Quer conseguir mais votos no Prêmio?

Recebemos, nos útimos dias, uma série de emails de autores perguntando o
que eles deveriam fazer para divulgar os seus livros no Prêmio Clube de
Autores de Litteratura Contemporânea.

De maneira geral, o prêmio é inteiramente baseado na votação popular, de maneira que a qualidade da obra, de sua capa e de sua sinopse são pre-requisitos básicos para se vencer.

Se a sinopse tiver, por exemplo, uma linha de descrição, dificilmente ela receberá muitos votos positivos. A sinopse é uma das principais ferramentas para que o leitor decida-se por comprar a obra e, se ela não for instigante, também não trará resultados. 

Considerando que a sua capa e sinopse estejam com uma excelente qualidade – o que é o caso de muitas obras inscritas – há algumas ações que você pode fazer para conquistar votos. São elas:

1) Divulgue o link de seu livro no prêmio. Cada obra tem a sua página no site do prêmio, com um endereço único e exclusivo. Assim, ao invés de divulgar o endereço do site e pedir para as pessoas buscarem-na, mande o link direto. Isso facilita o processo e faz com que as votações sejam mais fáceis.

2) Use as ferramentas da Web. Com tantas obras inscritas, você tem um papel importante na tarefa de se diferenciar de todas. Divulgue o link dela em seu Twitter, em seu blog e em redes sociais.

3) Não seja um chato. O prêmio não é o fim por si só, mas um meio. Se você se tornar um chato, pedindo prêmios a cada instante, logo logo afastará amigos e possíveis leitores. Isso não te atrapalhará no prêmio – mas acabará consumindo a sua audiência e dificultando a divulgação  e venda da obra em si no futuro.

Você tem mais alguma dica que deseja compartilhar com a comunidade? Então aproveite este espaço e poste aqui mesmo no blog, na área de comentários!

O Clube de Autores é uma comunidade, um ambiente onde autores independentes podem ter os seus espaços e, juntos, consolidar os seus futuros literários. O Prêmio é uma das tantas etapas que estamos construindo juntos e, quanto mais colaboração for dada pela própria comunidade, melhor para todos!

Assine a Nossa Newsletter

7 comentários em “Quer conseguir mais votos no Prêmio?

  1. O Caso Traps, Presságio Funesto, conta a estória de dois detetives da velha Chicago da década de 50 que se deparam com um assassino de prostitutas que acabou sendo morto, porém, não parou de matar. Neste suspense policial, a trama envolvente se enlaça a cada instante, tornando os acontecimentos ainda mais embaraçosos. Os personagens vivos em detalhes e esteriótipos tornam a trama ainda mais saborosa e envolvente.

    http://premio.clubedeautores.com.br/web/site_premio/votar.php?id=17915

    AGRADEÇO A TODOS!!!

  2. Olá! Sou Solane.Gostaria de apresentar a sinopse do meu livro "A JANELA DA Liberdade" para que apreciem e tirem suas próprias conclusões.
    O livro “A janela da Liberdade” retrata a busca de uma mulher, pelo seu espaço no mundo. Acredita que através da arte literária será liberta de seus traumas, conflitos existenciais… Pela busca incessante de si mesma, por um instante… Descobre que mais vale a aventura da procura do que o prazer definitivo da descoberta e finalmente, o adorável enigma que a consome, deixará de ser mistério, não mais existirá”.

    Solane Gonzaga Pena Passos
    Assistam também os vídeos de apresentação do livro que postei na internet-youtube.É só acessar "A JANELA DA LIBERDADE"/ Solane Gonzaga Pena Passos.
    Atenção para o link (http://clubedeautores.com.br/book/12969-A_JANELA_DA_LIBERDADE)
    Agradeço a atenção e cada voto que for dado ao meu livro.Muito obrigaga.
    Solane Gonzaga Pena Passos.

  3. Gostaria que todos pudessem votar no meu livro "sob a Luz e a Sombra do Dragão"…Agradeço….
    "Então, é assim… A escuridão mostra, finalmente, a sua face. A face da covardia e da insanidade. Mas agora, a coragem de poucos faz com que o grande corruptor sinta, no ar, somente o cheiro do medo de seus próprios soldados. E são esses poucos que avançam na direção de muitos, contrariando a lógica… É verdade que, nem sempre, as lutas serão travadas nos campos, planícies e montanhas deste mundo… mas no coração de cada um. E esses poucos venceram o medo… Venceram a corrupção da alma… Venceram seus próprios desafios. E eles acreditam, apenas, em poder vencer, agora, a batalha que não pode ser vencida. Por muitas e muitas centenas de anos, eu nunca presenciei tamanha bravura contra o impossível… Eu sinto isso na minha alma e na minha carne. O coração de meu filho ainda bate nessa planície e repete, para mim, o que já foi dito… Que haverá, sim, um tempo para a paz. Mas que, também, haverá um tempo para a luta. E para essa, agora, e para esses bravos que ousam ser mais do que eles mesmos, eu me rendo." O Grande Dragão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *