Como escrever conteúdos para a Internet que encantem os leitores

Como já postamos aqui algumas vezes, manter uma presença ativa na Internet é essencial para cativar a sua audiência e, consequentemente, garantir mais sucesso na estratégia de divulgação do seu livro. Mas não basta apenas escrever: é preciso saber como escrever para a Internet, garantindo uma aderência maior com o seu público e o uso de algumas técnicas que posicionem melhor seus textos nos buscadores.

Esta semana convidamos o Caio Nogueira, da Upsites, para falar um pouco sobre o assunto. O texto que segue, abaixo, é dele:


Uma das maneiras de aumentar a visibilidade e a autoridade da sua marca é produzindo conteúdo online e um dos principais canais utilizados atualmente é o blog. Se você está começando na criação de sites ou já atua com essa estratégia, mas quer engajar mais o seu público, seja comentando ou compartilhando seus posts, o artigo de hoje é para você. Aprenda agora como escrever conteúdos para a web que encantem seus leitores!

1. Escreva de acordo com a sua persona

Uma vez que você tenha sua persona em mente, escreva o tempo todo pensando na linguagem dela.

Algumas pessoas cometem o erro de achar que toda linguagem para a web deve ser direta e genérica, mas de acordo com o seu nicho isso pode variar bastante.

Se no seu nicho, sua persona utiliza alguma expressão muito específica, não tenha medo de usá-la, desde que você tenha certeza que seu público irá entender.

Saia da zona de conforto!

Afinal, de nada adianta você manter um texto muito superficial, se sua persona quer mais detalhes, seu conteúdo não será informativo.

2. Crie uma estrutura para o texto

Após definir sua persona, crie uma estrutura para o seu texto, seguindo sempre uma pequena introdução, o desenvolvimento do assunto em tópicos e uma conclusão.

Essa é a estrutura básica que aprendemos na escola, mas a diferença é que para fazer seu público engajar, não se esqueça de usar as “call to action”, mecanismos para induzir sua persona a tomar uma ação.

Por isso, na introdução sempre diga qual dúvida será solucionada no texto, convidando o leitor a rolar a página.

Enquanto isso, no fim do texto, convide o leitor a compartilhar o artigo, comentar ou outra ação que seja seu objetivo.

3. Evite vícios de escrita

Por último, caso você esteja escrevendo os conteúdos do seu blog por conta própria ou contratando um redator, fique atento aos vícios de escrita.

É normal termos algumas manias na nossa linguagem, mas na redação para a web, isso cansa o leitor.

Por isso, evite sempre:

Repetição de informações

Ficar voltando ou reforçando várias vezes ao mesmo tema é um péssimo hábito de escrita. Evite-o.

Frases muito longas

Para tornar o texto mais escaneável, quebre as frases e parágrafos. Mesmo que seu texto seja interessante, ele não irá entreter o leitor se não for facilmente escaneável.

Inserir muitos advérbios terminados em (-mente)

Apesar de necessário em alguns casos, as frases com terminações em -mente cansam o leitor. Sempre que possível, troque por expressões mais imperativas.

Em vez de “normalmente ele compra”, troque por “é normal ele comprar”.

Voz passiva

Isso significa evitar frases como “A porta foi fechada por Pedro”, mas sim substituir por “Pedro fechou a porta”.

Uma dica para detectar todos esses vícios é ler seus textos 1 dia depois de estarem prontos. Nunca leia logo após terminar, pois sua mente já está viciada naquela leitura e não irá identificar os problemas.

4. Use elementos gráficos

Uma dica que parece simples pode aumentar o valor dos seus blogposts, pois a disposição de um texto na web facilita a leitura dele.

Não adianta um artigo estar completo com, se ele não é escaneável ou não deixa as informações principais destacadas.

O leitor na internet tem pressa, por isso, use elementos como cores, fontes diferentes, negrito, itálico ou sublinhado.

Porém, use com cautela e tente encontrar um padrão para o uso dos elementos gráficos.

5. Não espere por sua inspiração

A última dica é que muitas pessoas pensam que a escrita é uma questão de “dom” ou inspiração que apenas alguns têm. Porém, a boa escrita pode ser conquistada a partir de muita leitura, prática, tentativas e erros.

Além disso, você não precisa ter uma inspiração de repente. Basta criar um contexto para que ela aconteça.

Para isso, você pode dar um tempo à sua mente, seja fazendo meditação, exercícios físicos ou mesmo assistindo à uma série ou documentário sobre o tema que deseja escrever.

Você tem alguma dúvida sobre seu conteúdo? Deixe seu comentário!

 

 

6 comentários em “Como escrever conteúdos para a Internet que encantem os leitores

  1. Super me identifiquei com a dica dos vícios de escrita. Quando fazemos a correção no mesmo dia, é muito comum deixar passar detalhes. Mas quando é feito isso depois, parece que os erros estavam gritando com a gente e nem nos damos conta, é bem engraçado na verdade.
    Também acho bacana fazer uma leitura em voz alta, ajuda a identificar erros, se as frases fazem sentido, tem coerência, enfim se está claro, afinal nem sempre o leitor tem o mesmo grau de conhecimento de quem está escrevendo.
    Quanto ao “dom”, acredito que em qualquer área de comunicação ter referências é importante. E para nós redatores isso é indispensável. Precisamos ler muito e não apenas sobre temas que escrevemos, mas sobre tudo. Isso dá uma bagagem bem pesada e melhora muito a nossa escrita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *