4 comentários em “Fechando a sexta com Drummond

  1. Parabéns !Uma alegria ver um documentário sobre esse ícone de nossa Literatura.
    Sou prima de Drummond,em um livro escrito por José Tavares Drummond,aparecem nomes de meus avós maternos e meus pais.Um orgulho!
    Apaixonado pela história dos seus familiares, pesquisou exaustivamente em arquivos de famílias, no Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Ceará. No Colégio Brasileiro de Genealogia exerceu diversas funções: Secretário e Membro do Conselho de Administração (1961-64), Tesoureiro (1973-76) e membro do extinto Conselho de Administração (1961-64; 1964-67).

    Além de artigos sobre a família, em 1963, nos jornais cariocas Tribuna da Imprensa e Jornal do Comércio, publicou:

    A Família Drummond no Brasil – ramo mineiro – Tomo I, Números 1, 2 e 3 – 1970;
    Índice Geral – dos três números do Tomo I, deixando pronto o Tomo II de sua obra, que trata do ramo fluminense.
    Tenho a felicidade de ter cópias desse livro.
    Suely Sette.

    1. Suely, estou fazendo minha genealogia e os meus ascendentes em parte são os mesmo da família Drummond. Você diz que tem cópia do livro A Família drummond no Brasil. Será que poderia me ceder uma cópia dele para minhas pesquisas? Pode ser digitalizada ou mesmo xerox. Moro em Governador Valadares, MG. Um abraço. [email protected]

  2. Carlos Drummond de Andrade, um grande mestre da poesia, estilos e o maior de todos os tempos.
    Quando falamos de um gênio, falamos com um pé atrás, abençoadas palavras que até vibra pela humanidade. Seria insano questionar, criticar, mensurar sua poesia, pelo brilho inspirador que caminha até hoje avassaladamente como uma luz da nossa linguagem. …..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *