Novas opções de capas

Como muitos já sabem, estamos aqui trabalhando em um novo sistema de capas para o Clube, permitindo uma customização mais completa e sem a necessidade de se utilizar as nossas molduras (onde são impressos título/ subtítulo e nome do autor/ pseudônimo).

Enquanto o sistema não fica pronto, subimos mais 144 imagens de livre uso. São temas diversos, que variam de fauna a flora, passando por paisagens e cenas que, certamente, dão margem a mil palavras ;-)

Quem quiser conferir, basta clicar na opção de piublicar livro. As novas capas aparecerão já na primeira tela.

27 comentários em “Novas opções de capas

  1. Olha, Wilson… não é só "nerds", como você fala, não…. Quem tem vontade de correr atrás, corre – até porque tudo está explicado e basta seguir as instruções.

    Digo isso porque, em 6 meses de vida (sendo apenas 2 deles em fase "alfa", pós-lançamento), já estamos aqui com mais de 1.000 livros de autores de todos os tipos e faixas etárias – um número que cresce diariamente. E puxa… se fosse tão difícil assim, não estaríamos nem com 10% disso. Não concorda? Só para se ter uma base comparativa, no ano passado inteiro, em todo o Brasil, foram lançados menos que 25 mil novos livros…

    Aliás, tem autor aqui até com mais de 80 anos – e que, com certeza, não é tão íntimo de tecnologia assim.

    Mas sabemos que nem todos os autores se adaptam ao modelo de auto-publicação (que exige mesmo um esforço maior do autor e tem, como contrapartida, o fato de ser gratuito). Tem autor que precisa de um apoio maior no processo – e, nesses casos, o que sempre fazemos é indicar editoras super competentes e que vendem este tipo de serviço.

    Respondendo à sua pergunta, o nosso ganho é na venda, juntamente com os autores.

  2. Ricardo.
    Nessa nova opção de montar as capas poderá utilizar uma imagem por inteira ou será na moldura com a possibilidade de ajustes. Tem em média quanto tempo isso vai demorar para ser lançado?

  3. Posso dar um depoimento? Eu comprei o seu livro, Fator Quântico, e comecei faz pouco tempo. Pessoalmente, estou achando-o sensacional. Diferente de todo tipo de literatura e abrindo a mente de maneira decisiva.

  4. Caro Ricardo. Gostaria de acrescentar que estou me empenhando exaustivamente no sentido de divulgação de meu livro. Está em vários sites de busca, grandes bancos de dados, e a página correspondente ao meu livro em vosso site tem obtido número de visitas satisfatória, por volta de 15 visitas por dia, mas nenhuma venda em decorrência dessas visitas. Acredito que seja o preço. Mas o fato de que, doravante, as compras podem ser parceladas, tal atitude pede viabilizar as vendas.

  5. O preço dos livros não deve diminuir ainda, Maria. O que deve diminuir em breve, sim, é o custo de frete. Os custos dos livros em si já estão extremamente negociados – acredite, não é nada fácil chegar a um valor que está abaixo da média praticada em livrarias quando se imprime um a um, sem tiragem mínima.

    É claro que queremos diminuir os custos (principalmente para permitir ganhos maiores para os autores) – mas isso só deverá acontecer no futuro.

  6. Oi, Rogério! Tem sim: basta ir ao Meu Espaço e clicar em Livros Publicados. Lá, selecione o seu livro e clique em editar. Você passará por todo o processo de publicaçào novamente, podendo alterar o que quiser e sem precisar subir os arquivos novamente.

  7. Inviabilizar é uma palavra forte demais, José. Mesmo porque, fora o frete (q já estamos trabalhando para reduzir), estamos na média de preços de livrarias – e isso pq a impressão aqui é um a um, sob demanda. Preço sempre é importante e sempre vamos trabalhar no sentido de reduzi-lo, mas ele não é o único fator decisivo (principalmente, repito, qdo estamos na média de mercado). Digo isso pq temos títulos aqui q venderam mais q 200 exemplares só no último mês – e alguns estão entre os mais caros do Clube inteiro. Aliás, a título de curiosidade, 3 dos 10 mais vendidos estão na lista dos mais caros – mas são também os mais divulgados pelos autores, q fizeram lançamentos, divulgação pela Internet, em aulas, palestras etc. Preço sempre é importante – mas há mais coisa além disso.

  8. Boa tarde!

    Meu livro estava custando 39 reais.
    Tive de corrigir algumas coisas no texto, e reenviei o pdf. A nova versão tem 299 pgs, a anterior 303. Meu direito autoral ficou o mesmo.

    Ainda assim, com menos páginas e mesmos direitos, o preço final saltou de R$39 para R$44.

    O que aconteceu?!

  9. A idéia do site é revolucionária e uma grande oportunidade para nós, escritores desconhecidos, pois ficamos independentes das editoras. Porém o que inviabiliza é o preço, um tanto quanto salgado para o leitor final.

  10. Oi, Macedo! A diferença está toda nas orelhas, que pesam e evitam essa envergadura. A boa notícia é que, provavelmente a partir do final do mês, todos os livros poderão contar com orelhas sem que o custo seja aumentado – e será possível também configurar os textos delas.

  11. Desculpem, estou estreando no site de vocês. Por favor me confirmem: vocês bancam de fato a impressão da minha obra inédita? E a quem vocês distribuem para venda? Quantas obras posso encaminhar nesse sistema?
    Cordialmente
    WILSON ROCHA

  12. Muito bom isto! Parabéns a direção do site. Gostaria de saber como se faz pra mudar um livro de uma seção para outra, exemplo: o escritor tem um livro publicado em Literatura Nacional mas quer mudar para a seção Terror, será que tem algum comando no sistema que permite isso, mesmo o livro já estando publicado?

  13. Prezado Ricardo
    Primeito, uma dúvida. Posso perguntar? Seguinte: fixado o meu preço pelo livro, onde vocês ganham?
    Agora, posso colocar uma preocipação? Seguinte. Li com detalhes o que você recomendou- como funciona- e cheguei a uma triste conclusão: burocracia informática atordoante. Vocês têm o mérito de descobrir algo genial, só queinviável para autores contemplativos como eu, que possivelmente substituem essa habilidade com – talvez – maior deciação à qualidade de susas obras. Pinçar tantaos PDFs, A5, etc., é coisa que swó os NERDS dominam,
    Desculpe.
    WILSON ROCHA
    WILSON ROCHA

  14. fico feliz capas novas
    agora podemos melhoras ainda mais a apresentação de nossas obras
    parabens a todos pelo esforço

    fico feliz

  15. Falta agora melhorar a qualidade do papel da capa, pois alguns compradores reclamaram que elas "enrolam" ou "envergam" facilmente.

    Que tal disponibilizar mais tipos de papel de capa – ou até orelhas ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *