mulher-lendo-no-kindle

Publicação independente cresce durante a quarentena

Antes da pandemia assumir os destaques na programação da mídia, contávamos com centenas de formas diferentes para acessar a arte.

Agora, com cinemas, teatros e bibliotecas de portas fechadas, como medida de conter a transmissão do novo coronavírus, foi necessário encontrar maneiras alternativas para suprir a necessidade de cultura. 

Neste artigo, explicamos como esse novo comportamento impactou os serviços do Clube de Autores. Confira!

*O texto contém trechos trechos da entrevista concedida por Ricardo Almeida, presidente do Clube, ao Estadão.

O que é publicação independente?

Primeiramente, vale lembrar: “independente” é toda obra lançada através da autopublicação, ou seja, sem a mediação de uma editora tradicional, que decide o que é ou não publicado. 

Saiba porque publicar livros independentes.

Agora sim, vamos ao aumento de interesse por obras independentes: 

Em meio a esse novo cenário, a escrita tem se destacado como uma forma de diminuir a ansiedade e garantir uma fonte de renda extra aos autores. Esse mesmo comportamento pode ser observado na procura por obras independentes. Confira os dados:

  • Em abril deste ano, o Clube registrou um aumento de 40% na quantidade de livros publicados em relação ao mesmo período de 2019;
  • Em maio, as vendas cresceram 56%;
  • Ainda no mês de maio, o número de novos autores aumentou em 83%;
  • Os posts mais acessados no blog do Clube entre abril e junho foram relacionados ao projeto Crônicas de Quarentena e o lançamento do novo livro colaborativo. 

De acordo com o presidente do Clube de Autores, a pandemia é, quase que por definição, um momento de concentração absoluta de ansiedade.

“Não é por outro motivo que temos notado uma profusão literária tão inédita na comunidade de autores que formam o clube. Nunca se escreveu tanto — e esse volume está diretamente relacionado à necessidade que cada escritor tem de extravasar as suas próprias angústias e esperanças transformando-as em histórias”, explica.

Medidas do Clube de Autores tomadas durante a quarentena: 

“Podemos resumir todas as nossas ações em três categorias: ouvimos os nossos autores e as angústias por eles expressadas durante esse período; incentivamos a criação de seus textos, seja por meio do concurso Crônicas em Quarentena ou por um apoio mais educacional sobre como lançar seu livro; e garantimos que toda a cadeia, da impressão à logística, continue operando”, afirma Ricardo Almeida.

Abaixo, mais detalhes sobre algumas das ações do Clube:

  • Desconto em todos os livros impressos entre 23 de março e 15 de abril. 
  • Aumento no repasse às gráficas, com o objetivo de aumentar o faturamento de parceiros fundamentais na cadeia editorial.
  • Desafio Crônicas de Quarentena como incentivo à escrita.
  • Publicação do livro colaborativo Crônicas de Quarentena e doação dos lucros obtidos com a venda para a plataforma Missão Covid.

Confira o artigo completo e atualizado sobre as ações de incentivo relacionadas ao COVID-19.

Para saber mais sobre como publicar sua obra independente, confira os artigos relacionados: 

Como escrever um livro?
Como publicar um livro?
Tudo sobre autores independentes

Assine a Nossa Newsletter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *