Nosso site no celular

Sabe a parte de novidades que comentei no último post? Pois é: essa é a primeira delas. 

Não sei se cheguei a postar isso aqui antes, mas cerca de 30% de todos os acessos do Clube vem a partir de celulares. E sim, é ridículo que, até hoje, não tínhamos nenhuma interface especificamente feita para telas menores. Até então, quem quisesse acessar o Clube via IPhone ou Android se deparava com aquela versão miniaturizada do site, algo pouco prático e efetivo. 

Era hora de mudar. Mudamos. 

Desde a semana retrasada, o Clube tem uma versão responsiva no ar. Basta acessar a partir de celulares que o próprio ssistema reconhecerá o local de acesso e exibirá o conteúdo perfeito para o tamanho da tela. 

Estatisticamente, isso deve resultar em dois grandes benefícios para os autores: 

  1. Os livros passarão a se destacar mais em buscas no Google, que estava começando a “despriorizar”, por assim dizer, sites sem versão para celular em buscas feitas a partir dos aparelhos
  2. Com uma interface mais simples e prática, as vendas em si via aparelhos móveis devem crescer 

Bom para todos nós! 

 

  

 

Leia Mais

Londres de acordo com Dickens

Na última quarta eu postei sobre uma app que permite se navegar pelo Rio com os olhos do Machado de Assis. Perfeito: uma viagem pelo tempo, na Cidade Maravilhosa, tendo como guia um dos maiores gênios da humanidade.

Mas… essa app não é exatamente inovadora, ao menos pelos padrões mundiais. Uma ideia semelhante já existe lá em Londres, onde se pode “navegar” pela cidade pelos olhos de ninguém menos que Charles Dickens e seus imortais personagens.

Esses tempos em que vivemos são absolutamente incríveis…

Quem quiser experimentar pode baixar agora mesmo: basta clicar aqui.

Leia Mais