O Museu da Língua Portuguesa é dos novos poetas!

Tem alguma coisa programada para os próximos dias? Caso contrário – e se estiver pelas ruas de São Paulo – indicamos um programa perfeito: uma visita ao Museu da Língua Portuguesa.

Sempre considerei esse museu como uma espécie de lar do nosso belíssimo idioma, mas a exposição que eles organizaram e que está aberta desde o último dia 23 o fez crescer ainda mais em relevância. Sendo direto: as suas portas foram abertas para 500 poetas, inclusive (e principalmente) os independentes como, mostrando como se tem construído arte a partir do português.

Para facilitar, colarei o release inteiro do evento aqui no post – mas já reforço a indicação para que quem puder, programe uma visita urgente!

O Museu da Língua Portuguesa, Instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, que já foi palco de exposições de nomes consagrados da Literatura, como Clarice Lispector, Machado de Assis e Guimarães Rosa, abre suas portas para receber quase 500 poetas. De autores célebres aos ainda não publicados, eles estarão na Exposição Poesia Agora, que será inaugurada oficialmente no dia 22 de junho – com abertura ao público no dia seguinte.

“É a primeira vez que abrimos espaço para autores talentosos e geniais, mas ainda não consagrados. Assim, o Museu se aproxima de uma produção poética e literária contemporânea, produzida pelas ruas das cidades, onde a nossa língua evolui e se transforma”, afirma Antonio Carlos Sartini, Diretor do Museu da Língua Portuguesa.

Com patrocínio dos Correios, realização da Secretaria de Estado da Cultura e do IDBrasil Cultura, Educação e Esporte, que administra o Museu da Língua Portuguesa, Poesia Agora tem curadoria do escritor e editor literário Lucas Viriato, coordenação artística de Domingos Guimaraens e Yassu Noguchi, e cenografia assinada por André Cortez.

“É muito significativo que o Museu da Língua Portuguesa abra uma exposição voltada à produção contemporânea. Com sua abordagem sempre voltada a promover novas experiências e vivências aos visitantes, o Museu tem o potencial de cativar o público para a poesia da atualidade, aproximando-o da linguagem e dos novos autores de uma forma única”, afirma o secretário de Estado da Cultura, Marcelo Mattos Araujo.

MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA

Endereço: Praça da Luz s/n; tel.: (11) 3322-0080

Horário: de terça a domingo, das 10h às 18h (a bilheteria fecha às 17h). Fechado às segundas. Ingressos: R$ 6 e R$ 3 (meia entrada), com entrada gratuita aos sábados.

Site: http://www.museudalinguaportuguesa.org.br/noticias_interna.php?id_noticia=457

<\em>

Leia Mais

Onde estão os livros que falam de amor?

Vá até o site do Clube e pesquise a palavra “amor”.

Fiz isso agora, neste instante. 2.799 livros foram encontrados.

Parece muito? Não é, especialmente dado que temos mais de 50 mil no catálogo inteiro. E, como hoje é o dia dos namorados – data intimamente ligado ao próprio conceito de amor – devo confessar que fiquei um pouco triste.

Onde estão todos aqueles poetas românticos, aqueles protagonistas de romances densos de onde tanto caos brota de suas páginas, aqueles escritores de laços sendo feitos e desfeitos? Onde estão aquelas histórias que nos ensinaram os ideais até hoje perseguidos no instante em que cruzamos os olhares com alguém… digamos… interessante? Onde estão os filhos dos tantos poetas que fizeram do Brasil o mais fértil dos terrenos para as letras?

Se você lê este blog, então a possibilidade de ser um escritor (ou pelo menos um amante da literatura) é grande – muito grande. E, por conta disso, aproveito este 12 de junho para fazer um convite: escreva uma pequena história, um conto ou um livro inteiro sobre esse órgão que tanto insiste em fazer o nosso sangue correr pelo corpo: o coração.

É dia dos namorados, afinal. E, mesmo que não tenhamos encontrado o nosso par perfeito ainda, nada nos impede de criar personagens que vivam os ideais de vida que buscamos.

Leia Mais

5 dicas para publicar e vender poesia

Dia desses, me deparei com um post bem interessante no blog No Mundo e Nos Livros – que inclusive recomendo a todos. O título já diz tudo: 5 Dicas para Publicar e Vender Poesia.

Bom… temos, aqui no Clube, mais de 4 mil livros de poesia, um dos gêneros que eu, pessoalmente, mais amo. E tem tanta coisa incrível ainda fora da grande mídia que um post com esse, com essas dicas valiosas, certamente vem a calhar.

Não vou colocar as dicas aqui, claro – mas recomendo que acessem clicando aqui ou na imagem abaixo. Boa leitura!!!

Leia Mais

Só 10% é mentira, com Manoel de Barros

No último dia 13 de novembro, um dos meus maiores ídolos, Manoel de Barros, faleceu. Pessoalmente, considero esta uma das maiores perdas que a literatura brasileira teve em muito tempo.

E não seria justo deixar de homenageá-lo aqui no blog, certo? Ei-la aqui, com a reprodução de um mergulho cinematográfico no universo dele.

Nada melhor do que isso para fechar a semana.

Leia Mais