Vídeos, vídeos, vídeos

Nós já falamos algumas vezes aqui sobre booktrailers. Apesar de serem uma ferramenta relativamente pouco utilizada – e, quando utilizada, feita com um nível de profissionalismo menor que o necessário – elas tem um peso forte na decisão de compra do leitor.

E isso não se dá apenas pelo trailer em si: se dá pelo formato. Veja no infográfico abaixo, infelizmente apenas em inglês. Agora acompanhe o raciocínio:

1) O que todos nós, escritores, queremos fazer, é contar histórias. Perceba que, aqui, uso o termo “queremos fazer”. Sim, porque o ato de contar histórias requer um elemento que não depende tanto assim da história: o ouvinte (ou leitor). Na prática, nós escrevemos histórias – e nos esmeramos para achar um público que se interesse para que possamos contá-las.

2) Públicos, hoje, estão dispersos pela Web e à mercê de zilhões de ofertas de conteúdo.

3) Qual a melhor maneira de atrai-los? Usando todas – ABSOLUTAMENTE TODAS – as ferramentas de marketing que estiverem ao nosso alcance.

4) Obviamente, cada ferramenta de marketing tem sua eficácia intimamente ligada à forma com que é utilizada. Mas, isto posto, se terá mais sucesso utilizando uma ferramenta já largamente aceita por uma maioria. Certo?

É onde entra o vídeo.

Agora reveja o infográfico abaixo. Alguma dúvida sobre a relevância de utilizar vídeos para divulgar a sua obra?

video-marketing-infographic

Leia Mais

Infográfico: a evolução dos ebooks didáticos

Sim, ebooks estão crescendo em todo o mundo. Não se discute isso, muito embora caiba ainda a ressalva de que, ao menos em termos absolutos, as vendas de impressos sob demanda também tem crescido em ritmo semelhante.

Mas, dentre todos os segmentos literários, um tem realmente apontado uma tendência concreta de “troca” de formato: o didático. Os motivos são óbvios: diferentemente de romances ou livros de poesias, livros didáticos são fortemente utilizados para consultas, desenhando um padrão de leitura muito pouco linear. E versões impressas são, por natureza, limitadas nesse aspecto: afinal, apenas em ebooks se consegue fazer buscas por assuntos específicos, acessar outras referências de estudo relevantes e assim por diante.

Recentemente, nos deparamos com uma pesquisa americana que aponta justamente esse movimento e que colocamos abaixo. Confira você mesmo:

Leia Mais