crianca-segurando-caderno

5 coisas que todo escritor iniciante precisa saber

Para começar, vamos alinhar as expectativas:

  • Ninguém nasce com o “dom da escrita”, destinado a fazer sucesso no mercado literário e pronto, mágica!
  • Criatividade não é suficiente para criar boas histórias.
  • Bom conhecimento da língua portuguesa não faz de uma pessoa autoridade no assunto.
  • Sempre há tempo para aprender. 

Tudo isso parece clichê (e realmente é), mas precisa ser dito. É importante desmistificarmos a ideia de que escritores são pessoas excêntricas, que vivem em montanhas, utilizam máquinas de escrever por puro charme, acordam no meio da noite com ideias brilhantes para finalizar um capítulo e são capazes de transformar qualquer coisa em poesia.

Qualquer pessoa pode escrever. De pijama, durante o almoço no trabalho, na fila pra comprar pão ou durante uma tarde de dormingo. Não existe concurso ou prova de múltipla escolha: apenas dedicação e muita prática. 

Por isso, se você está começando a se aventurar neste universo mágico da escrita, preparamos uma lista com 5 coisas que você precisa saber antes de embarcar:

Dicas do Clube de Autores para escitores iniciantes:

  1. Ler é mesmo tão importante quanto seus professores te disseram: só escreve bem quem está íntimo das palavras. A leitura nos ajuda a conhecer diferentes formas de conduzir uma narrativa e nos ensina a dar sentido às frases. Quanto mais lemos, mais críticos nos tornamos – com os outros e com nosso próprio trabalho. E a autoavaliação é fundamental para continuarmos evoluindo.

  2. É necessário sair da bolha: muitos brasileiros têm a síndrome do colonizado. Trata-se da falta de apreço por tudo que é nativo do país e a supervalorização do que vem de fora. Outros, preferem a regionalização e não exploram produções de outros cantos do mundo. Seja qual for o caso, as duas formas de pensar limitam o conhecimento e criam uma bolha ao nosso redor. Para escrever bem, é importante buscar referências, navegar por mares diferentes e se interessar por culturas desconhecidas. Tudo isso enriquece o repertório e estimula a criatividade.

  3. A autocritica é necessária, mas sempre com limites. Todo escritor compara sua obra com a de outros autores. Nosso texto nunca parece tão bom quanto o de escritores já consagrados. Por isso, pegue leve com você e não faça da sua mente sua pior inimiga. Lembre-se que, com o tempo, tudo se tornará mais natural.

  4. Alimentação, descanso e hábitos saudáveis têm influência direta na qualidade do que produzimos. Nem é preciso dizer que tentar escrever após uma noite mal dormida pode ser receita para o fracasso. A não ser que você seja do tipo que transforma a dor em arte, prefira dedicar-se às palavras quando estiver descansado e se sentindo produtivo. 

  5. Sem rotina, não há progresso. Para se tornar um grande escritor é preciso muita prática e ela vem acompanhada de disciplina. Se você tentar escrever um livro uma vez a cada dois anos e desistir sempre que chegar na décima página, certamente precisará recomeçar a cada nova tentativa. Escrever não é como andar de bicicleta: sem prática não há garantias de que você continue de onde parou. Crie uma rotina e exercite sua escrita. Com o tempo, tudo se tornará mais simples e as frases fluirão com maior facilidade.

E você, tem alguma dica dica para quem está começando a escrever? Deixe seu comentário abaixo! ;)

Artigos relacionados: 

Lições do filme Parasita para escritores
5 dicas para melhorar sua escrita
Dicas para começar a escrever um livro

Assine a Nossa Newsletter

2 comentários em “5 coisas que todo escritor iniciante precisa saber

  1. Boa noite, pretendo publicar um livro com temática erótica, preferencialmente nas plataformas digitais, como Kindle, Amazon, etc, e gostaria de saber se é importante obter o ISBN para isso. E se o Clube dos Autores pode auxiliar nesse projeto.
    Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *