Reescrevendo a Disney sob uma outra ótica

Nunca concordei muito com a visão de que o mundo está se tornando um lugar pior a cada dia que passa. Quem afirma isso costuma ter um senso histórico muito pequeno, ignorando tempos não tão distantes assim em que se queimava pessoas em praça pública apenas por discordar de ideias sobre religião.

Mas, mesmo com essa ressalva, acredito que maneiras diferentes de expressar pensamentos sempre merecem uma atenção especial. Essa, que pipocou pelo meu Facebook recentemente, é um exemplo perfeito: uma versão bizarra, ao contrário, da Disney, onde as grandes atrações são justamente alguns dos piores feitos do homem contemporâneo. 

É uma história reescrita, uma maneira de se reinterpretar uma realidade construída com base em sonhos infantis. Se o mundo e a vida devem ser encarados sob um prisma tão pessimista assim, não cabe a mim dizer. Cada um, claro, tem o direito de energar o mundo como melhor convier. 

O importante é perceber a construção de uma nova narrativa, de uma maneira diferente de se escrever histórias com base na nossa sempre tão sagrada e fértil imaginação. 

Só deixo aqui um pedido de desculpas: o vídeo é inteiro em inglês. Pena. 

Mas dá para entender essa Disney ao contrário – em realidade, uma instalação artística erguida na Inglaterra – apenas pelas imagens e cenas abaixo. 

Expor as nossas visões de mundo é, acima de tudo, uma das coisas mais incríveis que a humanidade nos permite fazer. 

Banksy’s Dismaland theme park opens today. Krishnan Guru Murthy went to have an early nose around the bizarre and dystopian “bemusement park”.

Posted by Channel 4 News on Friday, August 21, 2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *