como-escolher-personagem

Como escolher o nome para personagens do seu livro?

Muitos personagens da Disney se tornaram inesquecíveis não apenas pelas suas histórias mas pelo nome de seus personagens. Como não lembrar da história de Alladin ao ouvir alguém falar o nome “Jasmine”? Ou então no clássico Rei Leão, ao ler o nome “Simba” em algum lugar? E não é só na Disney que isso acontece. Aposto que, toda vez que você vê um cachorro São Bernardo na rua, você pensa “olha lá o Beethoven”. 

A força desses personagens é indiscutível e vale repetir que esse reconhecimento não é apenas culpa do enredo mas também do “peso” de cada um dos nomes. O exemplo dos filmes também acontece em séries, quadrinhos e, obviamente, livros! Alguém esquece de Capitu e Bentinho? Machado de Assis eternizou esses personagens por meio de sua obra, Dom Casmurro. 

Coisas que todo escritor iniciante precisa saber.

Como escolher o nome dos personagens?

No momento de definir os nomes das personagens, os escritores iniciantes se dividem em dois grupos distintos: os que não dão qualquer importância para este item e escolhem logo qualquer um para resolver a questão e os que fazem desta uma tarefa tortuosa e incessante, já que nenhum nome parece bom o suficiente para batizar suas criações.

Essa escolha faz parte do processo processo criativo para escrever um livro e é importante dedicar o tempo necessário para essa escolha. Afinal de contas, não é simplesmente um nome, cada personagem tem a sua história, suas origens, religião e tantas outras particularidades que o torna único. Pode parecer loucura, mas é como se você precisasse identificar a personalidade do seu personagem para nomeá-lo. 

O processo criativo, no entanto, também varia: há quem monte uma história inteira para depois nomear os personagens. E há quem dedique mais tempo nessa escolha, já pensando nas características que aquele nome possui (de acordo com experiências ou outras fontes de inspiração), para depois organizar o enredo e começar a escrever.

Exemplos de nomes alinhados à personalidade:

Aqui estão três exemplos simples, inseridos na Turma da Mônica, para te ajudar a entender o impacto do nome na identidade do personagem: 

Chico Bento

Um personagem com jeitinho “caipira”, que tem a pureza e a simplicidade de quem vem do interior para a capital. Um menino simpático e divertido, que usa chapéu de palha e gosta de moda de viola. Tanto o seu nome quanto as características representam esse jeito interiorano de ser. Nas histórias, ele está sempre brincando com os amigos, pescando ou dormindo na rede, tranquilão. Talvez, se fosse um personagem da cidade, se chamaria Francisco. Mas Chico combina muito mais com ele, não é verdade? 

Mônica

Um nome forte, que reflete a personalidade da personagem. Ao mesmo tempo em que é doce e uma super amiga, é nervosa e briguenta quando vira piada entre os outros membros da turma – especialmente os meninos, que também são os que mais sofrem com suas coelhadas. Se trouxermos Mônica para um cenário diferente dos quadrinhos, sua personagem vai ser aquela mulher com perfil de liderança, leal e dona de si. Tudo a ver com o nome, concorda? 

Cascão

Quantas pessoas você conhece que combinam mais com o apelido do que com o próprio nome? O Cascão é um caso desses. Um menino travesso que tem medo de água e odeia tomar banho. Seu animal de estimação é um porquinho, tão sujinho quanto ele. Realmente, nenhum outro nome combinaria melhor do que este. 

Entendeu as diferenças? É importante observar as fragilidades de cada personagem e o rumo que você pretende dar a ele durante a história. Assim como cada um de nós “carrega” o próprio nome por onde vai, o personagem carrega no nome a sua identidade. Por isso, dedique tempo a esta etapa importante e faça boas escolhas. 

Dicas para definição de nomes

Existem diversos recursos para encontrar o nome ideal para os seus personagens e alguns deles estão disponíveis aqui na internet. Você pode fazer busca por nomes que te interessam e pegar referências de pessoas na História com o mesmo nome, por exemplo.

É importante que o nome de cada um seja forte e alinhado com seu papel na trama. Para conseguir nomes interessantes para sua obra, pode ser interessante ir aos poucos criando uma lista de candidatos. Isso porque, em tempo de edição de textos por computador, ainda que ao final da obra você decida trocar o nome do protagonista, bastam poucos cliques para ter certeza de que todos foram substituídos. Por isso não se apresse: até o livro estar publicado, ainda há tempo de mudar.

Analise o tempo da história

Preste atenção em que tempo a sua história se passa, alguns nomes são mais característicos de determinada época do que outros. O mesmo acontece com nomes inspirados em filmes de outra nacionalidade – um personagem com nome estrangeiro faz sentido no enredo que você vai propor? Reflita.

Caso sua história aconteça numa época diferente da atual, para que a personagem tenha mais credibilidade, é interessante fazer uma busca dos nomes populares naqueles tempos. Isso porque ao escolher um nome moderno para uma personagem dos anos 30 pode criar um ruído na comunicação com seu leitor, pois cada vez que ele visualizar este nome na trama, vai lembrar que se trata de uma história completamente inventada, afinal, este estilo de nome nem existia naquela época!

Utilize o discionários de nomes

Você também pode pesquisar em Dicionários de Nomes Próprios – aqueles que futuros papais utilizam para escolher o nome do bebê, sabe? Geralmente ele é separado por gênero e possui alguns significados que ajudam na condução da personalidade do personagem. 

Observe nomes do seu dia a dia

E o mais simples: preste atenção ao seu redor! Repare na identificação da caixa do supermercado, nos nomes chamados no hall do consultório médico, na lista de chamada do seu curso, nos entrevistados de matérias da TV… o nosso dia a dia está repleto de possibilidades.

Leve o gênero do livro em consideração

Outro ponto de atenção é quando o gênero de história que se está criando é fantasia. Nesses casos, é imprescindível que o nome seja original, diferente, criado especialmente para esta personagem. Você pode buscar inspiração em outras histórias do tipo e mudar algumas letras do nome ou buscar inspiração em deuses e deusas também alterando algumas partes para dissociar uma coisa da outra. Aqui a regra é: quanto mais original, melhor.

Conheça as características da literatura Young Adult

Crie bancos de nomes

Outra dica é criar um arquivo de nomes para facilitar a pesquisa para personagens futuros. Você pode fazer uma planilha no Excel, com uma aba para nomes masculinos e uma aba para nomes femininos – se tiver alguma característica de personalidade, acrescente também. 

Resumindo: são muitas as possibilidades e por isso mesmo,
não deve ser nenhum drama batizar suas personagens. Por isso a
dica é: inspire-se e divirta-se no processo.

Artigos relacionados:

Como criar um personagem?
Tipos de narradores
Como criar um violão para sua história?

Leia Mais

Aproveite as férias para colocar a leitura em dia

O ano já começou mas ainda tem muita gente curtindo a “preguiça” antes de voltar ao trabalho (ou aos estudos). Grande parte da população opta por tirar férias nessa época para aproveitar o verão, as praias e as férias escolares para se divertir e descansar com a família toda. 

E que tal aproveitar o clima de sossego para fazer um detox das redes sociais, de checar os emails e tudo que envolva o celular ou o computador? O livro é o melhor companheiro nessas horas – permite que você foque em algo diferente, se envolva em uma história e até aprenda algo novo, dependendo do tema escolhido. 

Separamos alguns temas que podem te ajudar na escolha dos livros das férias:

Clássicos

Este é o momento perfeito para ler um dos clássicos da literatura ou reler algum dos seus favoritos. Se engana quem acha que reler um livro é perda de tempo – é na segunda leitura que a gente assimila detalhes que podem ter passado da primeira vez. Pode ser Machado de Assis, Shakespeare, Clarice Lispector, José Saramago, García Márquez… com certeza algum clássico da literatura (nacional ou estrangeira) irá te agradar.

Saúde do corpo e da mente

O início do ano é a época em que as pessoas costumam renovar suas metas e as promessas para o ano seguinte. Neste contexto, sempre ouvimos os desejos de melhoras os hábitos alimentares, fazer mais atividade física, aprender a meditar etc. Se você sente que está precisando adquirir um novo hábito, talvez esses livros sejam ideais para ler durante as férias. Você pode focar no autoconhecimento também, que trabalha diversas áreas da vida e auxilia nas mudanças do cotidiano. O mesmo acontece com os livros de autoajuda. 

Carreira e propósito

A palavra “propósito” caiu na boca do povo de um tempo pra cá e trouxe alguns sentimentos positivos e outros nem tanto – principalmente para quem não está feliz no trabalho e não sabe o que fazer. A busca incessante pelo propósito pode gerar frustração e existem diversos livros sobre o assunto. Alguns ajudando a encontrar o caminho e outros desmistificando essa obrigatoriedade de ser feliz no trabalho sendo que propósito envolve muito mais do que uma atividade apenas. Se você está passando por este momento ou tem alguma dúvida sobre propósito, vale a pena ler sobre o assunto. Se está feliz na carreira e pretende aprender coisas novas para se desenvolver, pode escolher um livro sobre a sua área de atuação, liderança, metodologias de trabalho ou outros temas que vão agregar valor ao seu trabalho.

Finanças

Diminuir os gastos, guardar dinheiro, fazer um investimento à longo prazo, organizar as finanças… taí uma das metas de todo brasileiro – considerado um dos povos com menor cultura financeira do mundo. Se identificou? O ano de 2020 pode ser o seu momento de finalmente investir em educação financeira e colher os frutos da mudança de hábitos. Existem muitos livros sobre o tema, você pode buscar os que ajudam a fazer uma planilha de gastos, os que organizam as finanças do casal, os focados em ensinar sobre investimentos, entre outros temas. 

Entretenimento

Tudo isso pareceu chato demais e te deu até dor de cabeça? Talvez você esteja precisando de uma leitura mais leve. Que tal um livro de humor? Ou de viagens? Se você pretende conhecer algum lugar novo, é sempre bom pegar umas dicas. Qual é o seu esporte favorito? Aposto que há vários livros sobre ele. Escolher um tema que você gosta (como a biografia de alguém que você admira) faz a leitura se tornar ainda mais prazerosa. Crônicas e poesias também são ótimas opções para ler sem pressa.

Ficção

Essa é uma das categorias mais procuradas nas livrarias, especialmente entre os jovens. Os livros de ficção são narrativas focadas em histórias que não são reais. Harry Potter e a saga Crepúsculo são alguns exemplos, mas os temas são muito variados e há obras para todos os tipos de público. Romances, histórias futuristas… existe uma infinidade de possibilidades para se jogar! 

Indicação

São tantas opções que ficou difícil escolher por onde começar? Você pode pedir ajuda a um amigo – é sempre bom compartilhar dicas de livros. Você pode comentar sobre o tema depois, com a pessoa que te indicou o título. 

Outra dica é ir direto na fonte – toda livraria ou editora possui uma lista com os livros mais indicados e você pode começar a pesquisa por eles. Se você ainda não escolheu o livro das férias, dê uma olhada na nossa lista de best-sellers

Leia Mais

livro embalado para presente

Presenteie com um livro

O Natal está chegando e sempre surge a dúvida do que comprar de presente para os amigos, para a família, para o chefe, para o mozão e para as crianças. É comum ouvir a frase “nao sei o que dar para fulano(a), ele(a) já tem tudo”. E muitas vezes é verdade. As crianças estão rodeadas de brinquedos que não chamam tanta atenção quanto um tablet, os adultos possuem roupas demais, o seu chefe está cansado de ganhar garrafas caras de bebidas e o seu crush vai guardar as fotos e a caixa de recordações com cartinhas românticas na gaveta. E agora? Neste Natal, presenteie com um livro!

Por que um livro?

Existem muitos motivos para escolher um livro para dar de presente. Vamos lá:

  • É muito gratificante incentivar o hábito da leitura tanto em adultos quanto em crianças
  • Ao escolher um livro, você pensa no estilo e na personalidade da pessoa, tornando o presente ainda mais especial
  • O livro pode passar uma mensagem que você gostaria de compartilhar, seja um ensinamento ou uma reflexão
  • Ao comprar um livro, você contribui com a valorização da literatura e com o mercado editorial
  • Apesar de muito títulos famosos e interessantes de autores estrangeiros, você também pode escolher entre muitos títulos outros títulos (tão interessantes quanto os outros) para valorizar autores nacionais
  • Este é um presente para a vida toda, pode ser destacado e relido em outros momentos

Para todos os gostos (e bolsos)

Sou suspeito para falar, mas adoro ganhar livros de presente e também adoro presentear. Sinto que tem uma conexão entre quem deu, o livro e quem recebeu. Quando penso em presentear alguém, passo horas escolhendo “o livro perfeito”. E não estou falando do best-seller do momento e nem sempre de um clássico da literatura também (que provavelmente a pessoa já leu, inclusive). Eu presto atenção nos hábitos, no momento de vida atual, na história que eu conheço, nos hobbies e até nas projeções para o futuro, se isso já esteve em pauta entre a gente em algum momento. 

Vou dar alguns exemplos que podem te ajudar na escolha do livro perfeito para dar de presente neste Natal:

Crianças

Existe uma infinidade de possibilidades aqui. Se a criança for muito pequena, você pode comprar um livro de capa dura ou aqueles emborrachados, específicos para os pequenos. A ideia é se familiarizar com os livros. Você também pode optar por um livro de contação de histórias antes de dormir ou algum outro tipo que estimule a criatividade. A literatura infantil é riquíssima. Se estiver em fase de alfabetização, opte por livros que auxiliem no aprendizado. Estimular o ensino de uma segunda língua para crianças traz muitos benefícios, este pode ser um presente diferente e que desperta algo que ela vai aprender e usar a vida toda. 

Estudantes

Tem um sobrinho entrando na faculdade? A filha vai prestar vestibular? Melhor amigo se forma no próximo ano? Você tem algumas opções: escolher um título que seja relacionado à área de atuação (ou de interesse) deles, para que seja utilizado como material de estudo; uma biografia de alguém do mesmo segmento para inspirar; um livro com temática mais “relax” para tirar o foco dos estudos e descansar a mente; e muito mais. 

Fã de esportes

Aposto que o seu pai já está cheio de camisas de times e esportes diferentes e quase nunca tira elas do armário. Neste Natal, que tal presenteá-lo com um livro que fale sobre os esportes que ele mais gosta? Alguma curiosidade, biografia ou outro tema relacionado aos hobbies que ele tem ou aos assuntos que ele se interessa.

A chef da família

Toda família tem alguém que vive testando novas receitas para agradar quando estão todos reunidos – normalmente essa responsabilidade fica com a vovó mas sempre tem uma tia empenhada e que acompanha os canais de culinária (e vídeos no youtube para se inspirar). Escolha um livro de receitas para presenteá-la. Livros com foco em nutrição também são excelentes presentes, já que contribuem para uma alimentação mais saudável

Bebidas

Ainda na temática da gastronomia, você pode observar entre os amigos que cada um tem um hábito diferente quando o assunto é bebida, certo? Há quem não abra mão da cerveja gelada, tem o que chega no churrasco com limões para fazer a caipirinha. Seu chefe é do tipo sommelier, pois sabe tudo de vinhos? Presenteie com um livro dessa temática. 

Autoconhecimento

Este tema está muito em alta e é indicado para quase todas as pessoas. Se está na dúvida de qual livro escolher, algum que tenha o autoconhecimento como foco pode ser uma boa opção. Autoajuda, desenvolvimento pessoal e temas relacionados também entram aqui. 

Gostou das dicas? Existem muitos outros temas para você se inspirar na hora de comprar um livro, como viagens, saúde e bem-estar etc.Veja mais no Clube de Autores.

Vale-presente

Este é um tipo de presente que gera desconforto em algumas pessoas mas é bem recebido por outras. Isso porque o vale-presente normalmente é um cartão com um valor em “crédito” para gastar em determinada loja. Muitas livrarias possuem este serviço. Se você pensar na praticidade, ele compensa. É uma boa opção para quando você tem um valor determinado para gastar no presente (como amigo secreto) ou quando não sabe o que escolher. Mas justamente por isso é que ele pode parecer meio “impessoal”. É como receber 50 reais no envelope que os nossos avós faziam no nosso aniversário, quando a gente era criança. “Gaste como quiser” mas com a diferença de que precisa ser em um lugar previamente escolhido. 

Não existe certo nem errado mas é importante avaliar se a pessoa que você vai presentear é do tipo prática ou mais emotiva. Também pode avaliar de acordo com o momento de vida dela – se está na faculdade, um vale vai ajudar na escolha de um livro que ela realmente precise para estudar, por exemplo. 

livros em destaque na livraria

Ainda dá tempo

Se você deixou os presentes para a última hora, talvez esteja preocupado com o prazo de entrega dos e-commerces. Uma dica legal é: compre online e mande entregar diretamente no endereço da pessoa, algumas plataformas possuem a opção “presentear” que inclui um cartão virtual. Isso significa que você pode presentear tanto quem está perto quanto quem está longe. 

Deu uma olhada na internet mas prefere entregar o livro em mãos para o seu melhor amigo? Aproveite o horário estendido dos estabelecimentos comerciais nesta época do ano e escolha um livro diretamente em uma livraria. Peça um embrulho bonito e não se esqueça de escrever um cartão dizendo o motivo da escolha do título e o quão especial essa pessoa é para você.

Leia Mais

livro felicidade na livraria

Como destacar o seu livro de autoajuda

Os livros de autoajuda figuram entre os mais vendidos em qualquer época do ano e é por isso que o gênero é tão popular no mercado editorial – no Brasil e no mundo. O sucesso pode ser consequência da rotina cada vez mais acelerada da nossa sociedade, que se desdobra entre insanas horas de trabalho, longos períodos em transporte para ir e vir, responsabilidades com a família e pouco tempo para se divertir ou descansar. Existem diversos estudo que relatam o salto nos casos de depressão e ansiedade – em pessoas cada vez mais jovens – nos últimos anos. Diante de tanta correria, é compreensível que as pessoas busquem ajuda para solucionar problemas e viver uma vida melhor e mais leve, né? Principalmente se houver uma “receita” que possa ser aplicada no dia a dia. 

Que eles são fenômeno de vendas, já sabemos. O motivo também. Mas se você é autor ou pretende escrever um livro em breve, deve estar se perguntando: como destacar o meu livro de autoajuda? Veja essas três dicas:

É autoajuda mesmo?

Antes de começar a escrever o seu livro, é preciso avaliar se a ideia está realmente alinhada ao gênero. Você sabia que um livro de autoajuda é diferente de um livro de psicologia e também de um livro de autoconhecimento? Os termos são parecidos mas o conteúdo é bem diferente. 

A autoajuda, como o próprio nome já diz, é baseada no conceito de buscar melhores condições externas que resultem em melhorias internas. Como a mudança de emprego, lidar com os desafios de um relacionamento amoroso, organização financeira, hábitos saudáveis e outros exemplos que tragam felicidade ou melhor qualidade de vida. O autoconhecimento, no entanto, age de dentro para fora, por meio da essência do indivíduo. É um processo de reflexão, conhecimento e valorização pessoal mas que pode ter reflexo em ações externas, já que quando estamos bem, de maneira genuína, tudo parece fluir melhor ao redor.

Qual é a base para o que você deseja escrever? Vivência pessoal? Estudos? Em um livro de psicologia, as técnicas e procedimentos são publicadas apenas com comprovação científica – diferente dos livros de autoajuda e autoconhecimento, que possuem muitas vertentes, inclusive espirituais e esotéricas. 

Oportunidade

A seção de autoajuda das livrarias costuma ser repleta de novidades e fica até difícil para o leitor escolher o que levar. Diante de tantas possibilidades, “ganha” quem tem um tema relevante, uma capa que chame atenção e um título que desperta curiosidade. Dê uma olhada nos temas mais abordados normalmente – e fuja deles! Ou escolha uma abordagem diferente para tratar do mesmo assunto. Há autores que trazem o be-a-bá da autoajuda, com diversas técnicas para viver mais feliz, e há autores que usam situações negativas como exemplo para refletir e ressignificar as situações do cotidiano. É uma maneira diferente de tratar dos temas do dia a dia. 

Você pode optar por um novo olhar, como os exemplos acima, ou avaliar a possibilidade de se aprofundar em um tema específico e pouco explorado. Autoajuda para quem está com problemas financeiros, dicas para driblar a ansiedade de quem enfrenta a pressão dos estudos para vestibular, como lidar com os desafios de um tratamento envolvendo problemas de saúde, entre outras opções. 

Best Sellers

Apesar de focar no diferencial para bombar o seu livro, é importante observar a concorrência de gênero com outros olhos: os livros mais vendidos ou mais recomendados são ferramentas importantes para avaliar o que agrada o leitor. Você pode se inspirar em estilo de escrita, linguagem e outros exemplos para publicar o seu livro. Veja alguns títulos de autoajuda mais recomendados de 2019:

A Sutil Arte de Ligar o F*da-Se

O autor Mark Manson tem um jeito peculiar de escrever e se expressar, que encantou até os leitores que torcem o nariz quando o assunto é livro de autoajuda. Ele não traz uma fórmula mágica para ter mais qualidade de vida mas expõe o perigo que a busca pela felicidade pode causar nas pessoas. Manson fala sobre os padrões impostos pela sociedade e as consequências para quem passa a vida toda tentando se encaixar neles. É uma ótima leitura para refletir sobre as atitudes do dia a dia e colocar na balança o que realmente é passível de preocupação e o que podemos deixar pra lá.

O Milagre da Manhã

Você já deve ter ouvido falar que tem muita gente acordando cedo  e mudando os hábitos em busca de uma vida mais equilibrada. Pois é possível que todas elas tenham lido este livro. O autor Han Elrod traz uma série de benefícios para quem decide abrir mão da preguiça e mudar completamente a rotina matinal. Você acordaria às 5h para desenvolver habilidades capazes de te ajudar a alcançar o sucesso pessoal? A mudança de hábito proposta pelo autor envolve uma série de atividades que influenciam em diversas áreas da vida. A ideia foi tão bem aceita que existem grupos para incentivar e compartilhar a rotina da manhã com quem está praticando a mudança de hábito.

O Poder do Hábito

Ele já esteve entre os livros mais recomendados muitas vezes e, embora sua primeira tiragem tenha acontecido em 2012, o conteúdo é mais atual do que nunca. Já parou para observar os seus hábitos cotidianos? Beber água em jejum, tomar banho antes de dormir, arrumar a cama ao levantar, rezar antes de sair de casa. Temos inúmeros hábitos e, muitas vezes, nem lembramos como os adquirimos. O autor Charles Duhigg traz uma reflexão sobre hábitos que são prejudiciais na nossa vida e que não conseguimos nos livrar. O livro mostra exatamente o que torna uma atividade um hábito e como transformá-lo em algo positivo para nos tornarmos pessoas mais felizes.

