Glauco Mattoso e sua obra mordaz no Palavra Inquieta

O escritor Glauco Mattoso irá participar do “Palavra Inquieta”, evento semanal que reúne nomes da literatura nacional para um bate-papo com internautas. Organizado pelo Clube de Autores, o encontro será realizado amanhã, quinta-feira, a partir das 19h30.

Formado em biblioteconomia pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo e em Letras pela USP, Glauco Mattoso é considerado “maldito” dentro da literatura nacional por escrever sonetos libertinos, malcriados e insolentes e por ser muito satírico, irreverente e libidinoso. Nos anos 70 era integrante da “poesia marginal” e foi um dos resistentes culturais em plena Ditadura.

Glauco foi o criador do fanzine “Jornal Dobrabil” e colaborou em diversos órgãos da imprensa alternativa, como “Lampião”, “Pasquim”, “Escrita”, “Chiclete com Banana”, “Top Rock” entre outros. Chegou a fazer crítica literária e ensaio para o “Caderno de Sábado” do Jornal da Tarde, mas sempre com assuntos voltados para a cultura underground e temas transgressivos.

Para participar do bate papo, basta acessar a página do Clube de Autores no Facebook e clicar no item “Palavra Inquieta”, ou se preferir, ir direto pelo link: http://on.fb.me/gh5QD7. A transmissão do encontro será gratuita e online.

Dúvidas e perguntas poderão ser feitas durante a transmissão pelo perfil do CdA no Twitter: @clubedeautores. Para mais informações ou sugestões, basta enviar um e-mail para atendimento@clubedeautores.com.br.

Um comentário em “Glauco Mattoso e sua obra mordaz no Palavra Inquieta

  1. Prezado Glauco Mattoso: Gostaria de lhe enviar o livro que estou lançando online com o título de POEMAS HOMOERÓTICOS ESCOLHIDOS.trata-se de uma coletânea internacional com poemas de Genet,Cernuda,Abu Nuwas,Antonio Botto,etc. Também 13 poemas meus e 10 de Raimundo de Moraes, co-autor do livro. O volume sai com ilustrações de artistas dos Estados Unidos, México,Colômbia, Brasil. Um abraço, Paulo Azevedo Chaves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *