como-registrar-isnb-2020

ISBN de livros: saiba o que mudou em 2020

O ISBN, International Standard Book Number, já é fornecido no Brasil há mais de quatro décadas. São 42 anos estampando as capas dos livros e catalogando, de forma padronizada, as obras do país.

Esse serviço, que até então era oferecido pela Biblioteca Nacional (BN) em parceria com a Fundação Miguel Cervantes, muda de casa em 2020. A partir de 1º de março, a responsabilidade pelo registro é da Câmara Brasileira do Livro (CBL). 

Na teoria, para os autores, tudo continua igual. A CBL, inclusive, prometeu mais agilidade na solicitação do código por meio de novas tecnologias. E, a princípio, os valores também não devem sofrer reajustes: R$ 290 para cadastro, R$ 22 para emissão do registro e R$ 36 para o código de barras. Até agora não foram divulgadas atualizações sobre este assunto, mas a dica é continuar atento aos comunicados para não ser surpreendido.
*Valores atualizados de fevereiro/2020.

Recapitulando: qual a importância do ISBN?


O ISBN é um sistema internacional de identificação de livros. Nele, constam informações como autor, editora, país e título. É este registro que torna as obras únicas, basicamente o RG dos livros. 

Aqui no Clube de Autores, por exemplo, qualquer obra pode ser publicada – com ou ser ISBN. Porém, algumas livrarias exigem esse tipo de catalogação por segurança. Ou seja, para os autores que desejam conquistar o mercado literário, o registro é fundamental. 

Diferença entre ISBN e direitos autorais.

Por que houve a mudança de responsável?

Para que o dinheiro arrecadado chegasse até a Biblioteca Nacional, era necessário que primeiro, passasse pela Fundação Miguel Cervantes. Sem a Fundação intermediando o processo, o valor obtido seria direcionado para a União. 

Esse formato vinha funcionando muito bem até então, porém, uma recente alteração no sistema da Agência Internacional do ISBN passou a proibir esse tipo de triangulação. A partir dessa mudança, a CBL se candidatou para tornar-se responsável pelo registro no Brasil e cá estamos nós. 

Como solicitar ISBN? Passo-a-passo do novo processo!

Agora, a solicitação do registro é feita diretamente no site da Câmara Brasileira do Livro. O passo a passo é simples, mas diferente do que conhecíamos até janeiro de 2019.  Confira o tutorial!

Passo 1: Acesse o Portal de Serviços da CBL (caso não tenha cadastro, essa é a hora de criar um!). Utilize seu e-mail e senha para fazer login no Portal.

Passo 2: Após o login, clique sobre o link “+ Novo ISBN”, localizado do lado esquerdo da página:

como-solicitar-isbn-no-portal-cbl

Passo 3: É hora de escrever um pouco: preencha o formulário “Dados da Obra”. Os dados a serem informados são esses:

  • Titular do ISBN;
  • Título da Obra;
  • Subtítulo da Obra;
  • Tipo de Obra;
  • Idiomas de publicação.

Passo 4: Em seguida, conte um pouco sobre você no formulário “Autoria da Obra”. Os dados são: Nome, Profissional (cargo de quem escreveu/participou da obra) e País.

Passo 5: Nesta etapa, são informados os dados complementares da obra como Veiculação, Edição, Ano, Estado, Cidade etc.

Passo 6: Como você classificaria sua obra? Preencha todos os campos e escolha as palavras-chave que resumem seu livro.

Passo 7: Em “Arquivos da Obra”, o passo seguinte, você pode adicionar folha de rosto e até mesmo a obra completa, além de incluir uma sinopse do livro.

Passo 8: Hora de pagar! Com todos os campos preenchidos e revisados, clique em “Enviar”. Após a submissão, você terá acesso ao carrinho de compras para finalizar o pagamento ou fazer outras solicitações.

E você, o que achou da mudança? Conta pra gente nos comentários!

Lembre-se de ficar atento às atualizações do ISBN em 2020. Na dúvida, favorite este artigo e acompanhe as novidades aqui no Clube de Autores :)

.

Assine a Nossa Newsletter

8 comentários em “ISBN de livros: saiba o que mudou em 2020

  1. Gostaria de saber se uma outra pessoa cadastrada na CBL pode solicitar o ISBN para mim, pois tenho um familiar que possui cadastro como editor.

    1. Oi João. Poder, pode – mas o ISBN ficará, oficialmente, em nome da pessoa. De qualquer forma não há nenhum impedimento legal.

    2. Olá, eu gostaria de saber se para adquirir o ISBN, terei de pagar mais alguma taxa além dos 22,00 reais que está no catálogo?

    3. Oi Jairo. Basta os R$ 22 do registro do ISBN mesmo. Não precisa comprar o código de barras, ok? Nós mesmos geramos o código por aqui sem qualquer custo.

  2. Bom dia! Estou com um problema e não consegui resolvê-lo junto à Biblioteca Nacional. Publiquei 2 livros, “O espelho de Jó” pela Amazon e “Napalm – Poemas” pelo Clube dos Autores. Ambos receberam o mesmo número de ISBN, 9786590156914. Agora nesse período de transição, com a responsabilidade de tal serviço transferida para a CBL a Biblioteca Nacional não atende minhas solicitações. Muito obrigado pela atenção.
    Jardel Felipe Santiago

    1. Oi Jardel. Eles devem levar um tempo ainda até normalizarem o serviço, imaginamos. Mas o caminho é por lá mesmo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *