Confira curso sobre narrativas biográficas em estilo de jornalismo literário

Se você tem interesse em histórias de vidas e escreve sobre elas profissionalmente ou quer escrever ou se você simplesmente tem um projeto pessoal ou familiar a desenvolver, vale conferir esse curso, capitaneado pelo professor Edvaldo Pereira Lima.

Veja:

A era da informação massiva e múltipla que vivemos transporta, implícito, o fenômeno do interesse contínuo do público pelas histórias de vidas. Nas mais distintas formas e nos mais variados meios de comunicação, são as narrativas centradas em pessoas que cativam mentes e corações. Ficcionais ou reais, habitam as novelas, fazem o cinema acontecer, crescem nos livros, passam pelos veículos jornalísticos. Chegam ao universo digital. Marcam presença no mundo corporativo.

Na literatura de não ficção, os perfis, as biografias, os ensaios-pessoais, as memórias, as autobiografias têm espaço consolidado e demanda instalada.

Ótima notícia, mas…

O problema é que nem sempre a demanda é atendida com qualidade.A sofisticação crescente do mercado cultural exige competência ampliada dos autores. É para endereçar essa questão que o Professor Edvaldo Pereira Lima, referência nacional em jornalismo literário, montou o curso de narrativas biográficas.

Confira os tópicos:

  • Storytelling e sua matriz inspiradora para todas as formas de comunicação focadas em pessoas.
  • A Jornada do Herói para escritores de vidas.
  • O legado da rica tradição do Jornalismo Literário.
  • Uma ajuda instrumental do método Escrita Total – publicado em livro no Clube de Autores – de redação espontânea.
  • As possibilidades de vanguarda do Jornalismo Literário Avançado.
  • Uma contribuição de honra com as narrativas de transformação.

Se interessou? Acesse o site epl.eadbox.com , faça uma primeira vídeo-aula como cortesia e, se gostar, inscreva-se!

Screen Shot 2017-07-19 at 16.40.58

Leia Mais

Oficina Escrita Total abre a Casa do Clube na FLIP #clubenaflip

Se tem uam coisa que muito escritor busca é saber escrever mais e melhor (afinal, sempre há espaço para isso). Pois bem: é justamente com esse gancho que abriremos a nossa casa em Paraty, onde estaremos entre os dias 4 e 8 de julho de 2012 (à Rua do Comércio, 149).

Com bate-papo e leitura de poemas, Edvaldo Pereira Lima, escritor e co-fundador da Academia Brasileira de Jornalismo Literário (ABJL), conduzirá a oficina de escrita holística baseada na premiadíssima metodologia Escrita Total.

Lima é formado em Jornalismo e é professor aposentado da USP. Atualmente leciona na ABJL e é o autor dos livros Jornalismo literário para iniciantes, Escrita total, Ayrton Senna Herói de um novo tempo, entre outros. Atua em Comunicação Social e Educação principalmente com os temas: jornalismo literário, literatura da realidade e livro-reportagem.

Para a oficina que será realizada na Casa Clube de Autores na Off-Flip, o criador do método Escrita Total se baseará na teoria dos hemisférios cerebrais, na ampliação de consciência e na cosmovisão.

O encontro se realizará no dia 04 de julho, quarta-feira, às 16h30. A Casa Clube de Autores na Off-Flip está localizada na Rua do Comércio, 149 no Centro Histórico de Paraty.

E aí? Nos veremos lá?

Confira a nossa programação completa no link https://www.facebook.com/cdautores/events

#clubenaflip

Leia Mais

Professor Edvaldo Pereira Lima publica livro de poesias pelo Clube

Edvaldo Pereira Lima é uma das figuras mais importantes no cenário literário brasileiro atual. Educador, pesquisador, escritor e jornalista, professor da Universidade de São Paulo, co-fundador e vice-presidente da Academia Brasileira de Jornalismo Literário – www.abjl.org.br – e autor de diversos livros.

Isso sem contar com o Método Escrita Total, do qual é criador e que concentra técnicas das mais incríveis para se escrever.

Com um currículo desses, uma das dúvidas que frequentemente aparecem é sobre o que passa não na mente de um perfil com esse calibre – mas sim no coração. Afinal, muitas de suas obras tem denso (e riquíssimo) cunho técnico. Pelo menos até agora.

Edvaldo publicou, no começo desse mês, um livro de poesias dedicado à sua falecida esposa aqui no Clube – Poemas para Lucy e Outros Amores Sagrados.

Unindo uma história real de amor, espiritualidade, viagens internacionais e o mundo da escrita, os textos de Poemas Para Lucy e Outros Amores Sagrados compõem homenagem à esposa do autor, falecida em 2011, navegam por territórios da difícil jornada humana rumo à individuação, desembocam em considerações sociais sobre o Brasil de hoje.

Poemas biográficos, de um lado, espontâneos, de outro, têm como contexto de fundo questões existenciais que transcendem a história particular do poeta, conduzindo o leitor pelo arco temporal de quase 18 anos de vida amorosa espelhando os prazeres, as dores, os desencontros, os desafios, as alegrias de um longo relacionamento, assim como o confronto inevitável com a morte, temas universais de todos nós. Racional e intuitivo, emocional e intelectual, tocado pela inquietude espiritual, o autor – também professor universitário e jornalista – evita formas e fórmulas rígidas, preferindo seus poemas orgânicos, livres, sem obediência a nenhum formato imposto por modismos externos.

A linha condutora de tudo é o dramático impulso à ampliação de consciência que a vida nos coloca neste complexo momento histórico de transformação individual, social e planetária que vivemos, destaca. Homens e mulheres configuram novos tipos de relacionamentos, os papéis se alteram, os casais são pressionados a vencer modelos antigos e todos nós, coletivamente, vivemos o grande desafio de descobrirmos o sagrado em todas as áreas das nossas vidas, como indivíduos e membros de uma única espécie que configurou uma civilização potencialmente fabulosa, mas em precário estado de sub vivência, completa.

Os poemas da primeira parte refletem essas questões no campo romântico, partindo de tributo ao amor em Além do Possível, passando, entre outros, pelo sugestivo Hula – ondulante como as ondas do Havaí -, visitando em forma bilíngue London Eye (a Roda Gigante/O Olho de Londres) e terminando no tocante Linda, testemunho do final de uma vida humana. Os da segunda navegam por temas espirituais dramáticos – como Armagedon – ou de entrega – Senhor Além da Ponte Nebulosa -, por questões psicológicas do ego e do Self – PoemaSanto -, por viagens de descobertas – Cruzeiro aéreo Caribe e Paisagem -, por considerações quanto aos propósitos superiores de países e nações – América do Meu Jeito e Arábia -, termina num contundente exame da nação e de brasileiros extraordinários do século XXI, o país encharcado, em paradoxo, pelo câncer endêmico da corrupção política, em Brasil.

Jornalistas literários e a artista pop Reba McEntire também são homenageados nessa parte. Na terceira e última, os leitores recebem um bônus surpresa de um texto de terceiros, bastante útil para a alma.

Vale a pena mergulhar na obra. Para quem se interessar, basta clicar aqui ou diretamente no link https://clubedeautores.com.br/book/130224–Poemas_Para_Lucy_e_Outros_Amores_Sagrados – e boa viagem literária!

Leia Mais

Edvaldo Pereira Lima é destaque na Bienal do Livro da Bahia

Edvaldo Pereira Lima é um autor que já está aqui no Clube faz algum tempo e, de maneira geral, escreve sobre o ato de escrever.

Com títulos que incluem o “Escrita Total“, ele ganhou popularidade entre amantes da literatura e diversos outros autores, abordando uma metodologia no mínimo apaixonante.

Amanhã, Edvaldo participará de uma sessão sobre Jornalismo Literário – uma de suas especialidades – na Bienal do Livro da Bahia. O papo está marcado para acontecer às 20:00 do dia 03/11 (quinta), tendo ainda a participação de Aline D’Eça e mediação de Elieser Cesar.

O programa do evento diz o seguinte:

O chamado jornalismo literário ganhou fôlego renovado no Brasil há alguns anos. Muitos especialistas defendem que este tipo de jornalismo é a salvação das mídias impressas na “guerra” contra a velocidade da internet. Como se chegar a um equilíbrio entre literatura e jornalismo, aproximando-se da literatura, mas sem se afastar do núcleo central da informação? Quais as principais características do jornalismo literário brasileiro?

Se interessou? Então apareça lá na Bienal e confira o que esses mestres tem a dizer!

E, claro, se quiser ler o que o autor já escreveu sobre o assunto, recomendamos o livro Jornalismo Literário para Iniciantes, publicado aqui mesmo no Clube. Para visualizá-lo, clique aqui ou vá diretamente ao link http://clubedeautores.com.br/book/35300–Jornalismo_Literario_Para_Iniciantes

 

Leia Mais

Amanhã tem autor do Clube no Museu da Língua Portuguesa!

Sábado, dia 06 de agosto, das 15 às 17 horas o Museu da Língua Portuguesa sediará o evento-lançamento de livro coletivo idealizado, editado e organizado por Edvaldo Pereira Lima,  a ser publicado aqui no Clube de Autores, que aplica o método Escrita Total de redação espontânea na produção de textos.

Os co-autores são participantes do projeto “Escrita Total: Histórias Espontâneas de Sustentabilidade, Superação e A Arte de Viver”, com o qual Edvaldo conquistou um Prêmio Interações Estéticas – Residências Artísticas em Pontos de Cultura 2010, do Ministério da Cultura e da Funarte.

O projeto  – www.escritatotal.labpoeticas.org – foi desenvolvido entre fevereiro e julho, no Ponto de Cultura “Laboratório de Poéticas” em Diadema, na Grande São Paulo, com a participação de dois grupos heterogêneos quanto a idade, formação escolar e profissão.

“A pessoa mais jovem, nossa caçula,  tem 17 anos, e a mais veterana, nossa venerável escritora,  já passou dos 70”, explica Edvaldo com bom humor. “Tivemos um grupo presencial e outro à distância, digital, resultando na soma a produção de textos de gente que mora na Grande São Paulo, mas também em pontos geográficos  tão diversos quanto Santa Maria, no Rio Grande do Sul, e Goiânia, em Goiás”, continua.

” A liga mágica que une tudo isso é a paixão das pessoas pela palavra e sua tocante vontade em escrever com beleza estética, consistência e prazer”, comenta. “Particularmente, fiquei muito feliz de poder contribuir para a expansão desse entusiasmo, instrumentalizando os participantes com o método Escrita Total que tive a oportunidade de criar e desenvolver, dando-lhe um caráter ao mesmo tempo intuitivo e sólido.  O grupo mostrou-me como esse amor pela escrita existe em pessoas das mais diversas camadas sociais e culturais. Se você é do mundo da palavra, não tem como não se comover em testemunhar essa paixão se manifestando em pessoas tão diversas, todas buscando vencer as limitações que as circunstâncias da vida lhes impõem.”

O evento-lançamento contará com a leitura de trechos do livro, pelos autores, incluindo textos escritos a partir de uma visita-exercício ao próprio Museu da Língua Portuguesa.

Para quem ama escrever, então, fica a dica para um final de semana perfeito: visita ao sagrado Museu da Língua Portuguesa acompanhado de evento voltado justamente para técnicas de se escrever. Nada mal para autores, certo?

Leia Mais