Impressora em braile?

Deficientes visuais tem um problema que poucos efetivamente entendem a gravidade: a restrição imensa de acesso a livros. Afinal, produção em braile costuma ser extremamente custosa e, claro, limitante.

Se coloque no lugar dos 6,5 milhões de deficientes visuais no Brasil e imagine, por um instante, todos os livros que deixaria de ter lido por pura falta de opção.

Se é verdade que nosso intelecto é fruto direto desse acervo cultural que vamos acumulando a partir dos nossos olhos, sem dúvidas essa falta de acesso à literatura pode ser considerado como um dos dramas mais intensos pelos quais passam os deficientes visuais mais graves.

Uma notícia recente pode indicar uma mudança nesse cenário: Shubham Banerjee, um garoto de apenas 13 anos, inventou uma impressora em braile de baixo custo (cerca de R$ 905).

Devemos começar a buscar uma aproximação com a empresa que ele acabou fundando. Quem sabe não conseguimos, com isso, deixar todo o nosso catálogo à disposição para esse público?

Enquanto isso, vejam abaixo o vídeo com a apresentação desse produto sensacional:

7 comentários em “Impressora em braile?

    1. Boa pergunta Marcelo! Sinceramente, não sei a resposta… Mas se não funcionar ainda para partituras, pelo menos podemos ter a esperança de que isso é algo que agora ficou mais perto!

Deixe uma resposta para Vilmar de Melo Xavier Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *