contra-capa-de-um-livro-sobre-o-teclado-do-computador

Segunda edição de livro: tudo o que você precisa saber

Autores são seres autocríticos e com tendências ao perfeccionismo. Pergunte a qualquer escritor com experiência no mercado editorial: sempre há algo que gostariam de ajustar em suas obras já publicadas ou então, novas informações que poderiam ser adicionadas ao conteúdo de estudos e artigos científicos escritos anteriormente.

Por isso é tão comum encontrarmos mais de uma edição de um mesmo livro. Afinal, é justamente para isso que elas existem. Segundas edições (ou terceiras, quartas etc) dão aos autores a possibilidade de modificar o conteúdo de suas obras mesmo após a publicação. Neste artigo, responderemos algumas das principais dúvidas sobre o tema. Confira! :)

O que é considerada uma edição de livro?

Depois que uma obra é publicada e o autor decide fazer mudanças no conteúdo do livro, seja capa, título ou partes da história, podemos considerar a nova versão uma edição diferente da original. Justamente por isso é necessário revisar o conteúdo e ter certeza de que seu livro está pronto para lançamento logo na primeira publicação, afinal, será necessário registrar novamente o ISBN a cada nova edição, então os ajustes precisam valer a pena, né?

Registro ISBN de nova edição

Por falar em registro, vale lembrar que pequenas correções de formatação ou ortografia/erros de digitação podem ser feitas sem a necessidade de um novo ISBN para sua obra. Se o conteúdo não mudar, basta atualizar o arquivo nas plataformas onde o livro é comercializado e pronto. Mas se os ajustes forem significativos, é necessário um novo número de registro, ok?

Quando publicar uma nova edição de um livro?

Confira nossas dicas e saiba quando vale a pena investir em uma nova edição para sua obra:

  • Quando a obra possui opiniões pessoais do autor que não estão atualizadas. Nestes casos, ao revisar o conteúdo, vale mencionar que o texto contém edições devido à mudança de perspectiva. Assim, mantemos os leitores informados e damos a eles a oportunidade de consultar a versão original. É uma forma ética de ajustar o que já foi escrito;
  • Em casos de estudos, teses e dissertações que podem ser atualizadas com informações recentes e análises complementares, tornando a obra mais completa;
  • Quando o autor não está satisfeito com o texto da primeira versão e quer atualizar o conteúdo, mesmo sem mexer no sentido da história.

Agora que você já está bem informado sobre o assunto, avalie com cuidado sua obra e veja qual cenário citado descreve melhor os objetivos da publicação de novas edições. E caso surjam dúvidas, é só deixar um comentário abaixo! :)

Você também pode se interessar por:
Como otimizar seu Perfil de Autor no site do Clube?
Como publicar um livro independente?
Quando uma obra vira domínio público?

Leia Mais

homem-branco-de-oculos-escrevendo-em-caderno

Dicas para seu Perfil de Autor no site do Clube

Se você já faz parte de nossa comunidade de autores independentes, sabe que ao publicar um livro é necessário criar um perfil que será exibido junto com sua obra em nosso site. Ele poderá ser replicado em outras plataformas e até mesmo otimizado para suas redes sociais.

Mas, se você ainda não publicou um livro por aqui e está caindo de paraquedas neste post, fique atento às dicas que preparamos e comece a planejar seu perfil desde já!

O que é um Perfil de Autor no site do Clube?

Ao publicar um livro em nosso site, você ganha também uma página de apresentação pessoal. É nela que todos os seus livros publicados serão apresentados juntamente com um textinho sobre você, links para suas redes sociais, selos de reconhecimento por suas conquistas como autor e notícias sobre suas obras. O próprio Presidente do Clube de Autores, Ricardo Almeida, tem um perfil de autor no site :)

Por que essa página é importante?

Considere seu Perfil como seu cartão de visitas. Sempre que alguém quiser saber mais sobre você para avaliar se realmente vale a pena comprar seus livros, é lá que olharão. Além disso, você pode utilizá-la em suas redes sociais para compartilhar o link de todas as suas obras de uma só vez e até mesmo para marcar presença em resultados de pesquisa do Google – assim, sempre que alguém procurar por seu nome, a página aparecerá como resposta, divulgando seu trabalho e aumentando sua credibilidade como autor.

Lembre-se que ter uma página bem estruturada pode influenciar diretamente os resultados de suas estratégias de divulgação da obra. De nada adianta participar de LIVEs no Instagram, ter redes atualizadas e até dar entrevistas se quando os leitores procurarem suas obras, verão um perfil fraco e mal escrito, né?

Por isso, separamos algumas dicas para deixar seu cartão de visitas virtual ainda mais completo. Confira!

Dicas para otimizar seu Perfil de Autor:

1. Escolha um tom de voz para escrever o texto de apresentação

Você pode se apresentar em primeira pessoa, de forma mais intimista, como se estivesse contando algo a um amigo, ou então optar por uma versão mais formal em terceira pessoa, falando de seu currículo e trajetória acadêmica, por exemplo.

Ao escolher o melhor formato, considere sempre o tipo de livro que está publicando: conteúdos científicos, estudos e guias pedem credibilidade, então focar em suas conquistas profissionais pode ser uma boa ideia. Já no caso de poemas e livros de ficção, falar sobre sua personalidade e motivações para escrever pode ser mais conveniente.

Divulgue suas Redes Sociais

Para saber mais sobre seu trabalho ou acompanhar sua jornada como escritor, é fundamental que os leitores encontrem suas redes sociais com facilidade (e lembre-se: elas precisam ter bons conteúdos!). Aproveite as funcionalidades da página para adicionar o link de seu Instagram, Twitter, Facebook, YouTube, Blog ou site pessoal etc.

Foto de Perfil

As pessoas vão querer te conhecer melhor! Por isso, considere tirar uma foto especialmente pensada para acompanhar a apresentação em seu perfil. Deixe as selfies e fotos super conceituais para as redes e capriche em uma foto que mostre bem o seu rosto, tenha boa iluminação e alta qualidade. Entre as poses mais populares estão:

  • Foto do autor na cortada na altura do peito, com foco em seu rosto;
  • Autor posando com seu próprio livro, olhando para a câmera;
  • Autor lendo o próprio livro, em formato “espontâneo”.
  • Autor segurando algo que ajude a reforçar sua personalidade ou características da obra. Um escritor de livros de receita pode posar segurando uma espátula, por exemplo.

Seu nome

Por fim, o dilema do nome de autor.
Parece óbvio, mas cadastrar seu nome corretamente ainda é um problema comum entre os escritores. Alguns autores utilizam seu nome completo registrado em certidão de nascimento, com 3 ou 4 sobrenomes. Avalie se todos eles são realmente necessários para diferenciar seu perfil dos de outras pessoas na internet. Quanto mais longo o nome, mais difícil de gravá-lo! Além disso, o link de sua página ficará maior e se tornará mais difícil de ser localizado.

Depois de revisar todos os itens acima, lembre-se de compartilhar o link com seus amigos e colegas. Eles poderão ajudá-lo a conferir as informações, erros de ortografia e organização da página! Ouça cada feedback e aproveite as sugestõs para continuar evoluindo como autor independente :)

E aí, curtiu as dicas? Caso tenha dúvidas, deixe um comentário abaixo! Teremos o maior prazer em ajudá-lo.

Você também pode se interessar por:

Como escrever uma biografia?
O que são Psudônimos e quando utilizá-los?
Ghost Writer: conheça o misterioso escritor fantasma

Leia Mais

pessoa vendo o notebook sobre uma mesa

Os 5 livros do Clube mais acessados em 2020

Que tal começarmos o ano falando dos livros mais populares aqui do Clube no ano de 2020?

Analisamos os acessos ao nosso site de janeiro a dezembro e descobrimos as 5 páginas de livros que receberam o maior número de visualizações ao longo do ano. Curiosamente, os temas que mais se destacaram estão relacionados aos gêneros autoajuda e saúde. Confira a lista! :)

Ah, e vale lembrar: não estamos falando em vendas, apenas em visualizações, ok?

Obras mais visualizadas em 2020:

Feitiços de Amarração e Separação

Escrito por Everton Sango Solá e publicado em março de 2020, o livro é um manual do Quimbandeiro. A obra apresenta informações sobre o culto de quimbanda independente e a prática de feitiçaria de amarração e separação. Por essa você não esperava, né?

Dieta Anti-inflamatória Estratégica

A segunda obra mais acessada em nossa site foi escrita por Alexandre Campos Moraes Amato e publicada em fevereiro de 2020. Neste livro, o cirurgião vascular explica que não existe uma dieta pronta que funcione perfeitamente para todas as pessoas e aponta os caminhos para quem quer comer de forma saudável. É um guia alimentar para reeducação alimentar e planejamento de estratégiais pessoais com base no auto-conhecimento.

Chega de Ansiedade

Este livro foi publicado por Infoproducts – a página de autor não possui informações pessoais sobre quem escreveu a obra, apenas explica que tem como objetivo trazer mais informações sobre Pessão Alta, Ansiedade, Vegetarianismo e outos temas relacionados à saúde. A obra “Chega de Ansiedade” fala sobre causas, sintomas e tratamentos para lidar com a ansiedade e melhorar a qualidade de vida.

Os Sete Selos no Apocalipse

Escrito por Eliel Roshveder e publicado em janeiro de 2016 a obra está categorizada com temas religiosos como Estudo Bíblico e Escatologia. O livro fala sobre eventos fantásticos que mudarão a vida na terra e indicam que o Apocalipse está próximo. O autor tem, até agora, 109 publicações no Clube de Autores!

Segredos da Musculação

O quinto livro mais acessado em 2020 também foi publicado por Infoproducts. A obra fala de técnicas reais oara ganhar peso e construir músculos sem precisar investir em suplementos ou procedimentos caros!

E aí, qual desses livros chamou mais sua atenção?
Confira outras obras publicadas aqui no Clube e faça parte da nossa comunidade e leitores independentes :)

5 livros sobre a Proclamação da República
5 obras sobre deficiências que você deveria ler
Livros independentes sobre COVID-19

Leia Mais

mão oferecendo celular com livro e outra mão oferecendo dinheiro em troca

Como publicar livro na Amazon?

Se alguém te dissesse que é possível publicar e vender livros gratuitamente com poucos cliques e um passo a passo 100% digital, você acreditaria?

A publicação independente é uma forma prática de lançar uma obra sem a necessidade de patrocínio de uma grande editora e, principalmente, sem grandes investimentos financeiros. Graças à tecnologia, é possível ser um autor, ganhar dinheiro com a escrita e estar presente nas maiores livrarias e plataformas de venda online como a Amazon, por exemplo.

É super fácil! Confira nossas dicas abaixo e saiba como funciona.

Como vender livros na Amazon?

A primeira coisa que você precisa saber é que a forma mais fácil e vantajosa de publicar um livro na Amazon é pelo Clube de Autores. E, para ajudá-lo nesta missão preparamos um guia rápido. Confira!

Depois de escrito e revisado, o passo a passo para lançar sua obra na plataforma Kindle Direct Publishing (ou KDP) via Clube é o seguinte:

  1. Cadastre-se no site do Clube de Autores
  2. Selecione o tipo de publicação que deseja fazer (impressa ou e-book) e personalize sua obra escolhendo formato, tipo de papel, acabamento etc.
  3. Selecione quanto deseja receber por direitos autorais a cada venda e quantos livros deseja adquirir para si mesmo (opcional).
  4. Em seguida, faça o upload do arquivo e da capa.
  5. Adicione o número de registro do ISBN (não obrigatório no Clube porém recomendado, pois muitas livrarias exigem o número para comercialização). Em seguida, selecione também onde deseja disponibilizar sua obra para venda.
  6. Pronto! Seu livro será distribuído conforme indicado em seu cadastro.

Fácil né? Caso tenha alguma dúvida, confira nossa seção de Perguntas Frequentes.

Por que não se limitar à publicação na Amazon?

Lembre-se que existem diversas livrarias físicas e virtuais e que, quanto mais exposição seu livro tiver, mais pessoas serão alcançadas pela sua escrita! Não é necessário limitar suas vendas a uma única plataforma.

E é justamente esse o papel do Clube de Autores: somos um site de autopublicação e nosso trabalho é distribuir as obras para livrarias e plataformas parceiras (inclusive a Amazon), disponibilizando exemplares para venda e imprimindo tudo sob demanda – com custo zero para o autor

Aqui vão mais alguns motivos para fazer parte do Clube:

5 vantagens de publicar um livro no Clube de Autores:

  1. Você conta com suporte personalizado em caso de dúvidas. Basta enviar um e-mail para atendimento@clubedeautores.com.br ou deixar um comentário aqui no Blog. Nossa equipe responde super rápido e te ajuda a colocar sua obra à venda!
  2. O Clube tem parceria com as maiores livrarias do Brasil (e do mundo). Ou seja, você não precisa se preocupar com a gestão: nós fazemos isso por você.
  3. Além da versão digital, você pode optar também pela versão impressa, sem custos adicionais.
  4. Caso você queira ter um próprio estoque de livros para presentear seus amigos e vender em eventos, oferecemos condições especiais de compra. Sai mais barato do que imprimir por conta própria.
  5. Depois de publicar seu livro aqui, você entra para a maior comunidade de autores intependentes da América Latina, recebe conteúdos especiais, dicas e novidades sobre o mercado literário em primeira mão :)

Saiba mais sobre como publicar um livro indepentente no Clube de Autores.

E aí, gostou das dicas? Confira outros artigos sobre o tema e escolha a melhor opção para vender sua obra :)

texto em fundo roxo "publique sua obra"

Você também pode se interessar por:

Todo mundo quer escrever um livro?
Como se tornar um escritor?

Leia Mais

Quando uma obra vira domínio público?

Algumas das principais dúvidas dos nossos leitores têm a ver com direitos autorais: quais são os direitos, como cadastrar as obras, quando receber etc. Inclusive, fizemos um guia sobre direitos autorais, para facilitar a sua vida.

Mas uma outra questão tem surgido em rodas de conversa e gostaríamos de esclarecer por aqui. Se você já escreveu um livro, talvez tenha a resposta, mas vamos lá!

Você sabe quando uma obra passa a ser considerada de domínio público? 

De acordo com a Lei do Direito Autoral (Lei nº 9.619/98), os direitos patrimoniais do autor são válidos durante todo seu período em vida e, após falecido, têm o prazo de 70 anos.

Segundo o Art. 41, “os direitos patrimoniais do autor perduram por setenta anos contados de 1º de janeiro do ano subseqüente ao de seu falecimento, obedecida a ordem sucessória da lei civil.” Depois que o prazo terminar, suas obras se tornarão domínio público, podendo ser utilizadas livremente por qualquer pessoa, com a possibilidade de ser explorada economicamente sem autorização do autor. 

As obras de Machado de Assis, por exemplo, estão nesse estágio. É comum encontrar textos publicados por várias editoras e comercializados em livros que levam o nome do autor, no entanto não há repasse financeiro das vendas. Isso acontece não apenas com livros, mas com todo tipo de propriedade intelectual, como obras literárias e artísticas: música, desenhos, pintura, fotografia, peças de teatro, filmes, novelas etc.

Apesar deste prazo estabelecido em lei, é importante destacar ele é válido apenas para os direitos patrimoniais do autor. Os direitos morais devem ser preservados em qualquer circunstância, mesmo após as obras se tornarem domínio público. Isso significa que se engana quem pensa que uma obra em domínio público “é de ninguém”. Herdeiros ou sucessores possuem a missão de “manter a fiscalização” da obra, por tempo indeterminado. Ninguém pode pegar um livro que está na condição de domínio público e republicar o conteúdo porém colocando sua própria autoria, por exemplo.

É de responsabilidade deles fazer com que a obra seja mantida em sua forma original, impedindo modificações que possam prejudicar a qualidade do conteúdo, honra ou reputação do autor, além de fazer com que o nome do autor seja vinculado à obra sempre que ela for referenciada, reivindicando mudanças e autoria da obra, se houver necessidade. 

Continue lendo: Saiba mais sobre releitura de obras.

Veja o que diz o art. 24 da Lei nº 9610/98, que considera direitos morais do autor as seguintes prerrogativas:

I – o de reivindicar, a qualquer tempo, a autoria da obra;
II – o de ter seu nome, pseudônimo ou sinal convencional indicado ou anunciado, como sendo o do autor, na utilização de sua obra;
III – o de conservar a obra inédita;
IV – o de assegurar a integridade da obra, opondo-se a quaisquer modificações ou à prática de atos que, de qualquer forma, possam prejudicá-la ou atingi-lo, como autor, em sua reputação ou honra;
V – o de modificar a obra, antes ou depois de utilizada;
VI – o de retirar de circulação a obra ou de suspender qualquer forma de utilização já autorizada, quando a circulação ou utilização implicarem afronta à sua reputação e imagem;
VII – o de ter acesso a exemplar único e raro da obra, quando se encontre legitimamente em poder de outrem, para o fim de, por meio de processo fotográfico ou assemelhado, ou audiovisual, preservar sua memória, de forma que cause o menor inconveniente possível a seu detentor, que, em todo caso, será indenizado de qualquer dano ou prejuízo que lhe seja causado.

Em caso de descumprimento de alguma dessas etapas, é possível obter apoio jurídico para penalizar a violação dos direitos. 

Ficou com vontade de publicar um livro? Então veja as nossas dicas.

Curiosidades sobre domínio público

  1. Não existe uma lista oficial de obras que estão em domínio público. Para ter certeza, é necessário confirmar a data de criação e fazer a conta.
  2. Não são apenas obras com o prazo final de 70 anos que possuem seus direitos descontinuados. Também é considerado de domínio público toda obra de “autor desconhecido” e de autores falecidos sem herdeiros ou sucessores.

E aí, ficou com mais alguma dúvida? Deixe um comentário abaixo :)

texto em fundo roxo "publique sua obra"

Você também pode se interessar por:

O que são e como se tornar um autor independente?
O que é ISBN e como registrar sem livro

Leia Mais