Sim, ISBN importa!

No passado, sempre que nos perguntavam sobre a real necessidade de se fazer o registro do ISBN nos livros, acabávamos nos enrolando um pouco na resposta. Além do registro oficial em si, afinal, ter ou não não interferiria em nada na venda aqui ou em nenhuma das livrarias eletrônicas com as quais trabalhávamos.

Pois bem: agora isso mudou.

Agora, sob a ótica do Clube, há pelo menos três grandes motivos pelos quais você deveria, urgentemente, tirar o ISBN: Amazon, Livraria Cultura e Estante Virtual.

É simples assim: se você tiver o ISBN em seus livros impressos, eles estarão à venda nessas três livrarias (chegando, potencialmente, a todo o mercado do leitores do Brasil). Se você não tiver, seu livro continuará à venda aqui no Clube e em outros sites como Submarino, Americanas etc…. mas perceba que a diferença é grande.

Então, sendo bem direto: não perca tempo. Faça já o seu registro de ISBN e deixe o seu livro à venda nas maiores livrarias do país!

Onde tirar o ISBN? Você pode ir diretamente no site da Biblioteca Nacional (isbn.bn.br) ou contratar assessoria no www.profissionaisdolivro.com.br . Mas, seja por onde for, vá.

Leia Mais

Livraria Cultura com livros impressos do Clube

Se você acessar, agora, o site da Livraria Cultura, verá que já á cerca de três mil livros do Clube de Autores disponíveis lá. Pois é: uma das mais tradicionais livrarias do país, finalmente, já está recebendo os nossos livros em um movimento de distribuição que já inclui Estante Virtual ,Submarino e Americanas e Amazon.

Da mesma forma que na Amazon e na Estante, no entanto, apenas os livros com ISBN serão distribuídos na Cultura.

Assim, se você tem seu livro com ISBN publicado no Clube e nos autorizando a distribui-lo, pode aguardar que já já ele estará disponível em todas elas (dado o volume de títulos, o processo de disponibilização do acervo inteiro ainda levará algumas semanas).

Se você ainda não tem ISBN, recomendo que vá a www.profissionaisdolivro.com.br e contrate uma assessoria para obtenção de ISBN ou tire o seu diretamente no isbn.bn.br . O processo é simples, barato e, acredite, vale muito a pena!

E, claro, reforço abaixo as regras de distribuição:

Hoje, quando se autoriza a distribuição de ebook pelas lojas virtuais (Apple, Google, Amazon etc.), se aceita também regras novas de remuneração para que possamos incluir o repasse financeiro de parte do preço de capa para essas lojas. As regras que adotamos aqui serão as mesmas. Ou seja: 

Se seu livro custar, hipoteticamente, R$ 35,00 no Clube, dos quais R$ 5,00 são de direitos autorais, este montante continuará valendo apenas para vendas feitas através do site do Clube. Caso o livro seja vendido, por exemplo, via Amazon, a sua remuneração será fixa de 20% sobre o preço final – ou seja, de R$ 7,00. Apenas para frisar: custe o que custar o livro, o preço no Clube ou nas lojas será o mesmo e, no caso de vendas pelas lojas, o autor receberá sempre 20% do preço de capa. 

Se você já tem um ebook autorizado a ser distribuído, não precisará fazer nada – a mesma regra se aplicará ao impresso. Caso não tenha e deseje distribuir o seu livro pelos canais, basta que vá a Sua Conta, clique em Livros Publicados, clique no botão de ações e vá a Gerenciar Publicações em Livrarias, seguindo as instruções na tela. 

Captura de Tela 2017-09-25 às 07.28.42

Leia Mais

A cidade é nossa

Na terça passada, fizemos aqui a FLIBA – Festival Literário do Baixo Augusta. A ideia era simples: abrir na própria Internet espaço para autores se candidatarem e permitir que eles usassem, da melhor maneira possível, o ambiente da Passagem Literária – via subterrânea que une Paulista a Consolação e onde realizamos o evento – para se expor.

E houve de tudo: performances, saraus, intervenções, arte em todas as suas formas. Houve um dia, pelo menos, no atribulado cotidiano de uma cidade como São Paulo, que os autores independentes dominaram a cena, os olhares e ouvidos, a mídia.

É curioso, mas quanto maior e mais tumultuada a cidade, mais espaço ela acaba abrindo para quem quiser se adonar dela. A FLIBA mostrou que isso é possível e tangibilizou algo que nós, aqui no Clube, sempre acreditamos: que o mercado editorial está aí, aberto a quem quiser e se dispuser a agarrá-lo.

Agarre o seu.

O futuro da literatura brasileira pertence a nós, autores independentes que estamos desbravando, no braço, o nosso próprio mercado.

Leia Mais

Nós que aqui estamos, por vós esperamos

Nada como tirar uma sexta para ver entender o Tempo e a Humanidade no que considero como melhor filme (ou pelo menos um dos melhores) já produzido em todo o mundo.

Há de tudo nele: poesia, biografias, dramas, comédias e o fim que sempre nos espera, ilustrado pelo título que, na verdade, é o letreiro da porta de um cemitério aqui de São Paulo. 

Dura pouco mais de uma hora – mas eu recomendo cada minuto.
[youtube https://www.youtube.com/watch?v=-PXo5oGztiw]
 

Leia Mais