Por que fazemos o que fazemos?

Mario Sergio Cortella é conhecido por abordar temas que trazem grandes reflexões e com este livro não poderia ser diferente. O autor traz um questionamento sobre as escolhas que fizemos e para onde elas nos levaram para depois trazer a importância de uma vida com propósito e como ressignificar a relação com trabalho, principalmente em um tempo onde quase todo mundo ao nosso redor parece insatisfeito profissionalmente. O livro fala sobre motivação, valores, carreira e como conciliar tudo isso sem abrir mão da vida pessoal.

Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas

Este é mais um clássico que nunca sai da lista dos mais vendidos e mais recomendados, apesar de ter mais de 80 anos – isso mesmo, ele foi escrito por Dale Carnegie e publicado em 1936! É considerado o guia dos relacionamentos pessoais e profissionais, com técnicas simples para aprimorar a comunicação entre pessoas e linguagem acessível com vários exemplos (reais) para você aplicar no dia a dia. 


Se interessou pelo tema? Conheça os títulos de autoajuda publicados no Clube de Autores.

Leia Mais

concurso literário

Concursos literários 2019: ainda dá tempo de participar

A gente sai de casa e se depara com decoração de Natal em todos os lugares mas o ano ainda não acabou! Se você tem interesse em participar de concursos literários, ainda neste ano, ainda dá tempo de se inscrever. Veja a grade de concursos para os próximos meses e quais ainda possuem inscrições abertas:

NOVEMBRO

32º Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba 

Organizado pela Prefeitura de Araçatuba, no interior de São Paulo, o prêmio será destinado a textos literários inéditos e cada autor pode inscrever apenas um conto. 

Prazo: 01 de novembro

Mais informações: http://smculturaaracatuba.blogspot.com/2019/09/32-concurso-nacional-de-contos-cidade.html


Concurso Nacional de Literatura João de Barro 

Organizado pela Prefeitura de Belo Horizonte, em Minas Gerais, o prêmio contempla obras nas categorias texto literário e livro ilustrado, com projeto gráfico completo, voltadas para jovens e crianças.

Prazo: 04 de novembro

Mais informações: https://prefeitura.pbh.gov.br/noticias/pbh-abre-inscricoes-para-dois-dos-mais-tradicionais-premios-literarios-do-pais



Prêmio Cidade de Belo Horizonte 

Também organizado pela Prefeitura de Belo Horizonte, em Minas Gerais, é voltado a autores residentes no Brasil (brasileiros ou estrangeiros). O concurso é para livros inéditos nas categorias de Romance e Dramaturgia.

Prazo: 04 de novembro

Mais informações: https://prefeitura.pbh.gov.br/noticias/pbh-abre-inscricoes-para-dois-dos-mais-tradicionais-premios-literarios-do-pais 


Prêmio Literário Ayres Koenig

Voltado a residentes da cidade de Araranguá, em Santa Catarina. O prêmio será para obras literárias nas categorias Infantil, História de Araranguá, Poesia e Gênero Livre. Haverá incentivo para publicação de obras.

Prazo: 07 de novembro

Mais informações: https://www.ararangua.sc.gov.br/noticias/index/ver/codNoticia/579733/codMapaItem/4496 


X Concurso Literário da Academia Taubateana de Letras 

Seleção de contos e crônicas com o tema “Sonhar é Preciso”.

Prazo: 07 de novembro

Mais informações: https://www.facebook.com/academiataubateanadeletras/posts/2886279321400595


Prêmio de Literatura Professor Germano Machado

Seleção de Contos aberta a autores de países de Língua Portuguesa

Prazo: 13 de novembro

Mais informações: http://www.fundacaoomnira.com.br/2019/09/premio-internacional-de-literatura.html 


Prêmio de Incentivo – 200 Anos de Independência – 2ª Edição

Seleção de 20 obras literárias inéditas com o tema “200 anos de Independência do Brasil”

Prazo: 25 de novembro

Mais informações: http://mapas.cultura.gov.br/oportunidade/1387 


XXXV Concurso de Poesia Brasil dos Reis – 2019

Seleção de Poesias aberta a autores de países de Língua Portuguesa

Prazo: 29 de novembro

Mais informações: https://www.facebook.com/ateneuangrensela/posts/1991778464265768 


e-Antologia – Crônicas – Covil da Discórdia

Seleção de crônicas humorísticas.

Prazo: 30 de novembro

Mais informações:http://www.covildadiscordia.com.br/concurso-cronicas-3/ 


IV Concurso Literário Cléber B. Silva 

Exclusivo para autores residentes no Brasil, com divisão por temas, de acordo com a geolocalização do autor. 

Prazo: 30 de novembro

Mais informações:https://www.facebook.com/apeletras/posts/2362933453944055

 

Gincana da Poesia 

Poesias divididas em temas, em homenagem a Castro Alves e Gregório de Mattos. 

Prazo: 30 de novembro

Mais informações: https://www.verlidelas.com/gincana-de-poesia 


Prêmio Maraã de Poesia 

Um concurso de Poesias para autores estreantes (sem livros publicados), brasileiros e residentes no Brasil.

Prazo: 30 de novembro

Mais informações: https://www.premiomaraa.com.br/regulamento 


DEZEMBRO

e-Antologica – ACID+NEON 2.0 – Coverge 

Seleção de Contos em Língua Portuguesa ou Espanhola. Há possobilidade de publicação em coletânea digital a ser distribuída gratuitamente e publicação impressa através de financiamento coletivo. 

Prazo: 01 de dezembro

Mais informações: https://coverge.com.br/edital-acidneon/ 


Chamada para Publicação – Revista A Taverna

Seleção de Contos nas categorias Fantasia, Ficção Científica e Terror.

Prazo: 05 de dezembro

Mais informações: https://tavernablog.com/2019/08/13/revista-a-taverna-envie-seu-conto/ 


Concurso Literário da Academia Pernambucana de Letras 

Podem concorrer Livros Inéditos mas também há uma categoria para Livros Publicados em 2018.

Prazo: 10 de dezembro

Mais informações: http://www.aplpe.org.br/apl-concurso-literario-2019/ 


Concurso Literário de Contos

Contos inéditos de tema livre. Os contos selecionados serão publicados no livro Coletânea de Contos CONTE-ME UM CONTO 2019, pelo Concurso Nacional de Novos Escritores.

Prazo: 31 de dezembro

Mais informações: https://www.cnne.net.br/conte-me-um-conto 


Prêmio Literário Vergílio Ferreira

Livros Inéditos na categoria Romance. Aberto a todos os interessados.

Prazo: 31 de dezembro

Mais informações: http://www.cm-gouveia.pt/noticias/abertas-as-inscricoes-ao-premio-literario-vergilio-ferreira-2020/ 


Concurso Literário de Fábulas

Contos inéditos de tema livre. Os contos selecionados serão publicados no livro Coletânea de Fábulas ERA UMA VEZ… 2019, pelo Concurso Nacional de Novos Escritores.

Prazo: 31 de dezembro

Mais informações: https://www.cnne.net.br/era-uma-vez 


Prêmio FNLIJ 2020 – 46ª Edição

Livros voltados ao público infantojuvenil e publicados no Brasil em 2019

Prazo: 31 de dezembro

Mais informações: https://www.fnlij.org.br/site/item/1205-46%C2%AA-sele%C3%A7%C3%A3o-anual-do-pr%C3%AAmio-fnlij-2020-%E2%80%93-produ%C3%A7%C3%A3o-2019.html 


Gostou? Então leia nossas dicas sobre como escrever poesias. Se você tem interesse em escrever um livro, o Clube de Autores pode te ajudar

escrever um livro

Leia Mais