10 mil visitas no blog ;-)

Quando iniciamos este blog, a ideia era abrir um canal direto de conversa com os usuários do Clube de Autores – divulgando as novidades e recebendo sugestões e/ ou opiniões.

Por ser uma iniciativa diferente e nova, aliás, esse tipo de canal é fundamental principalmente por sincronizar os nossos cronogramas com as expectativas dos autores e de seus leitores. E é reconfortante ver que está funcionando. Por aqui, temos recebido inúmeras sugestões de usuários, guiando o nosso percurso com novos desenvolvimentos e lançamentos.

Em tão pouco tempo com o blog no ar, atingir hoje as 10 mil visitas foi um belo presente para toda a nossa equipe.

Muito obrigado a todos pela participação!

Equipe Clube de Autores.

Leia Mais

Nova opçao de frete

Até então, todos as compras feitas via Clube de Autores eram entregues em uma única modalidade – o PAC Registrado, serviço prestado pelos correios.

Alguns usuários enviaram sugestões para que abríssemos outras opções de formatos de entrega – e o Clube iniciou algumas negociações faz algum tempo.

Desde a última sexta, passamos a operar com mais de uma modalidade, mantendo os mesmos prazos mas com preços diferentes. São elas:

Entrega padrão: mesma modalidade que já vinha sendo utilizada. Os livros são entregues com rastreamento de pedido e garantia de entrega.

Entrega econômica:
modalidade sem rastreamento de pedido ou garantia de entrega, mas mantendo o mesmo prazo e com custos mais baixos.

A escolha é feita, claro, diretamente na página de compra – que também teve o seu layout refeito.

Por trás dessas duas modalidades, no entanto, houve uma mudança estrutural importante: a abertura da possibilidade de escolha por parte dos leitores. O Clube de Autores deve apresentar mais opções de frete, com preços e prazos variados, no futuro próximo – mas este já foi um primeiro e importantíssimo passo!

Boas compras!

Equipe Clube de Autores.

Leia Mais

Comentários nos livros

As vezes, decidir por comprar um livro é um processo mais complexo do que o que se imagina. É preciso ler algumas de suas páginas, se interessar pelo conteúdo, conhecer o autor. E, claro, ter alguma recomendação feita por terceiros sempre ajuda!

Pois bem: a partir de hoje, todos os livros no Clube passam a ter espaço para comentários. Você leu e gostou de algum livro? Então publique a sua opinião para que outros leiam, ajudando-os a tomar as suas decisões.

E, claro, se você é autor, convide os seus leitores a comentar a sua obra. Quanto mais opiniões favoráveis ela tiver, naturalmente, maior o seu potencial de vendas!

Para comentar um livro, não há muito segredo: basta que o leitor acesse a página da obra, escreva o seu comentário e pronto – ele estará lá para que todos leiam.

Para garantir mais transparência, os comentários não são moderados – tudo o que se escrever será devidamente publicado. Mas, claro, no caso de absolutamente qualquer comentário abusivo ou ofensivo, o Clube de Autores se reserva o direito de retirá-lo do ar, preservando tanto autores quanto leitores de qualquer tipo de vandalismo virtual.

Agora, além de espaço para autores de todo o país, o Clube está abrindo as suas portas para uma outra parte importantíssima no ciclo de produção editorial: o crítico. Nesse caso, todos os leitores que quiserem expressar as suas opiniões.

Boa leitura, boas críticas e boas vendas!

Equipe Clube de Autores.

Leia Mais

23 de abril: Dia Internacional do Livro

Você sabia que o dia 23 de abril é o Dia Internacional do Livro e dos Direitos dos Autores?

O evento se originou na Catalunha (Espanha), em 1926 – mais precisamente no dia 7 de outubro, em comemoração ao nascimento de Miguel de Cervantes.

Em 1930, a data foi alterada para o dia 23 de abril – dia do falecimento de Cervantes.

Esta data foi, posteriormente, oficializada pela UNESCO – pois assinala também a data aproximada do falecimento de outros escritores renomados, como William Shakespeare e Josep Pla.

Oficialmente, não há nenhuma comemoração especial ou celebração que envolva entidades de classe – o que não significa que todos nós, escritores, não devamos brindar à data que, no fundo, homenageia as nossas veias criativas.

2009 é o primeiro ano que o Clube de Autores participa da data, abrindo as portas para que muitos dos nossos autores pudessem publicar os seus livros e deixar as suas marcas no mundo.

Sendo assim, toda a equipe do Clube de Autores gostaria de parabenizar a todos os autores pelos quatro cantos do mundo – torcendo para que continuem sempre a nos brindar com as letras que desenham os contornos das suas visões de mundo.

Parabéns!

Equipe Clube de Autores.

Leia Mais

Como obter o ISBN para seus livros

Alguns autores entraram em contato conosco perguntando sobre o ISBN para os seus livros. Por prestar um serviço de publicação de livros completamente gratuito para os autores, o Clube (www.clubedeautores.com.br) não pode garantir o ISBN (que tem custo) às obras – ficando isso a cargo dos próprios escritores.

Mas podemos (e devemos), claro, ajudar. Então, vamos a alguns esclarecimentos:

O que é o ISBN?

Segundo o site da Biblioteca Nacional, “o ISBN – International Standard Book Number
– é um sistema internacional padronizado que identifica numericamente
os livros segundo o título, o autor, o país, a editora,
individualizando-os inclusive por edição. Utilizado também para
identificar software, seu sistema numérico é convertido em código de
barras, o que elimina barreiras lingüísticas e facilita a sua
circulação e comercialização.

É preciso ter ISBN para cadastrar o livro no Clube de Autores?

Não, não é. O ISBN é uma forma de catalogar livros – mas não é ele que define o que é e o que não é uma obra literária. O foco do Clube de Autores é permitir que os autores publiquem as suas obras – considerando o seu conteúdo em como a peça mais importante.

Qual a importância de ter o ISBN?

A principal importância é facilitar que a sua obra seja encontrada e distribuída. Por exemplo: se você conseguir algum acordo com alguma livraria, para divulgar e vender o seu livro por ela, provavelmente precisará ter o ISBN. Alguns sites ou redes sociais focadas em livros, por sua vez, também exigirão. Assim, por mais que não seja obrigatório ter um ISBN, é aconselhado. Como o custo é relativamente baixo, vale a pena.

Como fazer para conseguir o registro?

Pelo site da Biblioteca Nacional, é possível fazer o registro. Para tanto, você precisará se cadastrar como “editor autor” – capacitando-se a fazer o registro como pessoa física. Para ver a página no site da Biblioteca Nacional que instrui sobre este cadastramento, clique aqui.

Esta mesma página inclui links para download de dois arquivos importantes: a ficha que deve ser preenchida (clique aqui para baixar o arquivo, em formato Excel) e o manual de preenchimento da mesma (clique aqui para baixar o arquivo, em formato PDF).

Todos os custos para o registro também podem ser vistos no site (clique aqui para ver). O cadastramento como editor autor custa R$ 160,00 e o registro de cada obra, R$ 10,00.

Como a obra deve ser registrada?

Você pode escolher registrar a sua obra como publicação física ou eletrônica.

Na publicação física, uma série de regras de diagramação devem ser observadas – incluindo o posicionamento do código de barras no livro (clique aqui para ver as regras). Neste caso, aliás, caberá a você comprar a imagem do código de barras (também vendido pelo site da Biblioteca Nacional) ou gerá-lo em um software especializado de sua escolha.

A possibilidade de se cadastrar a obra como pubicação eletrônica vem do fato dos livros disponíveis no site do Clube de Autores serem comercializados de forma 100% sob demanda (e, portanto, sem uma tiragem física determinada). Esta modalidade é mais fácil para o o autor, até por ter exigências menores quanto à diagramação. O código de barras, por exemplo, não precisa ser gerado e impresso nas obras, sendo que você mesmo poderá diagramá-lo, diretamente no seu arquivo. Para ver as regras de diagramação para publicações eletrônicas, clique aqui.

É preciso ter um novo ISBN para mudanças na obra?

De forma geral, mudanças nas obras devem, sim, ter um novo ISBN atribuído a ela. Segundo o site da Biblioteca Nacional, deve-se atribuir um novo ISBN:


– a cada edição de uma publicação;
– a cada edição em idioma diferente de uma publicação;
– a cada um dos volumes que integram uma obra em mais de um volume e também ao
  conjunto completo da obra (coleção);
– a toda reedição com mudança no conteúdo(texto) da obra;
– a cada tipo de suporte, tipo de formato, tipo de acabamento e tipo de capa;
– as reimpressões fac-similares;
– as separatas (desde que apresentem títulos e paginação próprios);

Obs:
– a reimpressão pura e simples de um livro NÃO requer outro ISBN;
– mudança na cor da capa, formato de letras e correção ortográfica do texto da obra, NÃO requer outro ISBN.

No caso de publicações eletrônicas, no entanto, exige-se apenas que a obra não seja atualizada com frequência – sem que uma periodicidade seja definida.

Precisa de mais ajuda?

O Clube de Autores está preparando um curso online simples e prático sobre a obtenção do ISBN, contendo mais detalhamento dos pontos. Este curso deve estar pronto em breve, na Universidade do Autor. Assim que estiver, publicaremos aqui no blog para deixar todos informados!

Abraços,
Equipe Clube de Autores.

Leia Mais