o-que-e-fabula-tartarua-e-a-lebre

O que é uma fábula e quais são suas principais características?

“Para onde vai?” – disse o lobo. “Vou levar doces para a minha vovó” – respondeu a Chapeuzinho. Certamente você reconhece essas frases, clássicas de uma fábula amplamente conhecida.

Chapeuzinho Vermelho é mais um clássico da literatura infantil, onde lobos falam, comem avós, enganam garotinhas e acabam mortos por caçadores. E se esse roteiro soa familiar para você, parabéns! Você provavelmente ouviu muitas fábulas quando era criança. 

E é sobre isso que falaremos neste artigo! Entenda mais sobre o universo das fábulas e saiba como escrever uma. 

O que é fábula?

As fábulas têm uma longa história e suas origens remontam à antiguidade. A fábula é um estilo literário do gênero narrativo. Têm como característica as histórias curtas e fictícias, geralmente protagonizadas por animais ou seres imaginários, transmitindo uma lição moral ou ensinamento no final.

Geralmente, as fábulas são direcionadas ao público infantil, apresentadas em livros ilustrados e, às vezes, com elementos sensoriais pra aumentar a imersão do leitor.

Qual a origem das fábulas?

Não há certeza de quando surgiram as fábulas, já que elas surgiram da tradição oral, ou seja, histórias contadas que se perpetuaram entre as gerações. Entretanto, acredita-se que as fábulas tenham surgido na Grécia Antiga, atribuídas ao fabulista grego Esopo, que viveu por volta do século VI a.C. Esopo é conhecido por suas fábulas como “A Lebre e a Tartaruga“, “O Leão e o Rato” e muitas outras. No entanto, é importante destacar que as histórias de Esopo eram transmitidas oralmente antes de serem registradas por escrito, evidenciando essa origem não tão precisa, e especula-se que fábulas semelhantes também eram contadas em outras culturas antigas, mas sem registros oficiais.

Outra importante fonte originária das fábulas é o autor romano Fedro, que viveu no século I d.C. Ele escreveu várias fábulas em latim, tendo como referência o trabalho de Esopo. Fedro é conhecido por suas fábulas como “O Lobo e o Cordeiro” e “A Cegonha e a Raposa“.

Adaptações, mudanças e diferenças culturais foram atribuídas às fábulas ao longo do tempo. Ainda assim, elas continuam sendo uma forma popular de contar histórias e ensinar lições morais até os dias atuais, principalmente para crianças durante o processo de educação.

Exemplos de fábulas

Falaremos sobre algumas das fábulas mais famosas já escritas. Quais delas você conhece e já leu?

fábula-lebre-tartaruga
  1. A Lebre e a Tartaruga: uma lebre arrogante e cheia de confiança subestima uma tartaruga, por se mais rápida e ágil que ela . Eles decidem competir em uma corrida, mas a lebre, confiante que venceria de qualquer forma, tira um cochilo durante o percurso. Enquanto isso, a tartaruga continua “correndo”, mesmo que lentamente, mas sem parar. Quando acorda, a lebre percebe que a tartaruga está próxima da linha de chegada. Mesmo correndo rumo à vitória, é tarde demais para a lebre e a tartaruga acaba vencendo.
  1. O Leão e o Rato: uma fábula retratando que bons atos são recompensados, um leão captura um pequeno rato. O rato, então, pede clemência ao leão e implora para ser libertado a todo custo. O leão, mesmo negando inicialmente, decide libertar o ratinho. Em um momento no futuro, quando o leão se encontra preso em uma armadilha, o rato retorna e o liberta roendo as cordas que prendiam o leão.
  1. A Cigarra e a Formiga: nesta fábula, que nos traz uma lição de moral relativa à paciência e futura recompensa, uma cigarra passa o verão cantando e se divertindo, enquanto a formiga trabalha intensamente para armazenar alimento para o inverno. Quando o inverno chega, a cigarra fica com fome e pede comida à formiga, que recusa ajudá-la.
  1. A Raposa e as Uvas: uma raposa faminta avista um cacho de uvas pendurado alto em uma videira e decide pegar para se alimentar. Pulando o mais alto que pode, a raposa acaba fracassando no plano de pegar o cacho de uvas. Por fim, ela vai embora dizendo que as uvas estavam verdes e azedas.

Esses são apenas alguns exemplos de fábulas famosas que ainda são contadas nos dias atuais para crianças, transmitindo lições valiosas sobre a vida e situações cotidianas.

Leia também: Saiba mais sobre a importância da ilustração em livros infantis.

Para que serve uma fábula?

Esse tipo de texto aparece muito durante a educação infantil, tanto na escola para alfabetização e exercício de interpretação, quanto em casa antes de dormir. São histórias fáceis de entender e que ensinam valores éticos e morais às crianças em forma de entretenimento.

É a partir das fábulas que aprendemos a não confiar em estranhos, não ser preguiçosos e trabalhar duro, insistir em nossos propósitos e por aí vai…

5 principais características das fábulas

Moral da história:

Ao final da história, sempre existe uma “lição de moral”. Ela serve para ajudar as crianças a compreenderem os ensinamentos da narrativa de forma mais prática, já que ainda estão em fase de desenvolvimento das habilidades de interpretação. Essa moral pode vir em forma de parágrafo curto ou frase final.

Animais falantes: 

O elemento principal das fábulas é conter animais que falam. Eles podem conversar tanto entre si quanto com seres humanos e isso acontece de forma natural, como se fosse “normal” ver animais dialogando por aí.

Textos curtos: 

Por serem direcionados ao público infantil, não devem ser muito longos, ou corremos o risco de perder a atenção dos leitores ou ouvintes. As histórias devem ser breves e não muito complexas para que possam ser contadas rapidamente.

Personagens tipo 

Na maior parte das histórias, os personagens representam um comportamento coletivo, não individual. Suas características devem espelhar um padrão: por exemplo, na história da lebre e da tartaruga, a lebre representa os “preguiçosos, que gostam de vitórias fáceis”. Já a tartaruga é o tipo “persistente e batalhadora”.  

Agora queremos saber de você! Qual era sua fábula favorita quando era criança? Conta pra gente nos comentários.

Final surpreendente

Muitas fábulas têm finais inesperados, onde a história toma uma reviravolta que ilustra a moral de uma forma surpreendente ou irônica. Esta característica encanta o leitor, provocando forte reflexão sobre o final da história e, em diversos casos, cabendo diversas interpretações.

Estrutura básica de uma fábula

As fábulas são textos curtos, com forte impacto para o leitor. A estrutura básica, geralmente, segue um padrão simples e eficaz. Segue abaixo essa estrutura básica:

  • Introdução: a fábula começa com uma breve introdução, apresentando os personagens principais e o cenário onde a história se desenrolará. Importante que a introdução seja envolvente e de boa contextualização, já que geralmente, os personagens principais são animais ou seres inexistentes no mundo real.
  • Desenvolvimento: onde ocorre toda a sequência de eventos. Pode existem um conflito conflito central enfrentado pelo personagem principal que impulsiona a trama. Ao longo do desenvolvimento, os personagens se relacionam e enfrentam situações e obstáculos que levam à lição moral.
  • Clímax: O clímax é o ponto alto da história, onde o conflito atinge seu ponto mais alto. É o momento de grande tensão ou revelação que desafia o leitor a se questionar como a situação poderá ser resolvida.
  • Resolução: o conflito é resolvido, e a tão esperada lição moral da fábula é apresentada ao leitor. O personagem principal aprende tal lição, sendo recompensado ou penalizado conforme suas ações ao longo da história.
  • Lição de moral: a moral, lição ou aprendizado, é a parte fundamental de uma fábula e principal característica. A moral é geralmente apresentada após a resolução da história.

Por ter uma estrutura simples, as fábulas geralmente possuem um linguagem direta e acessível, tornando-as apropriadas para crianças, mas atraindo também pessoas de outras idades.

Continue explorando o universo da literatura infantil!

A literatura infantil é rica, vasta de obras fantásticas. Para encerrarmos, que tal conhecer os livros independentes para crianças no Clube de Autores: Acesse o link: https://clubedeautores.com.br/livros/categoria/infantil

Leia também:

A importância das metáforas
Saiba como escrever um conto encantador
Como ensinar crianças o amor pela literatura

Assine a Nossa Newsletter

Ricardo Almeida

Sou fundador e CEO do Clube de Autores, maior plataforma de autopublicação do Brasil e que hoje responde por 27% de todos os livros anualmente publicados no país. Premiado como empreendedor mais inovador do mundo no segmento de publishing pela London Book Fair de 2014, sou também escritor, triatleta e, acima de tudo, pai de família :)

4 comentários em “O que é uma fábula e quais são suas principais características?

  1. Sempre achei muito interessante as fábulas!
    Não sei se isto é fábula mas, quando eu era criança, gostava de ler histórias e li em um livro uma história: “A Oração do Rato” que dizia:
    Oh Senhor! Livra-me daquele “demônio” de olhos verdes! (o gato)

  2. Boa tarde adorei esse site consigui tudo o que eu precisava pra informação de vcs estou fazendo uma prova muito importante pra mim e graças á vcs consigui fazer obg a todos pelo esforço e graças a vcs e euzinha consiguimos gracias que significa obg valeu mesmo agora fui tenho que terminar todas as provas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *