Miguel.

  6. boa tarde,
    tenho 12 livros digitais publicados na Amazon, e mais uns 10 para registrar e publicar e ainda mais alguns a revisar registrar e publicar além de outros por acabar.
    São diversos países onde são divulgados, e não viso o lucro pois são livros de cunho cristão.
    enfim escrevo a bíblia em poesias, são livros da bíblia reescrito de forma rimada.
    Não sei se vale a pena publicar também com outros, pois acho tbm caro o valor final que chega aos leitores.
    Grato pela atenção.

    1. Oi Ladislau. A grande questão que fica é: se você não publicar, com certeza não venderá nada; se você publicar, tem grandes chances de vender. E como publicar aqui é gratuito, não vejo o que você pode ter a perder (principalmente se considerar que, hoje, ebooks representam apenas 3% de todo o mercado editorial brasileiro – uma minoria extrema).

      Só atente para os seguintes pontos:

      1) O que faz um livro vender ou não não é o preço, somente. Se o preço estiver dentro da média brasileira (hoje, em torno de R$ 40), ele funciona. O que faz a diferença é a qualidade técnica (capa, sinopse, português devidamente revisado e ISBN) e a distribuição (presença em diversas livrarias e sites). Tudo isso nós garantimos de graça.

      2) Livros, assim como qualquer outro produto, não se vendem sozinhos. Monte uma estratégia de divulgação e execute-a. Sem divulgar, nada vende.

      3) Não crie limites para si mesmo. Se você tem a opção de publicar em mais formatos sem gastar nada, por que não fazer isso? Publique aqui no Clube de Autores e em todos os outros lugares que conseguir.

      Como coloquei no começo: estar aqui é certeza de venda? Não – é preciso muito mais do que presença para se vender um livro. Mas não estar presente em formato impresso é, sim, garantia de que você não venderá na modalidade que, hoje, tem a preferência de 97% dos leitores brasileiros.

  7. A bem da verdade o Autor NÃO TEM CONTROLE SOBRE AS VENDAS, você nunca sabe o que vendeu e que loja vendeu até que seja publicado na pagina do autor e você tem que confiar apenas. Tudo é uma questão de confiança, não há controle sobre as vendas, o autor não tem controle nenhum, as lojas parceiras jamais informam o autor sobre as vendas, tudo que o autor sabe é o que o clube de autores posta, todas as lojas deveriam SIM informar os autores sobre as vendas de seus livros, ai depois ele poderia conferir na sua pagina no clube de autores, desta forma somos reféns do que o clube de autores publica. Não é uma acusação, apenas estou relatando fatos, sou autor de 7 livros e vou lançar o 8º pelo clube de autores. Acho que todas as lojas parceiras deveriam ter acesso ao nosso cadastro e informar sobre as vendas imediatamente ao informar o clube.

    1. Oi Almir. A integração é feita de maneira direta conosco: quando as vendas são reportadas por eles para faturamento, elas aparecem para o autor e para nós. A única coisa que não conseguimos é reportar as vendas antes de sabermos que elas aconteceram, pois isso seria impossível.

      Há uma questão de confiança envolvida? Há, sempre há. Afinal, nós é que reportamos as vendas dos autores de maneira centralizada. Mas, nesse sentido, temos 10 anos de operação sem nunca termos registrado nenhum único problema, o que, imagino, sirva de atestado de idoneidade…

      Sobre as lojas parceiras terem acesso ao cadastro dos autores, isso fere a nossa política de privacidade. Não podemos abrir os dados de autores para absolutamente ninguém até por uma questão de segurança. Mas ainda que abríssemos – e falo por experiência – nem de longe os canais tradicionais de venda são organizados ao ponto de conseguirem repassar, eles mesmos, de maneira estruturada e automatizada, os dados sobre as vendas. Parece incrível isso… mas é a realidade do mercado brasileiro. Essa organização é toda feita por nós em um trabalho, acredite, mais árduo que gostaríamos :)

  8. Uma sugestão: teria como haver uma opção para escolher um tipo de papel mais barato, como o papel jornal, e uma capa também com papel mais simples, isso , acredito, diminuiria o preço do livro para que camadas mais populares pudessem adquiri-lo. Aqueles antigos livros de bolso de faroeste, vendidos em sebos, me lembro que eram com preços populares e vendia muito, eram feitos com papel jornal o miolo , e a capa um papel mais fino e simples.

    1. Oi Rogério. Nós já trabalhamos com diversos tipos de papel, dos mais baratos aos mais caros, desde que mantenham a qualidade. Trabalhar com papel tipo jornal é algo que realmente não pretendemos fazer pois, além da redução de custo ser mínima, a percepção de qualidade despenca. Não é uma “troca” que vale a pena para ninguém – autor, leitor ou mesmo nós, aqui do Clube.

      Além disso, como comentei em outros comentários aqui neste post, pode ter absoluta certeza de que preço não é o principal fator de desistência de compra. Nós, autores, costumamos achar que preço sempre é o que mais conta – mas, pela nossa experiência com mais de 65 mil livros, podemos afirmar que capa, sinopse, texto revisado, ISBN (que viabiliza a distribuição em livrarias) e uma estratégia acertada de divulgação são MUITO mais importantes.

      Dá uma olhada nesse link aqui: https://www.clubedeautores.com.br/ptbr/webpage/universidade-do-autor. Tem uns conteúdos bem interessantes e que com certeza podem ajudar!

