Não se pode escrever sem saber escrever

Há alguns anos, em uma Flip dessas tantas que participamos, acabei entrando em uma discussão com um romancista. O assunto: a língua portuguesa.

Segundo ele, o mais importante de um livro era passar a sua mensagem, a sua história, mesmo que para isso algumas regras (básicas) da nossa gramática fossem… digamos… ignoradas.

Discordei, como discordo hoje.

Não dessa prioridade em se passar uma mensagem, claro – mas do papel singular que o uso correto do português tem para cumprir esse objetivo.

Há uma diferença muito pouco sutil entre a história falada e a história escrita: a fala carrega tons e entonações que dificilmente podem ser replicadas pela escrita. Por este mesmo motivo, histórias faladas permitem mais liberdades com o nosso idioma, são mais soltas, mais musicais.

Na história escrita, tudo muda: nela, a entonação é dada pelo leitor, não pelo narrador.

A posição de uma vírgula pode quebrar todo o ritmo da frase ou mesmo alterar o seu sentido; a falta de vírgulas pode deixar o leitor com absoluta falta de ar, asfixiando a história inteira; tempos verbais errados (como usar o ‘quer que eu faço isso?’ ao invés de ‘quer que eu faça isso?’) podem assassinar a imagem do autor perante o leitor – imagem que sempre deve ser mantida no mais alto patamar pelo bem do enredo.

A história escrita depende da escrita e quanto mais mambembe, quanto mais desconectada do nosso idioma, ela for, mais difícil será cativar uma base interessante de leitores. Vejo isso no cotidiano do Clube de Autores: se tem um ponto comum da imensa maioria dos livros mais vendidos aqui é que eles passaram por uma revisão profissional antes de chegarem às prateleiras.

Para o nosso azar, temos um idioma que, embora belíssimo, é carregado de sutilezas e de minuciosas regrinhas para tudo. É difícil, muito difícil, dominar todos os detalhes do português – mas usar isso como desculpa para não se aprofundar no básico não ajuda o autor em nada. Quer viver da escrita? Estude seu idioma.

Para a nossa sorte, é relativamente fácil encontrar bons revisores a preços acessíveis. Não acredito que seja nesse quesito que se deva economizar.

Histórias bem escritas, afinal, são também histórias mais lidas, como se pode concluir por obviedade.

E bons livros tem os seus enredos bem escritos, não cuspidos de qualquer maneira em folhas em branco.

creative-writing-diploma-course-p56-165_zoom

Leia Mais

Profissionais do Livro: Serviços para autores ganham novo formato

Até então, todos os serviços profissionais oferecidos pelo Clube para Autores se pautaram por três contratos que tínhamos envolvendo profissionais de peso no mercado editorial. E a prestação desses serviços sempre foi muito elogiada pelos autores que os adquiriram – mas também recebemos inúmeras sugestões de outros autores no sentido de “democratizarmos” mais esse espaço.

Depois de muito estudo e desenvolvimento, está no ar o Profissionais do Livro (www.profissionaisdolivro.com.br). A mecânica é bem simples:

1) Todos os fornecedores podem se cadastrar gratuitamente para oferecer os seus serviços online (da mesma forma que autores publicam os seus livros)

2) Quando o autor se interessar, ele pode fazer a compra online

3) Pelo próprio site, autor e fornecedor trocam mensagens e arquivos até que o serviço seja finalizado (e aprovado pelo autor)

4) Quando o serviço é oficialmente aprovado pelo autor, o fornecedor recebe o pagamento; caso o autor não aprove o serviço, ele é cancelado e o reembolso integral é feito

Além disso, a área de comentários é liberada unicamente para autores que compraram o serviço, o que garante uma maior credibilidade relacionada a todos os fornecedores.

Por enquanto, o Profissionais do Livro permite apenas o cadastramento de capistas, revisores e diagramadores – mas em muito pouco tempo já liberaremos também a oferta de MUITOS outros tipos de serviço.

A todos os profissionais do livro e autores, desejamos muito boa sorte nesse novo modelo de relacionamento, 100% online, seguro e com um modelo de satisfação garantida que não existe em nenhum outro lugar do mundo!!

Leia Mais

Loja do autor no ar!

Já faz alguns dias, lançamos uma novidade aqui no Clube de Autores por demanda de muitos dos nossos membros: a loja do autor.

de uma maneira geral, a loja permite que autores possam comprar, online, serviços profissionais para a sua obra – de revisão a diagramação. Pelo processo, é possível submeter o arquivo do livro (em formato Word) online para se ter um orçamento no mesmo instante. O autor pode optar por uma série de pacotes que variam de acordo com o serviço desejado ou dizer, exatamente, qual ou quais serviços deseja adquirir.

Feita a compra, é estabelecido um contato direto entre o escritor e o prestador de serviço que, pelo próprio site do Clube, vão trocando arquivos e coordenando toda a produção.

Ainda devemos ter uma série de novidades relacionadas à loja do autor, de funcionalidades a novos serviços, que entrarão no ar com o tempo. Hoje, serviços de capa, diagramação e revisão já estào disponíveis a todos os interessados, bastando que acessem o site do Clube (www.clubedeautores.com.br), cliquem em Loja do Autor (a partir do menu principal) e montem o pacote que mais interessar.

Leia Mais

Revisão de texto

Além de pedidos de capistas e diagramadores, recebemos também pedidos de dicas para revisores.

Bom… não temos uma relação de revisores aqui, mas temos algumas indicações que seguem abaixo:

Site: http://www.toptexto.com.br
Email de contato: [email protected]
Telefone: (11) 4063-5330

Site: http://www.hospitaldotexto.com.br
Email de contato: [email protected]

Telefone: Não divulgado no site

E, claro, quem quiser indicar outras opções de revisores, por favor utilize a área de comentários!

Leia Mais