preço-médio-dos-livros-cda

Preço médio dos livros e volume de vendas: dados de mercado no Brasil, Portugal e Espanha

O preço dos livros é um fator determinante para os leitores apostarem ou não em uma obra. Infelizmente, muitos deixam de comprar um livro favorito por este estar acima do poder aquisitivo do leitor, frustrando e mostrando um dos vários desafios do mercado livreiro. Seja por conta do preço do papel, inflação ou outras dinâmicas do mercado, o preço do livro tende a crescer em diversos mercados.

Neste texto, analisaremos como está o cenário atual dos mercados brasileiro, português e espanhol, bem como o volume de venda de livros, preço médio, número de vendas, faturamento e outros dados relevantes.

Boa leitura!

Como está o preço médio dos livros no Brasil?

preço-médio-dos-livros

Em alta há mais de um ano, o preço médio do livro subiu 12,8% e atingiu R$ 54,49 no segundo período de 2024 (de 30 de janeiro a 26 de fevereiro) em comparação com o ano passado, conforme o Painel do Varejo de Livros do Brasil, pesquisa realizada pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e pela Nielsen Book. Desde o início do ano, o preço médio do livro já aumentou 15,69%.

Motivos para o aumento do preço

Em nota, Ismael Borges, gerente regional da Nielsen Bookdata Brasil, relacionou o aumento do preço com a queda do desconto médio, que caiu 5,5% desde o início do ano. Isso significa que, embora os livros estejam mais caros, os descontos oferecidos pelas editoras e livrarias diminuíram, impactando diretamente no preço final pago pelo consumidor.

Impacto nas vendas e faturamento

Também em comparação com 2023, as vendas de livros caíram 0,29% no segundo período, quando foram comercializados 4,02 milhões de livros. Trata-se da menor queda registrada desde junho, última vez que as vendas do setor cresceram. Apoiado na alta do preço, o faturamento das editoras cresceu 12,8%, alcançando R$ 219,19 milhões.

Crescimento da bibliodiversidade

Um ponto positivo destacado na pesquisa foi o aumento da bibliodiversidade, ou seja, a variedade de títulos vendidos. Houve um crescimento de 8,77% nesse período. No acumulado do ano, a bibliodiversidade subiu 3,13%, animando as editoras e contribuído para uma recuperação do mercado editorial.

Perspectivas para o futuro

O presidente do SNEL, Dante Cid, afirmou em nota que “os resultados demonstram uma recuperação importante que ameniza a preocupação gerada no primeiro período”. Em janeiro, as vendas e o faturamento caíram, respectivamente, 15,7% e 0,2%

“É preciso destacar também o aumento de 8,77% da bibliodiversidade, que traduz o trabalho incansável das editoras para reverter a curva e proporcionar novas opções aos leitores”, completou Cid.

Considerações sobre a venda de livros no Brasil

O mercado editorial brasileiro está em um momento de recuperação, mesmo com desafios como a queda nos descontos e as flutuações nas vendas. O aumento do preço médio do livro e a maior bibliodiversidade são sinais de um setor que está se adaptando e buscando formas de crescer e oferecer mais opções aos leitores. Continuaremos acompanhando esses dados para entender melhor as tendências e o futuro do mercado de livros no Brasil.


Que tal conhecer o nosso simulador de publicação? Basta clicar AQUI para dar partida no sonho do livro publicado.


Já em Portugal, como está o mercado livreiro?

preço-médio-dos-livros-3

Segundo a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), o primeiro trimestre de 2024 trouxe boas notícias para o mercado editorial em Portugal. Durante este período, foram aproximadamente 2,961 milhões de livros vendidos, um aumento de 5,8% em relação ao mesmo período de 2023. 

Este crescimento nas vendas resultou num montante 42,26 milhões de euros, representando um crescimento de 7,6% face aos primeiros três meses do ano passado.

Dados e preços médios

A APEL baseou-se nos dados disponibilizados pela GFK, uma entidade independente que audita e contabiliza as vendas de livros ao longo do ano. Conforme a Gfk, o preço médio do livro entre janeiro e março de 2024 subiu 1,8%, alcançando os 14,27 euros. Este ligeiro aumento reflete a valorização do mercado literário português.

Pontos de venda

Os dados também revelam que a maioria dos livros vendidos no primeiro trimestre foi feita por livrarias, que representaram 70,2% do total de vendas. Os hipermercados, por outro lado, foram responsáveis por 29,8% das vendas. Em termos de valores arrecadados, as livrarias ficaram com 79,5% do total, enquanto os hipermercados contribuíram com 20,5%.

Categorias de livros mais vendidas

Literatura Infantojuvenil

O gênero mais procurado foi a literatura infantojuvenil, representando 35,3% das unidades vendidas, a um preço médio de 11,03 euros. Este segmento contribuiu com 27,3% do valor das vendas, destacando-se pela sua popularidade entre os leitores mais jovens.

Ficção

A ficção ocupa o segundo lugar em termos de unidades vendidas, com 31,0% do mercado, a um preço médio de 16,40 euros por livro. Este gênero conseguiu 35,6% do valor total das vendas, demonstrando a forte demanda por histórias imaginativas e narrativas envolventes.

Não Ficção

Os livros de não ficção representaram 30,1% das unidades vendidas, com um preço médio de 17,12 euros. Este gênero obteve a maior fatia do valor total de vendas, correspondendo a 36,1% dos 42,26 milhões de euros do mercado no período. A não ficção inclui obras de grande valor educacional e informativo, que continuam a atrair leitores interessados em temas diversos e aprofundados.

Campanhas e Exclusivos

O gênero menos representativo foi o de campanhas e exclusivos, que contribuiu com 3,6% das unidades vendidas e 1% do valor final apurado, com um preço médio de 4,03 euros.

Comparação com o primeiro trimestre de 2023

No primeiro trimestre de 2023, foram vendidos 2,8 milhões de livros, gerando um valor total de 39,31 milhões de euros. Este aumento nas vendas e no valor total do mercado reflete um crescimento contínuo e saudável no setor editorial.

Tendências e perspectivas para 2024

No total do ano de 2023, a venda de livros em Portugal cresceu 5% em valor em relação a 2022, impulsionada principalmente pelas faixas etárias mais novas e pelas redes sociais. Esta tendência de crescimento, embora menos acentuada do que nos anos anteriores, manteve-se firme.

Os resultados positivos dos primeiros três meses de 2024 levam a APEL a afirmar que “o ano começa com um trimestre de evolução positiva, sugerindo um cauteloso otimismo” para o restante do ano.

Considerações sobre o mercado português

O mercado editorial português está mostrando sinais de recuperação e crescimento contínuo. Com o aumento nas vendas e no valor financeiro arrecadado, além da diversidade de gêneros vendidos, há razões para um otimismo cauteloso em 2024.


Para entender mais sobre gêneros literários, acesse este artigo do nosso blog: Gêneros Literários: aprenda os conceitos, estilos e características


Mercado livreiro na Espanha: como estão as vendas de livros?

preço-médio-dos-livros-2

O setor de livros na Espanha alcançou em 2023 seu maior faturamento desde que os dados começaram a ser registrados. As vendas de livros atingiram um valor de mais de 1.150 milhões de euros, marcando um crescimento de 4% em relação ao ano anterior. Este marco foi apresentado no final de fevereiro pela empresa GFK, a Fundação Germán Sánchez Ruipérez (FGSR) e a Federação de Associações Nacionais de Distribuidores de Edições (FANDE) no relatório “O Mercado do Livro na Espanha 2023“.

Tendência positiva

O setor de livros na Espanha mostra um crescimento contínuo desde 2020. Comparando com os números anteriores à pandemia da COVID-19, o mercado cresceu 24%. No último ano, foram vendidos quase 75 milhões de livros impressos, representando um aumento em volume de 0,6% em relação ao ano anterior. O preço unitário do livro também subiu 3,9%, com um aumento de algo mais de 50 cêntimos de euro por exemplar.

A Liderança das novas publicações

Em 2023, foram 27.886 novas publicações, representando cerca de 5% do catálogo editorial total. Essas novidades editoriais contribuíram significativamente para o mercado, gerando quase um terço da faturação total dos livros.

Gêneros mais vendidos

Todos os gêneros experimentaram crescimento, embora os quadrinhos tenham começado a desacelerar após o forte crescimento dos últimos anos. Atualmente, os quadrinhos representam 7% do total das vendas. A maioria do valor do mercado editorial é destinada a não-ficção (29% do total), seguida pela ficção (28%) e infantojuvenil (27%).

Principais canais de venda

No caso dos livros, as vendas online representam 30% do total, enquanto os outros 70% correspondem às compras em lojas físicas. Em 2023, houve um crescimento notável no valor gerado pelas livrarias (4%) e pelas lojas de departamento e redes de livrarias (6%).

Períodos de maior faturamento

O relatório destacou os períodos do ano que representam a maior faturamento para o setor de livros: as últimas e primeiras semanas do ano (coincidindo com a época de Natal), o final de abril (especialmente em Barcelona, por Sant Jordi), o final de maio (na Comunidade de Madri pela Feira do Livro) e o final de junho (coincidindo com o verão).

Perspectivas para o próximo ano

Para 2024, espera-se que o setor continue essa tendência positiva com um crescimento projetado de 2,4%. Com a manutenção do interesse por livros impressos e a adaptação contínua das livrarias e editoras às necessidades dos leitores, o mercado do livro na Espanha parece estar em um caminho promissor de desenvolvimento e crescimento sustentado.

Considerações sobre as vendas na Espanha

O mercado do livro na Espanha está mais forte do que nunca, com recordes de faturamento e um crescimento contínuo que reflete o valor cultural e econômico dos livros. As livrarias e editoras desempenham um papel crucial na manutenção dessa trajetória positiva, e as expectativas para 2024 são igualmente encorajadoras. 

Publique no Clube de Autores

O Clube de Autores é a plataforma de autopublicação para autores de língua portuguesa e está presente em todo o mundo. Junte-se à nossa comunidade, que já conta com mais de 65 mil autores e mais de 100 mil livros publicados. Isso representa mais de 20% de todos os livros publicados em língua portuguesa em 2023.

Publique o seu livro conosco gratuitamente clicando AQUI e dê o passo mais importante da sua carreira literária. 

Comente aqui o que achou dos dados apresentados e até a próxima leitura.

Você também pode gostar de ler:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *