Queda no limite de pagamento dos direitos autorais

Até a semana passada, os direitos autorais do Clube de Autores eram pagos apenas após o acúmulo de R$ 300,00. Este valor foi estipulado para que, nesse primeiro semestre de vida, conseguíssemos organizar a operacionalização necessária para dar andamento aos repasses sem o risco de gerar qualquer tipo de inconsistência ou problema com os nossos escritores.

Seguindo o conjunto de mudanças estruturais no Clube, acabamos de reduzir este limite para R$ 100,00. Ou seja: a partir de agora, os pagamentos de direitos autorais serão feitos sempre que o autor acumular R$ 100,00, e não R$ 300,00.

Por ser uma melhoria no Clube, essa nova regra é aplicável a todos os autores, independente do momento em que eles publicaram os seus livros conosco. Ela já está explicitada nos termos de direitos autorais e no “Como Funciona” do site, para evitar qualquer tipo de confusão.

Um ponto importante: prazo de pagamento continua sendo o mesmo. Ou seja: o repasse é feito 30 dias depois do acúmulo de direitos. Este prazo é necessário para que o Clube receba os pagamentos das operadoras de cartão de crédito, tendo, portanto, o dinheiro a ser repassado.

Se você quer descobrir quanto tem a receber, basta acessar o Meu Espaço e clicar em Direitos Autorais. Você poderá ver o montante total ou por mês.

Leia Mais

Escrita total

Na semana passada, o autor Edvaldo Pereira Lima lançpu o seu livro “Escrita Total” – uma obra baseada em um método que desenvolveu e que aborda justamente a escrita. Em uma série de perguntas e respostas diretamente com o autor, desvendamos o que é, exatamente, o método de Escrita Total – e como ele pode ajudar tanto a autores quanto a leitores de todo o país. 

Clube de Autores (CDA): O que é o “Escrita Total“?
Edvaldo Pereira Lima (EPL): É o livro base e pleno  do método de mesmo nome, que criei e desenvolvi ao longo da década de 1990, atendendo a uma necessidade do meu trabalho de professor na Universidade de São Paulo: ajudar jornalistas a produzirem textos mais criativos e empolgantes. Depois, levando-o para fora da academia, percebi que o método é extremamente útil para todas as pessoas que escrevem ou querem escrever, sejam ou não profissionais do texto. Quebra o dogma de que escrever é só para quem tem muito talento. Comunicar-se bem por escrito é uma conquista acessível a todos. O segredo é redescobrir e alimentar o prazer de escrever.

CDA: De que forma?
EPL:  Há um grande equívoco em boa parte do sistema educacional, de se querer estimular os jovens a escrever redações  exigindo-lhes de início o domínio das regras gramaticais. Primeiro, temos de simplesmente colocar nossas idéias, histórias e vontades no papel, da maneira  a mais solta e descontraída possível. Temos de escrever, simplesmente, e isso significa liberar nosso fluxo criativo. Depois, mais adiante, é que vamos editar, isto é, revisar o texto, enquadrá-lo nas normas gramaticais, corrigir a ortografia.  Escrever é um ato orgânico, fluido, prazeroso. O método contribui para esse despertar.

CDA: Baseado em que?
EPL: Diversas técnicas e procedimentos absolutamente testados e provados ao longo desses últimos anos, com os mais diferentes perfis de público. Uma das fontes conceituais de tudo é a Teoria dos Hemisférios Cerebrais, cuja comprovação garantiu o Prêmio Nobel de Medicina ou Fisiologia ao pesquisador Roger Sperry, em 1981. Em síntese, quando colocamos as regras gramaticais antes do prazer de escrever, estamos estimulando essencialmente as habilidades intelectuais do lado esquerdo do cérebro.  Essas habilidades são boas para você revisar um texto, mas  inadequadas para você criar e fluir na redação. Para isso, precisamos das habilidades mais identificadas com o lado direito.

CDA: Escrever não é inspiração?
EPL: É um ato orgânico, completo, envolvendo o intelecto, a intuição, a emoção, o corpo e a mente. Algo do seu ser desperta-se para esta habilidade e o surpreende positivamente. Desde que você empregue os estímulos adequados.  Esses, por sua vez, são mais de ordem lúdica, inicialmente, do que lógica e racional. Precisamos – e fazemos isso com certa facilidade, no método – trazer à tona o que se chama em psicologia profunda de Criança Interior.  É essa a primeira condição para disparar o processo criativo que mais adiante resulta em você produzir, com eficiência e fluidez, o texto que precisa, seja um romance, uma boa reportagem de Jornalismo Literário, um relatório, uma Tese,  ou simplesmente a história do seu avô.

CDA: O livro é teórico, então?
EPL: Não pode ser classificado assim.  É um trabalho inovador que mescla conceitos científicos bastante sólidos com técnicas avançadas, exemplos estimulantes de textos produzidos por ex-alunos meus e casos do mundo da escrita. Tudo numa linguagem bastante leve e agradável,  completando-se com várias histórias interessantes.

CDA: Como, por exemplo?
EPL: Como o caso de Baby Halder, a empregada doméstica na Índia que recuperou sua dignididade de ser humano ao escrever um livro contando sua vida.Virou um best seller.  E dos estudantes rebeldes e alienados na Califórnia que, estimulados por uma professora de coragem e visão, encontraram na escrita um meio de transformar positivamente suas vidas. São os Escritores da Liberdade.

CDA: Escrever é poder, então?
EPL: É poder, é autoconhecimento, é prazer, é cura. Já se usa a produção de narrativas como processo terapêutico. E é uma maneira de você compreender o mundo, tomando uma atitude proativa nesta difícil época de transformação que vivemos, quando somos pressionados a elevar nossa consciência, expandir nossos horizontes. O “Escrita Total” procura contribuir nessa direção.

Para adquirir a obra Escrita Total, de Edvaldo Pereira Lima, clique aqui ou vá ao link http://clubedeautores.com.br/book/2631–Escrita_Total . Para conhecer o perfil do autor, clique aqui ou vá ao link http://clubedeautores.ning.com/profile/EdvaldoPereiraLima .

Leia Mais

Novas opções de capas

Como muitos já sabem, estamos aqui trabalhando em um novo sistema de capas para o Clube, permitindo uma customização mais completa e sem a necessidade de se utilizar as nossas molduras (onde são impressos título/ subtítulo e nome do autor/ pseudônimo).

Enquanto o sistema não fica pronto, subimos mais 144 imagens de livre uso. São temas diversos, que variam de fauna a flora, passando por paisagens e cenas que, certamente, dão margem a mil palavras ;-)

Quem quiser conferir, basta clicar na opção de piublicar livro. As novas capas aparecerão já na primeira tela.

Leia Mais

Compras parceladas e mais meios de pagamento

Em uma parceria com o Pagamento Digital, do Grupo Buscapé, o Clube de Autores passa a diversificar as suas formas de pagamento a partir de hoje.

Até então com pagamentos restritos a Visa, Mastercard, Diners e boleto bancário, incorporamos ao leque de opções as bandeiras Aura, Hipercard e American Express.

Além disso, todos os pedidos poderão ainda ser parcelados em até 6 vezes – facilitando as condições principalmente para autores que costumam comprar em maior volume.

Essa é a primeira de uma série de implementações que a nossa equipe tem trabalhado nas últimas semanas, objetivando a ampliação de visibilidade para os autores, a facilitação do pagamento, a implementação de um novo sistema de capas (permitindo uma customização mais completa) e a redução de custos – principalmente de frete.

As próximas semanas serão repletas de novidades como essa, aumentando a infra-estrutura operacional do Clube e permitindo, com isso, multiplicar as vendas de todos os nossos autores!

Leia Mais

Você vai à FLIP?

 
Entre os dias 1 e 5 de julho, escritores de todo o país voltarão as suas atenções para a FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty.

Homenageando Manoel Bandeira, a festa contará com a participação de alguns dos maiores escritores a atualidade, como Alex Ross, Gay Talese, Chico Buarque, Richard Dawkins, Milton Hatoum, Heitor Ferraz e muitos outros. Serão mesas de debates, rodas de leitura e, acima de tudo, um ambiente único para todos os autores.

Em 5 dias, a pequena cidade de Paraty respirará cultura, fazendo os seus participantes sentirem-se verdadeiras personagens caminhando entre contos, poesias e romances que costumam saltar de cada esquina. Participar de uma festa como essa é, acima de tudo, mergulhar na literatura contemporânea, bebendo as suas tendências e saboreando a rara oportunidade de estar em um meio repleto de autores como você. É ver como se comporta uma cidade inteira travestida de livraria que, além de livros, expõe os próprios escritores.

E você? Vai participar da FLIP?

Caso esteja com vontade, a nossa sugestão é que tente aproveitar ao menos o final de semana e dar um pulinho lá.

Quem quiser se aprofundar mais na festa, seguem alguns links interessantes:

Site oficial: http://www.flip.org.br

Blog: http://www.flip.org.br/blog_2009.php

Twitter: http://twitter.com/flip2009

Fotos: http://www.flip.org.br/galeria/index.php

Podcast: http://www.flip.org.br/podcasts/

Leia Mais