  9. Prezado Fred

    Quando eu coloco o valor no livro que vou receber, o custo do livro vai às alturas, por isso inviabiliza para o consumidor. Não tem como baixar o custo para o consumidor?

    1. Oi Ronaldo. Pode ter certeza que, se conseguíssemos reduzir o preço do livro em R$ 1 que fosse, isso já estaria feito. Nosso modelo de imprimir sem cobrar nada dos autores é único e inclui uma produção 100% sob demanda, que com certeza é mais custosa do que compra de grandes tiragens.

      Ainda assim, pode ter certeza: o preço não é o grande problema para as vendas (até porque o preço médio do livro no Clube está razoavelmente abaixo do preço médio de livro do Brasil, hoje acima dos R$ 40). O que mais conta é uma capa bem feita, uma sinopse empolgante, um texto com o português correto, revisado e, principalmente, uma estratégia de divulgação bem feita. Você deu uma olhada na Universidade do Autor? Veja aqui no https://www.clubedeautores.com.br/ptbr/webpage/universidade-do-autor . Tem uma série de conteúdos lá que com certeza podem ser úteis!

  10. Prezados,

    tenho notado que o preço final do livro tem inviabilizado as vendas, pois na atualidade o comprador é sensível ao custo da aquisição.

    Percebo que o preço final se dá multiplicando por 4 o valor desejado pelo autor em cada venda.

    Em outros parceiros o fator é a multiplicação por 3.

    Não há como diminuir o custo final?

    Abraço,

    1. A grande questão, Alexsson, é achar uma gráfica que consiga imprimir unitariamente (livro a livro), sem furar prazo e com qualidade. Pode ter certeza: todas as gráficas capazes de fazer isso aqui no Brasil já trabalham conosco – esse trabalho de garimpagem nós fazemos desde 2009.

    2. Oi Ademar. Nós já fizemos alguns posts sobre preço aqui no blog – recomendo que veja. O preço médio de livro no Brasil é um pouco acima de R$ 40 – e o preço médio do livro no Clube está na casa dos R$ 36. Ou seja: estamos com preço médio abaixo do praticado no Brasil, o que de imediato já elimina esse fator como um problema grave.

      Veja: isso não significa que não devamos sempre buscar maneiras de diminuir os custos, mas realmente imprimir livro a livro, um a um, é muito, MUITO mais caro do que imprimir em grandes tiragens – e, hoje, este valor é o nosso limite mínimo para manter a operação sustentável.

      Temos alternativas? Sim. Um dos modelos que temos é o de vendas em grandes tiragens, onde o autor adquire um volume maior de exemplares (500 para cima). Com isso, o próprio modelo de impressão muda e conseguimos preços BEM mais em conta tanto para o autor quanto para o leitor, na outra ponta.

      De toda forma, mesmo considerando esse modelo de tiragens maiores, eu te recomendaria a acessar a Universidade do Autor (no rodapé do site do Clube) ou outros posts aqui no blog. Por experiência, posso afirmar tranquilamente que preço, nem de longe, é o maior empecilho para os autores independentes. O que mais conta são os outros fatores como uma capa bem trabalhada, uma sinopse bem escrita, um português revisado e, principalmente, um trabalho de divulgação mais assertivo.

  11. Olá. Me surgiu uma dúvida aqui. Está escrito que quando ocorre uma venda em uma livraria parceira, só é reportado para vocês de 60 a 90 dias após, por isso o prazo. Não teria como saber antes, pois quando ocorre a venda é solicitado a impressão do livro?

    1. Cézar concordo com você!
      A bem da verdade o Autor NÃO TEM CONTROLE SOBRE AS VENDAS, você nunca sabe o que vendeu e que loja vendeu até que seja publicado na pagina do autor e você tem que confiar apenas. Tudo é uma questão de confiança, não há controle sobre as vendas, o autor não tem controle nenhum, as lojas parceiras jamais informam o autor sobre as vendas, tudo que o autor sabe é o que o clube de autores posta, todas as lojas deveriam SIM informar os autores sobre as vendas de seus livros, ai depois ele poderia conferir na sua pagina no clube de autores, desta forma somos reféns do que o clube de autores publica. Não é uma acusação, apenas estou relatando fatos, sou autor de 7 livros e vou lançar o 8º pelo clube de autores. Acho que todas as lojas parceiras deveriam ter acesso ao nosso cadastro e informar sobre as vendas imediatamente ao informar o clube.

    2. Oi César! Você está certo nesse sentido – realmente o sistema de impressão recebe a informação da venda no mesmo dia. A demora no apontamento é porque ele é vinculado ao faturamento da gente. Ou seja: como essas livrarias pagam apenas de 60 a 90 dias, é só nesse prazo que também reportamos as vendas para pagamento.

      É um desencontro de 2 a 3 meses, de fato, em que precisamos pensar em algo para ajustar. Valeu pelo toque!

    3. Olá Clube. Obrigado pela resposta. Pode ser algo bem simples, como por exemplo indicar que a venda ocorreu na loja tal com desbloqueio do pagamento da comissão dessa venda a partir do dia tal. Só de saber que ocorreu uma venda, mesmo que o pagamento dessa comissão ocorra daqui a 4 meses ou 3, isso já anima o autor, editor, tradutor, etc. Dá gás pra ele continuar em frente publicando e saber se já está fazendo sucesso, se precisa melhorar a divulgação, etc 😎👍

Deixe uma resposta para LUIZ GONZAGA DE ALMEIDA Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *