Livro publicado no Clube vira base de novo comercial da Ford

Jean de Andrade é um velho conhecido nosso.

Ele foi um dos primeiros escritores a publicar seu livro aqui no Clube, já esteve conosco em nossa casa na Flip e, enfim, já é daqueles autores que chamamos de amigos realmente próximos.

Essa amizade nos possibilitou também, claro, conhecer melhor a história do Jean além da que ele publicou no Vida de Caminhoneiro: sua luta diária cruzando o Brasil para entregar tanto cargas quanto inspiração, esta última traduzida em suas histórias e no esforço empreendedor que ele faz para levá-las ao mercado.

Bom… ele tem conseguido.

Jean é, hoje, um daqueles autores que tem se destacado no nosso cenário brasileiro pela peculiaridade de suas histórias e pelo “exótico”, se é que essa palavra cabe bem aqui, de se revelar ao mundo a visão tão única e um caminhoneiro real cruzando as vias desse nosso imenso país.

E não são apenas leitores que tem descoberto suas histórias: a Ford também o descobriu.

É hora de me calar aqui no post: veja você mesmo, no vídeo abaixo, um pouco da história de Jean, que se transformou em personagem principal de uma daquelas raras peças de propaganda realmente belas.

E, se quiser se aprofundar mesmo – algo que aconselhamos bastante – acesse o livro do Jean neste link: https://www.clubedeautores.com.br/book/34955–

 

 

 

Leia Mais

Compartilhando o depoimento de uma autora

Na semana passada recebemos esta mensagem de uma autora do Clube, Carol Sales. Normalmente não postamos no blog mensagens assim… mas sempre há uma exceção. Trabalhamos tão duro aqui, afinal, que receber um elogio desses é sempre motivo de orgulho e sorrisos generalizados!

À Carol, queria apenas deixar registrado que a satisfação e o orgulho são todos nossos de tê-la aqui, como parte do Clube, honrando a nova literatura brasileira que está sendo escrita a cada dia!

Nem sei como começar a descrever toda satisfação que venho tendo de fazer parte do Clube de Autores, mas isso não iria me coibir de tentar. Sou autora independente há pouco mais de dois anos. Fui leitora compulsiva desde que me descobri gente e escrevi à mão por mais de 13 anos antes de finalmente me aventurar nesse mundo editorial. Só recentemente descobri vocês por meio mais direto de outra autora nacional, Amatrici Romero, que recentemente lançou seu romance Argus entre Ciganos e Lobos. Decidi experimentar.

Em todos os campos, vocês estão com nota máxima, mas vou comentar aqui o que mais me chamou atenção e me deixou muito feliz de estar com vocês na criação dos meus livros físicos. A opção de pagamento por boleto bancário, que facilita e muito aos meus leitores que não possuem nenhum cartão de crédito; preço de custo do exemplar bem dentro do que eu vinha orçando com outras gráficas, sendo que, com vocês, sai bem mais em conta para o consumidor final e para mim, além de que, com essas gráficas, é
exigido uma tiragem mínima. Meu franco agradecimento e gratidão. Qualidade de material empregado no exemplar e velocidade de entrega, então? Sem palavras! Surpreendentemente bom, estimulante, eletrizante. No que depender de mim, os contatos no meio que vieram estreitando laços de amizades comigo terão meu sincero incentivo de entrar para o Clube com suas obras.

No fundo e a bem da verdade, só tenho um lamento, e é de não ter conhecido o Clube antes.

Mais uma vez, deixo meus sinceros agradecimentos e abraços para toda equipe, vocês estão de parabéns em todos os níveis!

Carol Sales

Leia Mais

Conhecendo os micromomentos dos leitores

Na quarta passada fiz um post inteiramente pautado em zeitgeists e no excesso de inspirações que o nosso complicado mundo nos entrega diariamente. O Google tem uma interpretação “complementar” a isso: segundo eles, todas as decisões de consumo são, hoje, cozinhadas por “fatos precedentes” e tomadas em “impulsos imediatos”.

Isso apenas sublinha (ou complementa) a importância de se saber “captar o momento” do leitor: se uma decisão de compra é disparada de maneira tão instantânea, resta aos autores saber como “incentivar” essa instantaneidade, como fazer o gatilho ser disparado.

O segredo pode estar em diversos lugares: em uma sinopse antenada à atualizada e que consiga se destacar nos buscadores, em eventos diferentes que despertem a curiosidade, em uma presença intensa nas redes sociais certas ou até mesmo em uma capa cuidadosamente perturbadora.

A base desse (e de qualquer) segredo, no entanto, é a mesma: conhecer o seu público leitor. Há como escrever alguma história de sucesso sem isso?

Vale acompanhar o vídeo abaixo, do Google, sobre o conceito de micromomentos:

 

Leia Mais

Matheus Lara lançou em Curitiba coletânea de contos “Má Conduta”

O post é “velho”, referindo-se a um lançamento que já aconteceu. Mas, ainda assim, é importante: trata-se, afinal, de um destaque dado a um autor daqui do Clube pela imprensa nacional.

Matheus Lara foi um dos vencedores da IV edição do Prêmio Clube de Autores de Literatura Contemporânea e, claro, continua trabalhando na construção de sua carreira. Este post é, portanto, uma orgulhosa parabenização a este talento que já começa a ser reconhecido em todo o país.

Para acessar a reportagem clique aqui ou na imagem abaixo.

Para acessar o livro A Flor que não é Sua, publicado aqui no clube e de sua autoria, clique aqui.

Screen Shot 2016-03-21 at 10.20.52 AM

 

Leia Mais