Clarice chega ao Clube trazendo inteligência artificial ao atendimento

No final da semana passada, colocamos no ar um robô de atendimento para facilitar a resposta a dúvidas da comunidade de autores sobre os mais diversos assuntos.

Clarice – como batizamos nosso primeiro robô, em homenagem à Clarice Lispector – estreou no Facebook Messenger, onde já está interagindo com diversos autores e leitores, e em breve irá também para o atendimento no site do Clube (mais especificamente na área de dúvidas).

A ideia não é eliminar o atendimento humano, hoje encabeçado pelo Fred, mas sim agilizá-lo.

Como quase 70% das dúvidas que recebemos referem-se a processos normais de publicação – quase todos respondidos já no site – Clarice fará essa intermediação inicial com capacidade de retorno para o autor diretamente via chat, em uma fração de segundos.

E, claro, ela também encaminhará dúvidas mais específicas, cujas respostas não souber, ao Fred e à nossa equipe.

Para nós, não deixa de ser um novo membro da equipe – o primeiro cyborg que contratamos, por assim dizer.

Seja bem-vinda ao Clube, Clarice!

Leia Mais

Mundos em transposição, parte 1

“Qual o sentido de ir a uma livraria, por mais megastore que seja”, uma amigo me perguntou no final do domingo.

Ela não se referia à Internet, ressalte-se: referia-se a uma livraria física, daquelas belíssimas que decoram os shoppings e esquinas daqui de São Paulo com verdadeiras esculturas renascentistas feitas de letras e papel.

Ela continuou: “Já fui em três livrarias ontem e não achei nenhum dos dois livros que procuro. Pedi para o vendedor me indicar algo ao menos relacionado ao tema, mas ele conhecia literatura tanto quanto eu conheço física quântica.”

Sua conclusão: se estiver procurando um livro específico, mais fácil e rápido buscá-lo na Internet, em algum site tipo a Estante Virtual, que sempre tem tudo da velha literatura.E, se estiver buscando algo mais novo sobre um tema específico, melhor garimpar no Clube de Autores, que concentra tudo de novo.

Um ponto em comum entre ambos: nenhum dos dois trabalha com estoque. Ainda que com modelos diferentes, todos fazem da própria rede – seja de sebos e pequenas livrarias a autores independentes – a fonte primária de conteúdo.

É justamente aí que está o futuro. Ou melhor: é “aqui”.

Leia Mais

Quer saber de onde são os seus leitores?

Recentemente, alguns dos autores do Clube nos escreveram pedindo mais informações sobre os leitores. Nós temos, claro, algumas restrições a abrir os dados – principalmente por conta de políticas que consideramos sagradas, como garantir a privacidade dos usuários.

Por conta de um email enviado pelo autor Leandro Martins de Jesus, começamos a debater que tipo de informação poderia ser aberta para ajudar o autor a entender o perfil de seus leitores sem, claro, gerar nenhum tipo de problema ou constrangimento para estes.

Ao final, lançamos uma pequena (mas potencialmente útil) atualização no sistema de direitos autorais: agora, o autor pode saber de que cidade e estado vem cada um dos seus compradores.

A medida já começou a repercutir bem perante os autores. Helena Mader, por exemplo, surpreendeu-se com o que viu: “Confesso que fiquei até emocionada em ver a amplitude geográfica de procura pelo meu livro”. O autor Edvaldo Pereira Lima também elogiou, afirmando ser um dado importante para os escritores.

Se você tem um livro publicado aqui e deseja ver de onde são os seus leitores, basta ir a Meu Espaço e clicar em Minhas vendas/ direitos autorais. Estará tudo lá!

Leia Mais

Capas 100% customizadas, orelhas e nomes na lombada

Depois de um intenso trabalho de desenvolvimento, lançamos, na noite de ante-ontem, um novo e aprimorado sistema de capas no Clube de Autores.

Agora, todas as capas podem ter a sua frente 100% customizada – ou seja, sem que o autor precise se prender às molduras em que apareciam título e nome do escritor. Essa mudança, no entanto, é apenas uma no pacote que lançamos.

Somando-se às capas customizadas, todos os livros terão direito a orelhas. Além de serem um espaço a mais para que o autor se apresente e apresente a sua obra, as orelhas também fazem mais peso na capa, evitando que elas enverguem e aumentando a qualidade geral.

Para completar o pacote, conseguimos também inserir nas lombadas os nomes dos títulos, para que os livros consigam ser melhor selecionados nas prateleiras dos seus leitores.

A mudança será aplicada de forma automática e gradativa a todos os títulos – ou seja: até o final da semana que vem, todos os livros pubilcados já sairão com orelhas e nomes na lombada (sem que o escritor precise fazer nada).

E, claro, as orelhas sairão em branco até que os autores configurem o texto.

Quem quiser agilizar o processo por conta própria, já alterando a sua capa e/ ou montando o texto das orelhas, basta ir a Meu Espaço, Livros Publicados, clicar em “gerenciar” e, em seguida, “editar capa” e/ ou “editar a descrição do livro” , seguindo os procedimentos indicados.

Você perceberá também que todo o fluxo de publicação de livros mudou – permitindo também que se simule o preços de custo das obras de acordo com a sua paginação antes de fazer o seu cadastramento.

Ainda há uma série de novidades que divulgaremos nos próximos dias e mesmo esse sistema será ainda aprimorado de acordo com alguns testes de usabilidade que estamos fazendo com os usuários. Mas uma coisa é fato: todos os livros deram, com isso, um grande salto de qualidade.

E o melhor: sem aumentar em nada os custos para os compradores finais.

Leia Mais