Quer ver o seu livro resenhado?

Com pouco tempo no ar e uma audiência que já ultrapassa os milhares de leitores, o blog “No Mundo dos Livros” aparece como mais uma porta para autores independentes.

Uma das queixas mais frequentes de “novos escritores” é que, por serem menos famosos que os best-sellers, eles acabam encontrando pouco espaço para que pessoas falem de suas obras e façam um papel ativo de divulgação por meio de críticas literárias publicadas.

A cada dia, uma nova iniciativa surge para aumentar a visibilidade para esses autores – responsáveis tanto pela renovação cultural brasileira quanto pela produção de verdadeiras obras de arte.

É nesse epaço que o blog No Mundo dos Livros entra. O seu objetivo é simples: falar de livros, de literatura e de escritores.

Para os autores do Clube, ela faz uma proposta: enviem os seus livros que ela publicará uma resenha no blog,

Com isso, leitores dos quatro cantos do país poderão se aprofundar mais em obras que desejem conhecer a partir da opinião do blog – o que acaba também funcionando como uma vitrine diferente para se divulgar.

Se interessou? Então anote o endereço para contato e envio do seu livro:

Blog No mundo dos Livros – A/C Lívia Mayara Prado
Rua Jackson Gonçalves de Carvalho Gil, 147 – Jardim Santa Bárbara
CEP 18053-372 – Sorocaba – SP

E, claro, a blogueira também está aberta a projetos e trabalhos de autores independentes nacionais, bastando contatá-la pelo próprio blog. Para acessá-lo, clique aqui, na imagem abaixo ou diretamente no link http://nomundodoslivros.blogspot.com/

Leia Mais

O hipertexto contra o tempo

É inegável que autores como Machado de Assis sejam uma referência para a literatura brasileira – da mesma forma que textos como os de Kafka, Nietzsche, Goethe, Balzac, Camões e tantos outros marcaram de maneira definitiva a história de seus povos e do mundo inteiro.

Mas todas as obras são, por natureza, vítimas do tempo em que foram escritas. Por situarem-se em tempos e espaços compatíveis com a realidade ou imaginação de seus autores, a imensa maioria dos livros carrega referências de fundamental importância para a própria compreensão dos textos que as encerram.

Na medida em que o tempo vai passando, é natural que parte dessas referências vá deixando de existir ou simplesmente mudando – o que faz com que a interpretação do leitor se descole dos conceitos originais e acabe prejudicando a compreensão como um todo. Quer um exemplo?

Uma das obras primas de Kafka se chama “O Castelo”. O título faz referência a um castelo que observa, do alto, toda a cidade de Praga – ostentando um ar macabro, sombrio e quase intimidador. Se o leitor do Castelo for a Praga nos dias de hoje terá dificuldades em entender o título: um dos maiores centros turísticos europeus, o local é hoje colorido, alegre, repleto de flores e de pessoas sorridentes caminhando por entre as suas ruelas e corredores.

O mesmo tipo de problema pode ser aplicado a referências históricas, endereços e mesmo a conceitos que já deixaram de fazer parte do nosso cotidiano. Isso significa que a compreensão de obras primas escritas no passado está prejudicada de maneira irreversível?

Não. Significa apenas que é necessário que o leitor se contextualize enquanto estiver lendo.

Uma iniciativa da Fundação Casa de Rui Barbosa, com apoio do CNPq e da FAPERJ, tem justamente o intuito de ajudar o leitor nessa tarefa. Batizado de “romances em hipertexto”, o site se utiliza de recursos da própria Web para grifar verbetes ou termos específicos cuja compreensão seja importante para a leitura, definindo-os de maneira suscinta e prática. Em outras palavras, quando Machado de Assis faz referência à Aljube, basta passar o mouse sobre o termo para ver que se trata de uma cadeia antiga, extinta mesmo em sua época, e que nasceu para prender membros do clero. E tenha certeza: saber isso muda toda a compreensão do texto!

Esse tipo de funcionalidade – que já está presente também em boa parte dos leitores de ebooks – é certamente um passo importante para se perenizar ainda mais a literatura produzida no mundo, da qual todos nós, autores, somos legítimos representantes.

(Antes que se pergunte, já já teremos tudo isso à disposição dos autores do Clube, como parte do imenso pacote de novidades que estamos planejando para 2011!)

Enquanto o ano não vira, visite o site e conheça alguns romances em hipertexto clicando aqui, no link http://www.machadodeassis.net/hiperTx_romances/index.asp ou na imagem abaixo!

Leia Mais

Rodrigo Cesar Lima participa hoje de bate-papo com autor

O autor Rodrigo Cesar Lima, responsável pela Ilha do Bispo (veja post a respeito clicando aqui), participará hoje de um evento promovido pela Secretaria de Cultura do município de Taboão da Serra.

O evento, que acontecerá no Paço Municipal da cidade, será um bate-papo com o autor, permitindo que leitores e interessados possam conhecê-lo melhor e navegar um pouco mais pela mente de onde emergiu a história.

Para quem se interessar, os dados práticos seguem abaixo:

Evento: Bate-papo com Rodrigo Cesar Lima
Data: Hoje, 15/12
Horário: 17:30
Local: Paço Municipal de Taboão da Serra

Colocamos também uma matéria que saiu no portal “O Taboense” sobre o livro abaixo. Para acessar, clique aqui, na imagem abaixo ou acesse o link http://www.otaboanense.com.br/noticia/3451/jornalista-de-tabo%C3%A3o-da-serra-lan%C3%A7a-livro-sobre-hist%C3%B3ria-e-fic%C3%A7%C3%A3o/

Leia Mais

Flip 2011 já tem data para acontecer!

Quem esteve conosco na Flip 2010 certamente participou de um evento incrível pelas ruas de Paraty. Escritores de todos os cantos do mundo, debates riquíssimos e um terreno fértil para autores independentes marcaram a edição que, nesse ano, ocorreu em agosto.

Lá, assumimos o compromisso de divulgar a data do evento em 2011 assim que soubéssemos. E aí vai: a Flip deve ocorrer entre os dias 6 e 10 de julho!

Você tem então 7 meses para se programar com antecedência para ir a Paraty e nos visitar na Casa do Clube, que estará em funcionamento mais uma vez.

Divulgaremos o calendário de eventos uando estivermos mais pertos da data, mas garantimos que será muito, muito positivo ;-)

Para quem foi e não foi nesse ano, colocamos abaixo um vídeo que montamos sobre a Flip.

Leia Mais

Você conhece a Biblioteca Digital Mundial?

Com apoio da Organização das Nações Unidas, a Biblioteca Digital Mundial nasceu para disponibilizar documentos importantes da história mundial. Com versão em português e documentos separados por períodos históricos, continentes e tipos (mapas, livros, textos etc.), o projeto consegue viabilizar o acesso a detalhes da nossa história – incluindo visões dos diferentes povos que a fizeram.

Para autores que baseiam as suas obras em fatos históricos, a Biblioteca pode ser de grande utilidade uma vez que os seus documentos podem ser baixados sem nenhum custo.

Quer conhecê-la? Então clique aqui, na imagem abaixo ou vá direto ao link http://www.wdl.org/pt/

Leia Mais