[13/04, 15:36] Atualização de ações do Clube relacionadas ao COVID-19

[ESTE POST FOI ORIGINALMENTE PUBLICADO EM 23/03. ATUALIZAÇÕES DE AÇÕES SERÃO POSTADAS AQUI COM DATA PARA FACILITAR O ENTENDIMENTO. ROLE PARA BAIXO PARA VER O QUE MUDOU.]

Medidas de apoio ao autor e à cadeia editorial da autopublicação

Esta página concentra todas as mudanças, atualizadas em tempo real, relacionadas a todas as ações sendo tomadas pelo Clube de Autores para enfrentar o período de crise relacionado ao COVID-19.

Sempre que houver atualização, esta será inserida em itálico e com a data. As medidas incluem:

Descontos em todos os livros impressos

Estamos instituindo, por tempo indeterminado, um desconto de R$ 9 em todos os livros impressos do Clube de Autores. Da mesma forma que nas promoções tradicionais, os direitos autorais não são impactados em nada.

[ATUALIZADO EM 25/03]: O desconto será reduzido para R$ 7 a partir de hoje, patamar levemente mais sustentável para toda a operação, sendo que a diferença será utilizada para aumentar o repasse de capital para a cadeia de parceiros (item abaixo).

[ATUALIZADO EM 30/03]: O desconto será reduzido para R$ 5 a partir de hoje. Vale destacar que essas reduções progressivas de desconto são importantes para manter a operação como um todo sustentável. É possível que novas flutuações ocorram no futuro próximo, seja aumentando ou diminuindo promoções. Novidades continuarão sempre sendo postadas aqui no blog.

[ATUALIZADO EM 15/04]: O desconto será formalmente encerrado nas próximas horas e o aumento de repasse às gráficas se manterá ainda por tempo indeterminado.

Aumento no repasse às gráficas

Essa é uma medida invisível para leitores e autores, mas que queremos deixar clara aqui em nome da transparência. Também a partir de hoje, estamos aumentando o custo gráfico de todos os livros. Ou seja: pagaremos às gráficas mais pela impressão de cada livro do que o que temos pactuado com eles em contrato. O motivo é simples: aumentar o faturamento de parceiros fundamentais para toda a cadeia editorial e que estão sendo severamente afetados por essa crise súbita.

[ATUALIZADO EM 25/03]: O repasse será ampliado para a cadeia, motivo pelo qual o desconto por exemplar será levemente diminuído (como forma de garantir sustentabilidade financeira para a operação como um todo).

[ATUALIZADO EM 30/03]: A soma do repasse maior para gráficas com manutenção do volume de vendas, viabilizado em partes pelos descontos do início da crise, estão surtindo efeito e conseguiram, até o momento, manter toda a cadeia em plena operação.

[25/03] Correios suspendendo e reliberando frete mais barato

Fomos surpreendidos com um comunicado dos Correios suspendendo uma modalidade de frete específica para livros (chamada de Impresso Módico). Essa modalidade permitia entregas mais baratas para todo o território nacional e era praticada há anos.

Quem entrou no site ontem, por exemplo, já percebeu que os valores de entrega subiram consideravelmente. Hoje, fomos (ainda bem) positivamente surpreendidos com a volta dessa modalidade. Assim, os fretes para todos os pedidos voltaram a ficar mais baratos.

[25/03] Entregas normalizadas em Santa Catarina

As entregas no estado de Santa Catarina estavam suspensas por uma decisão liminar. A liminar foi derrubada pela justiça e, a partir de hoje, todas as entregas foram normalizadas.

Crônicas de Quarentena

Se nós todos somos escritores, nada mais natural e óbvio do que escrevermos e compartilharmos com o mundo tudo o que estamos vivendo nesse período de quarentena. Estamos montando um projeto nesse sentido e já já publicaremos mais novidades.

[ATUALIZADO EM 25/03]: O projeto já está no ar e pode ser acessado neste link aqui. Faremos post na sequência detalhando-o. Participe!

Home office para todos nós

Sei que isso é óbvio, mas não custa reforçar: toda a nossa equipe está trabalhando de casa durante todo esse período.

Mais coisas a caminho…

Temos ainda mais ações e planos a caminho e as publicaremos no blog na medida em que elas forem se tornando realidade. Se você, autor, tiver sugestões, por favor compartilhe-as aqui no blog, na área de comentários: todas serão bem-vindas.

Como dissemos, esse é um dos momentos mais delicados da nossa história e a única forma de superarmos é nos unindo.

35 comentários em “[13/04, 15:36] Atualização de ações do Clube relacionadas ao COVID-19

    1. Oi Marcos! Os 3 vencedores serão divulgados na segunda, mas teremos uma surpresinha a mais para falar ainda na semana que vem. Atrasamos um pouco por conta do volume – recebemos mais de 800 crônicas, número MUITO maior que imaginávamos.

  1. Uma sugestão aos responsáveis pelo Clube nessa nova fase: a venda de “Créditos de livros”
    Pergunto: seria possível o Clube vender “não somente o livro”, mas “um crédito do livro”?
    Explico:
    Muitas vezes lembro de presentear com um livro alguém na internet (por um sorteio, por exemplo), ou mesmo de forma presencial (algum conhecido ou mesmo desconhecido), mas não há como fazer isso sem que eu entre no site do Clube para preencher o cadastro (o nome e o endereço) dessa pessoa.

    No entanto, poderia muito bem enviar por e-mail ou entregar-lhe pessoalmente um “CUPOM” que daria direito a um livro, por exemplo. Esta pessoa acessaria o Clube e com o “código do cupom” teria o direito de receber o livro, bastando apenas preencher seus dados. Sendo assim, quem comprasse o “crédito” não precisaria preencher toda a papelada (cadastro) como se fosse receber o livro, isso quem faria seria o beneficiado ao acessar o clube.

    A venda já teria sido feita anteriormente, ou seja, eu teria comprado o “crédito” (o livro), faltaria apenas a pessoa que recebeu o crédito utilizá-lo. Seria uma venda garantida para o autor e para o clube, e uma promoção para quem recebe.

    A meu ver a logística seria algo simples. Seria como um daqueles cupons de abatimento, só que daria direito a um livro integral. Haveria na compra do livro duas opções: uma que levaria para a compra do crédito e a outra para a compra do próprio livro.

    É apenas uma sugestão. Espero que tenha a possibilidade de ser posta em prática.

  2. O site permite compras de pessoas no exterior mas só está em português. Vcs pensam na possibilidade de apresenta-lo, pelo menos, em inglês?

  3. Olá, amigos do Clube!

    Em relação ao projeto de crônicas sobre a quarentena, vcs poderiam ir nos dando parciais, tipo: números de textos recebidos, uma apreciação geral, quem vai julgar e etc…

  4. Espero que essa promoção fique um pouco mais depois que o surto do virus passar e as coisas normalizarem, pq n adianta comprar nada agora, pq os correios n tão entregando, agências locais fechadas e ainda tem o risco de extraviar. N vale arriscar ter dor de cabeça a toa no momento.

    1. Oi Marcelo. Os Correios estão entregando sim. Estamos monitorando isso de perto e, em que pese alguns atrasos pequenos (mas dentro do padrão), não temos reportado aqui nada de crítico. Ao contrário: o único estado que estávamos com problema, Santa Catarina, já está operando a pleno vapor.

    2. Bem, os livros, meu e de outros amigos do clgrupo de escritores que temos no Whats, tão parados desde o meio do mês em Sampa.
      Só conferir ai. E é só entrar nas redes sociais dos Correios, pra ver os comentários que não somos os únicos, geral com encomenda parada e outros até com encomenda extraviada ou incapaz de pegarem. Só deixei o alerta pra galera sobre o risco.

      JN325991653BR

  5. Nesse momento, muito delicado, pensamos nos entes queridos de cada família, inclusive a nossa. Talvez, o sentimento para algumas pessoas é de mãos atadas, mas o pensamento positivo, a fé, a atitude do amor, num elo único, será o nosso fortalecimento.
    Se cada um fizer um pouco, estaremos de alguma forma, contribuindo com o próximo. Contem comigo!

  6. Estamos diante de um cenário turbulento. Parece que teremos que enfrentar algumas batalhas pelos meses seguintes. Os brasileiros de classes menos abastadas vão precisar não só do apoio do Estado, mas da sociedade civil. Não são só nossos velhos que precisam ser protegidos. Nossos pobres também também vão precisar, muito.
    Então, por que não lançarmos um projeto coletivo, em que tudo que arrecadarmos seja direcionado para alguma ONG ou alguma instituição governamental que esteja se preparando para essa guerra contra o Covid-19?
    E se o Clube de Autores lançasse um botão no site para que possamos reverter todos os nossos royalties (não importando do valor) para uma instituição anti Covid-19? Eu seria o primeiro a fazer isso e inclusive já lançaria meu livro novo e engavetado (impresso) somente para este fim.
    Contem comigo para qualquer projeto que tenha o brasileiro mais frágil como foco da ação.
    Abraços.

    1. Oi Eduardo! Obrigado pela proposta, de verdade. É generosidade de pessoas como você que nos fazem ter a certeza de que chegaremos ao final dessa crise mais fortalecidos. Vamos estudar a melhor forma de fazer isso por aqui.

  7. Conte comigo para as Crônicas da Quarentena. De igual forma, os royalties sobre esta venda (se houver), poderia ser distribuído à alguma instituição , asilo, orfanato ou outra similar pois sabemos que passarão por momentos ainda mais críticos nos próximos meses.
    Parabéns pela iniciativa!

    1. Os livros estão mais baratos mais não compensa.
      Estava dando uma olhada em um livro ele está por 26 e o frete está por 49.
      Antes o mesmo livro custava 35 e o frete a 7,20.
      Oi seja hoje está muito mais caro que antes.

    2. Oi Roberto. Compensar ou não depende do livro e da vontade de ler a história, não é verdade?

      O frete realmente teve alteração partindo dos Correios, que eliminou uma forma de entrega específica para livros que eles trabalhavam há anos. Do nosso lado, podemos reduzir todos os custos aqui – mas infelizmente não temos como mudar os valores cobrados pelos Correios :(

  8. Muito boa a iniciativa. Gostaria de sugerir também que os autores que têm algum dinheiro parado em suas contas pudessem receber, independente do valor mínimo de 75 reais. Eu, por exemplo, tenho 45 reais pra receber que estão travados lá há um bom tempo e seria ótimo se eu pudesse ter em mãos.

    Abraços!

  9. É bem verdade que cabe a todos nós, sem exceção, cumprir de forma respeitosa e transparente as normas estabelecidas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) buscando meios eficazes para a banir de vez essa terrível pandemia do Coronavírus. O isolamento familiar, é sem dúvida a mais propicia forma de barrar a proliferação do vírus. Assim fazendo, temos a certeza de que em breve estaremos livres dessa ameaça. Com a bênção de Deus haveremos de vencer! Fé e coragem irmãos!

Deixe uma resposta para Massilon Gonçalves Ferreira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *