Táticas de guerrilha para lançamento de livros

Guerrilha, por definição, é aquele tipo de combate de emboscada, tipicamente travado por exércitos e milícias com poucos recursos e muita vontade. No marketing, há toda uma disciplina pautada pelo uso de táticas pouco convencionais que seguem os mesmos princípios, usando situações inusitadas, redes sociais e criatividade para compensar a falta de verba de mídia tão típica de quem não é multimilionário.

Isso se aplica, claro, à quase totalidade de escritores independentes. E veja o que achamos: uma matéria do Dito pelo Maldito especificamente sobre táticas de guerrilha para escritores! Fica como uma das nossas principais recomendações aqui :-)

Para acessar, clique aqui, na imagem abaixo ou vá diretamente a este link: http://www.ditopelomaldito.com/2016/08/taticas-de-guerrilha-para-promover-o.html

Screen Shot 2016-08-15 at 11.03.08 AM

Leia Mais

Como usar o email para construir sua plataforma de autor

O (excelente) site Publisher’s Weekly fez uma matéria recentemente sobre maneiras de se montar uma plataforma para autores. Uma observação: plataformas de autores são ecossistemas de presença digital – incluindo site/ blog, redes sociais etc. – em que o relacionamento com os públicos efetivamente “acontecem”. Para autores que se autopublicam, claro, uma plataforma bem estruturada é fundamental por ser a origem de todo o seu marketing.

A matéria, na íntegra – infelizmente apenas em inglês – pode ser vista clicando aqui. Não posso traduzir o texto todo por uma questão óbvia de direito de uso, mas posso ao menos listar os tópicos todos que eles consideram relevantes aqui e recomendar fortemente que acessem e leiam:-)

  1. Entenda que email é uma forma íntima de comunicação
  2. Sua conta e lista de email são propriedades valiosas suas
  3. Você pode promover seus eventos de lançamento
  4. Newsletters periódicas podem criar fãs para toda a vida
  5. Você pode rastrear os seus emails
  6. É a lista de distribuição que tem valor
  7. Emails fazem você ficar independente

Quer entender melhor cada tópico e começar a trabalhar com email marketing de maneira mais profissional e efetiva? Reforço: acesse a matéria clicando aqui.

Communication concept: Hand pressing a letter icon on a world map interface
Communication concept: Hand pressing a letter icon on a world map interface

 

 

Leia Mais

Vídeos, vídeos, vídeos

Nós já falamos algumas vezes aqui sobre booktrailers. Apesar de serem uma ferramenta relativamente pouco utilizada – e, quando utilizada, feita com um nível de profissionalismo menor que o necessário – elas tem um peso forte na decisão de compra do leitor.

E isso não se dá apenas pelo trailer em si: se dá pelo formato. Veja no infográfico abaixo, infelizmente apenas em inglês. Agora acompanhe o raciocínio:

1) O que todos nós, escritores, queremos fazer, é contar histórias. Perceba que, aqui, uso o termo “queremos fazer”. Sim, porque o ato de contar histórias requer um elemento que não depende tanto assim da história: o ouvinte (ou leitor). Na prática, nós escrevemos histórias – e nos esmeramos para achar um público que se interesse para que possamos contá-las.

2) Públicos, hoje, estão dispersos pela Web e à mercê de zilhões de ofertas de conteúdo.

3) Qual a melhor maneira de atrai-los? Usando todas – ABSOLUTAMENTE TODAS – as ferramentas de marketing que estiverem ao nosso alcance.

4) Obviamente, cada ferramenta de marketing tem sua eficácia intimamente ligada à forma com que é utilizada. Mas, isto posto, se terá mais sucesso utilizando uma ferramenta já largamente aceita por uma maioria. Certo?

É onde entra o vídeo.

Agora reveja o infográfico abaixo. Alguma dúvida sobre a relevância de utilizar vídeos para divulgar a sua obra?

video-marketing-infographic

Leia Mais

Dica de Eduardo Esber para divulgar o seu livro

A divulgação de seus livros é um tema de crescente importância não apenas para autores independentes, mas para todo e qualquer escritor no mundo de hoje.

Sempre que possível, buscamos compartilhar aqui pelo blog ou em outras mídias sociais em que estams presentes práticas de sucesso encabeçadas por autores dos quatro cantos do país.

Essa semana, recebemos, pelo atendimento, um artigo do autor Eduardo Esber sobre o mesmo tema. Com a sua autorização, o publicamos, na íntegra, aqui no blog. Boa leitura!

Dicas para divulgar seu livro

Se apenas escrever um bom livro bastasse para que o livro vendesse bem e seu autor ficasse feliz, todos os autores desse mundo seriam as pessoas mais felizes que poderiam existir. O melhor livro do mundo não venderá nada se as pessoas não souberem que ele existe, e para isso é necessário um árduo trabalho de marketing. Por outro lado, livros nem tão bons vendem muito bem devido a um adequado trabalho de marketing, que faz as pessoas saberem que ele existe e comprarem-no.
 
Nesse aspecto, digo para os autores que conta tudo o que for válido para fazer com que o público saiba que o seu livro existe. Fundamentalmente, isso é o que importa! Mesmo que não o comprem de imediato, as pessoas precisam saber da existência do livro. Isso favorece uma compra futura e também favorece a divulgação do mesmo, informalmente, entre elas.

Quando você vai comprar um sapato ou uma roupa, você não experimenta? Quando vai numa livraria convencional comprar um livro, você não dá umas folheadas antes? Compraria um carro sem fazer um test drive? Nesse aspecto, é sempre de bom tom divulgar algumas partes de seu livro para que o leitor conheça o tipo e o estilo de seu trabalho e assim possa se interessar pela sua obra. Seria como uma degustação oferecida a eles. Você acha que essas empresas que investem em quiosques de degustação de café em supermercados não têm um bom retorno desse trabalho? Claro que sim! E com os livros, acredite, a coisa não é diferente. A não ser que seu livro não seja lá grande coisa, sempre é bom dar uma amostra de seu conteúdo para os leitores, principalmente em se tratando de livros vendidos pela internet, pois nesse caso, o leitor não pode folheá-los antes da compra.

Levando-se em conta tudo isso que foi dito, deixo uma dica que considero importante para os autores que desejam uma maior divulgação de seus livros:

_ Façam um blog específico para o livro, onde constará a capa do livro, sua história, uma amostra de seu conteúdo, uma breve biografia do autor, comentários da imprensa e de quem leu o livro e o principal, que é o link para que o leitor compre o livro.

Tudo isso é muito importante e conta muito. Nesse blog, você até pode abrir espaço para comentários dos leitores e responder a eles, aumentando a interatividade. Para divulgar seu livro, simplesmente divulgue o endereço de blog, que deve ser fácil de ser memorizado. Um detalhe importante: O nome do blog deve corresponder ao nome do livro. Você não pode escrever um livro sobre, por exemplo, culinária, e chamar o seu blog de “estrela cadente”. Tem que haver uma certa coerência. Se quiser algo bem profissional, registre um domínio “ponto com” ou “ponto net”. É fácil, custa em torno de vinte reais ao ano e você e sua obra ganham individualidade.
 
Para ilustrar tudo isso que foi exposto, aproveito para mostrar o trabalho que fiz com relação ao recente livro que publiquei. O livro se chama “80 piadas de dentistas (revisitadas e comentadas)”, aqui publicado. Coloquei no ar a página:
 
http://80piadasdedentistas.net

Nela consta tudo sobre o que conversamos, inclusive com link para uma outra página mais detalhada, que fala mais do livro, acessado quando se clica em sua capa. Existe um link para a compra do livro e inclusive, também, para a compra de uma versão reduzida do mesmo, em formato E-book, bem mais barata e que serve como divulgação do trabalho.

Resumindo, escrever um livro é relativamente fácil, perto do trabalho de divulgação que vem depois. Não basta apenas escrever o livro. Isso seria a mesma coisa que se acendêssemos uma lâmpada e a colocássemos dentro do armário. É necessário um trabalho de marketing, de divulgação, enfim, de fazer o maior número de pessoas possível saberem que o livro existe. Nós somos autores independentes, mas isso não basta. Devemos também nos tornar os melhores divulgadores independentes que pudermos e assim alcançaremos os bons resultados que almejamos.

Desejo aos autores muito sucesso e muita criatividade na divulgação de seus trabalhos.

Abraços a todos.

Eduardo Esber

Leia Mais

Autores passam a ter acesso aos códigos dos pedidos de seus livros

Alguns autores haviam nos pedido, há algum tempo, para que colocássemos mais informações sobre os pedidos feitos de suas obras. Uma das principais solicitações era para que colocássemos o código dos pedidos na relação, possibilitando que eles realizassem algumas ações de marketing diretamente com os seus leitores.

Era o caso, por exemplo, do autor Carlos Felipe Pinto Martins, de “Os Super Sinais de Anáise Técnica“, que concede descontos nos serviços que presta sempre que um cliente adquire a sua obra. E, claro, saber o código do pedido é fundamental para que ele identifique que o cliente efetivamente fez a compra.

Desde a semana passada, essa solicitação já está no ar. Agora, em Meu Espaço > Meus Direitos Autorais, é possível verificar o número de cada pedido confirmado de suas obras.

Estamos analisando ainda a possibilidade de colocar alguns outros dados sem ferir a sagrada privacidade do leitor e devemos ter mais novidades em breve.

Leia Mais