livro aberto com óculos em cima

Conheça algumas estratégias para facilitar a leitura e aplique no seu dia a dia

Por mais que a leitura faça parte do nosso dia a dia, muitas pessoas possuem dificuldade nesse quesito. Seja para torná-la um hábito, por falta de concentração, por pouco conhecimento de vocabulário ou por alguma outra questão. Se você se identificou com alguma pelas, vai gostar de conhecer as estratégias de leitura, que consistem em técnicas simples para facilitar a compreensão e auxiliar no processo de leitura. Como as pessoas possuem diferentes formas de aprendizados, selecionamos algumas dessas estratégias para que você possa aplicar enquanto lê. Saiba quais são elas:

Leia com atenção

Parece óbvio mas é importante dedicar tempo de qualidade às suas leituras. Isso significa que você deve ler os parágrafos com calma, reler o que não tiver entendido e aí sim seguir adiante. Se você é do tipo que se distrai com facilidade, deixe o celular de lado, desligue a TV e saia do ambiente onde muitas pessoas estiverem conversando. A hora da leitura exige foco e concentração. 

Ler em voz alta

Essa é uma estratégia muito eficaz para quem tem dificuldade de concentração, principalmente para quem se sente ansioso diante de um texto e acaba lendo muito rápido, sem prestar atenção. Quando você lê um texto em voz alta, automaticamente se adapta à estrutura em que ele foi construído – palavras, formação de frase e pausas (vírgulas e pontos). Isso facilita a compreensão do que está escrito e ajuda a “guardar na memória” com mais facilidade. É uma prática muito adotada por quem precisa compreender conteúdos complexos, por exemplo. Se a falta de silêncio não te incomoda, vale a pena tentar.

Palavras-chave

Identificar os pontos mais importantes do texto é uma boa técnica para auxiliar na compreensão do que está escrito. Um parágrafo contém muitas informações relevantes como nome dos personagens, verbos que indicam algum tipo de ação e até palavras que indicam um desdobramento da situação. Se algo ficou confuso, pode ser que a resposta esteja no próximo parágrafo do texto que você está lendo (ou estava no anterior e você não percebeu, volte para conferir) 

Lembre-se que as palavras-chave são os pontos mais importantes do texto. Quando você presta atenção nesses elementos, o contexto fica mais claro e, consequentemente, a leitura mais fluida. 

Destaque o que for importante

Essa dica é uma continuação da anterior, já que você pode simplesmente destacar as palavras-chave ou frases do texto. Sabe quando a gente grifa uma frase bacana para encontrá-la de novo quando reler o livro? Ou quando você precisa lembrar de uma explicação que está estudando? É exatamente assim. 

Mas não adianta grifar um parágrafo inteiro, a ideia é destacar apenas os pontos mais importantes para que você possa se lembrar do contexto assim que bater o olho nas palavras sublinhadas. 

Consulte o que não souber

Isso é muito importante! Quantas vezes você já leu um texto em que não entendia o significado de algumas palavras mas mesmo assim seguiu adiante? Pode ser algo sem importância mas na maioria das vezes todas as palavras de um texto estão nele por algum motivo e é importante prestar atenção em seus significados. Consulte um dicionário, sempre que isso acontecer. Se você não tem um dicionário físico em casa, faça uma pesquisa pelo computador ou baixe um App para consultar onde estiver. Dicionários de sinônimos são ótimos para essas ocasiões. 

Faça um resumo

Essa é uma técnica especialmente utilizada por quem precisa estudar conteúdos de maneira mais profunda. O desafio pode ser pela complexidade do conteúdo ou pelo grande volume de materiais para ler. Um bom resumo precisa conter as palavras-chave citadas anteriormente, porém contextualizadas. E é importante fazer uma leitura completa do material (seja por tema ou por capítulo) antes de iniciar as anotações. É na segunda leitura que você vai separar os destaques que devem ir para o resumo. 

Outra coisa: não é porque você vai “enxugar” o conteúdo que precisa copiar ao pé da letra. A ideia do resumo é explicar, com as suas palavras, o que você entendeu do que estava escrito. Leia o resumo e se pergunte “Esse material está claro? Faz sentido o que eu escrevi? Me fiz entender? Esclareci todas as dúvida?” Se a resposta for sim para todas as questões, o seu resumo está muito bom.

Leia mais

Outra dica que parece clichê mas é fundamental para que você leia (e compreenda) com mais facilidade. Comece pelos temas que você tem mais familiaridade, isso ajuda a prender a sua atenção diante dos capítulos e você vai ver como é possível manter o foco. Depois, escolha temas variados para aprender palavras novas (não esqueça de pesquisar o significado), estilos de escrita diferentes e um novo universo de histórias. Quanto mais você ler, mais fácil – e fluida – fica a leitura. Essa dica também serve para escritores, já que a leitura aumenta o repertório de palavras e inspira novas histórias.

Como escrever, pensando nisso tudo

Diante dessas possibilidades para facilitar o entendimento do leitor, é importante pensar em como auxiliá-lo, do ponto de vista de quem quer escrever um livro. Seja coerente nas palavras, tenha um enredo bem definido, preste atenção na diagramação e divisão dos capítulos, revisão detalhada, entre outras ações. Lembre-se que quanto mais fluida for a escrita, mais fácil será a leitura.

Leia Mais

50 dicas para escrever mais e melhor

Todos nós, escritores, sempre queremos escrever mais e melhor. Não importa a nossa “qualidade percebida”, por assim dizer: a não ser que tenhamos o mesmo senso psicótico de auto-excelência que o Nietzsche, melhorar é sempre uma busca constante.

Não é à toa que tivemos um interesse tão grande nas palestras online que estamos planejando por aqui, afinal. Mas nem tudo precisa ser resolvido com um evento em tempo real: a própria Internet já é uma base infinita de inspiração somada a um mar com dicas que variam das mais supérfluas às mais densas.

Pesquisando um pouco, achamos esse post no site Ficção em Tópicos com 50 dias para se escrever mais e melhor. Vale conferir clicando aqui ou no link http://ficcao.emtopicos.com/escrever/dicas-escrever-melhor-historias/!

Quem sabe algumas delas não ajudam você a apurar melhor o seu próximo conto ou livro?

Leia Mais

Qual o evento online ideal que podemos proporcionar aos autores?

Recentemente, inauguramos aqui no Clube um projeto novo basicamente voltado para a realização de eventos online para escritores. No caso do primeiro, com Edson Carli, acabamos escolhendo como tema a gestão de carreiras e testando o formato do Google Hangout, com um papo em tempo real e interativo.

Foi um sucesso tanto do ponto de vista de participação quanto de crítica – o que acabou nos colocando um desafio maior: escolher o próximo tema e ajustar o formato ao que tivemos de retorno do público.

Ainda bem que existe a Internet: colocamos no ar uma pesquisa na semana passada perguntando a todos, aqui no blog, o perfil ideal de eventos. Quer saber o resultado? Veja abaixo nos gráficos:

 

 

 

O resumo é:

Eventos no começo ou final da semana, preferencialmente à noite, com algo entre 30 minutos e 1 hora de duração e sobre os mais diversos temas. É fato que “divulgação” acaba dominando a preferência popular – mas outros, como técnicas para escrita e mesmo a gestão da carreira, também se destacaram.

Agora é dever de casa nosso: hora de mergulhar nos próximos eventos programados e, aos poucos, começar a moldar todo esse projeto às expectativas de quem mais importa: os autores.

A todos os que participaram respondendo ao questionário, muito obrigado!!!

Leia Mais

Vídeo aulas: como escrever um romance

Referências nunca fazem mal… certo? Afinal, quanto mais nos aprofundarmos em um tema, mais vamos colecionando experiências, opiniões e repertório para dominá-lo e alcançar eventuais metas que temos relacionadas a ele.

Isso se aplica também a praticamente todos os que estão lendo este post: escritores. Garimpamos na Web alguns conteúdos feitos especificamente para autores e descobrimos uma vídeo aula aberta no Youtube que vale a pena.

São cinco episódios (o sexto, aparentemente, não chegou a ser publicado). Confira:

Leia Mais

Abrindo a semana com Luis Fernando Veríssimo

De vez em quando buscamos achar algum vídeo legal na rede para inspirar e mesmo amenizar um pouco a dura vida que nós, escritores, temos. E, por sorte, conteúdo não falta, o que já nos permitiu passear entre leitoras de Machado de Assis, encenações de Tchekhov, leituras de Kafka e assim por diante.

Hoje vamos de Luis Fernando Veríssimo falando sobre um de seus livros e sobre a diferença entre se escrever crônicas e romances. Veja abaixo e boa segunda!

Leia Mais