Clube de Autores chega na Croácia

Olha que coincidência…

Na semana que começamos a divulgar a nossa distribuição em livrarias, um dos autores daqui do Clube, Ivonei Souza Trindade, nos envia uma notícia sobre uma matéria publicada no Total Croatia News sobre seu livro! Uma coisa não tem nada a ver com a outra, claro – mas exemplifica os bons ventos que autores independentes estão sentindo neste ano.

Deixamos, abaixo, o print e o link para a matéria – que recomendo fortemente que leiam, claro.

E, para saber mais sobre o livro, cuja sinopse também deixo abaixo, é só clicar aqui.

Sinopse:

Este trabalho é uma análise sobre o Caso Pavle Strugar no âmbito da proteção de bens culturais em caso de conflito armado. Pavle Strugar foi julgado pelo Tribunal Penal Internacional para a Ex-Iugoslávia e condenado a mais de 7 anos de prisão. Obra importante para os que possuem interesse em áreas como direito internacional penal, direito internacional do patrimônio cultural e funcionamento da UNESCO.

Screen Shot 2017-06-12 at 10.59.11

Leia Mais

Clube de Autores começa a distribuir livros impressos na Estante Virtual

Desde o começo desta semana, todos os livros impressos publicados no Clube (cuja distribuição tiver sido autorizada pelos autores) já estão disponíveis na Estante Virtual.

A partir desta semana, começamos efetivamente o processo de distribuição para muitas das maiores livrarias online do Brasil – o que deve multiplicar substancialmente o tamanho da audiência dos livros publicados aqui no Clube.

A partir desta semana, os livros publicados aqui no Clube deixam o nosso próprio ambiente, a nossa própria loja, para ganhar o mundo.

A partir desta semana, uma nova história começa a ser escrita para os autores independentes brasileiros.

A Estante é apenas a primeira livraria. Ainda haverá outras – muitas outras – que começarão a disponibilizar os nossos livros em uma questão de dias.

Parabéns a todos vocês. Parabéns a todos nós.

Quer saber se seu livro está lá na Estante? Simples: clique aqui (www.estantevirtual.com.br) e busque-se :-)

Para entender melhor as regras de distribuição, veja o texto abaixo:

Hoje, quando se autoriza a distribuição de ebook pelas lojas virtuais (Apple, Google, Amazon etc.), se aceita também regras novas de remuneração para que possamos incluir o repasse financeiro de parte do preço de capa para essas lojas. As regras que adotamos aqui serão as mesmas. Ou seja: 

Se seu livro custar, hipoteticamente, R$ 35,00 no Clube, dos quais R$ 5,00 são de direitos autorais, este montante continuará valendo apenas para vendas feitas através do site do Clube. Caso o livro seja vendido, por exemplo, via Amazon, a sua remuneração será fixa de 20% sobre o preço final – ou seja, de R$ 7,00. Apenas para frisar: custe o que custar o livro, o preço no Clube ou nas lojas será o mesmo e, no caso de vendas pelas lojas, o autor receberá sempre 20% do preço de capa. 

Se você já tem um ebook autorizado a ser distribuído, não precisará fazer nada – a mesma regra se aplicará ao impresso. Caso não tenha e deseje distribuir o seu livro pelos canais, basta que vá a Sua Conta, clique em Livros Publicados, clique no botão de ações e vá a Gerenciar Publicações em Livrarias, seguindo as instruções na tela. 

Screen Shot 2017-06-12 at 11.01.44

Leia Mais

Papel Pólen (amarelo) disponível no Clube!

Essa era uma demanda antiga, muito antiga dos autores – e finalmente conseguimos viabilizá-la aqui no Clube!

Desde o começo da semana passada, começamos a disponibilizar a opção de papel pólen (aquele amarelo) para os livros. Ele se juntará, portanto, a uma opção grande que inclui papéis offset e couché, de diferentes gramaturas, para que os livros fiquem com o formato que o autor preferir!

Há apenas uma questão importante aqui: livros que já estiverem publicados não podem ter seus tipos de papel “trocados” no site. O motivo é relativamente simples: como cada papel tem a sua gramatura específica, trocar a opção de um livro já publicado acabaria forçando todo um novo cálculo de lombada (pois a gramatura das folhas impacta diretamente no tamanho da lombada), de peso, de tabela de fretes etc. Nesses casos, a única opção é publicar um livro novo, começando o processo novamente como se ele não estivesse no ar antes. O autor pode, no entanto, deixar ambas as opções disponíveis no ar para que o leitor escolha (evitando perder assim o histórico de vendas e selos da sua obra).

Enfim, essa é a boa nova da semana :-)

Teremos mais em breve!

 

 

 

 

Leia Mais

Conheça uma galeria de inspiração para capas de livros

Na quarta fiz um post falando sobre a importância de capas de livros. Não poderia reforçar mais esse ponto: uma boa capa é absolutamente fundamental.

Mas, aqui, não gostaria de ficar me repetindo: gostaria de ir um pouco além, mostrando alguns caminhos. Ou um caminho, pelo menos.

Uma das coisas mais fabulosas da Internet é que ela organiza, à sua maneira tecno-anarquista, um volume impensável de inspirações artísticas. Pois bem: este, que recomendo agora, é apenas um deles: uma galeria imensa no Pinterest dedicada a design de capas.

Veja. Pense na sua história. Inspire-se.

O link direto? Clique aqui ou acesse o https://br.pinterest.com/explore/book-cover-design/

Leia Mais

Escritores brasileiros são abençoados

Em que outro lugar do mundo, afinal, escritores podem dizer que vivem dentro de um enredo de realidade fantástica como aqui no Brasil?

Em que outro país se pode acompanhar, em tempo real, capítulos lisérgicos de tramas pesadas, revoluções maquinadas, corrupções deslavadas, como aqui?

Em que outro local escritores podem se inspirar nos tantos perfis dantescos que se fazem onipresentes nos nossos noticiários?

Em que outra pátria se pode ver mudanças tão abruptas serem encadeadas, umas atrás das outras, impulsionando guinadas estonteantes nos já tão complexos enredos?

Só aqui.

Só no Brasil escritores podem acordar como um Gregor Samsa moderno, vendo-se subitamente metamorfoseados em personagens de uma história que, por pouco, não ultrapassa as fronteiras da própria ficção.

Iria adiante: se é verdade que a arte imita a vida, o Brasil será responsável por empurrar as fronteiras da ficção do futuro por mares nunca dantes navegados.

De novo.

Leia Mais