Papel Pólen (amarelo) disponível no Clube!

Essa era uma demanda antiga, muito antiga dos autores – e finalmente conseguimos viabilizá-la aqui no Clube!

Desde o começo da semana passada, começamos a disponibilizar a opção de papel pólen (aquele amarelo) para os livros. Ele se juntará, portanto, a uma opção grande que inclui papéis offset e couché, de diferentes gramaturas, para que os livros fiquem com o formato que o autor preferir!

Há apenas uma questão importante aqui: livros que já estiverem publicados não podem ter seus tipos de papel “trocados” no site. O motivo é relativamente simples: como cada papel tem a sua gramatura específica, trocar a opção de um livro já publicado acabaria forçando todo um novo cálculo de lombada (pois a gramatura das folhas impacta diretamente no tamanho da lombada), de peso, de tabela de fretes etc. Nesses casos, a única opção é publicar um livro novo, começando o processo novamente como se ele não estivesse no ar antes. O autor pode, no entanto, deixar ambas as opções disponíveis no ar para que o leitor escolha (evitando perder assim o histórico de vendas e selos da sua obra).

Enfim, essa é a boa nova da semana :-)

Teremos mais em breve!

 

 

 

 

Leia Mais

Uma pergunta, uma resposta

Nessa última semana, uma leitora daqui do blog nos enviou uma pergunta sobre direitos e questões envolvendo a forma de publicação tão interessante que decidi publicar aqui, como um novo post. O que é interessante? Ela acaba resumindo em sua questão muito do que muitos autores nos perguntam diariamente, seja por aqui pelo blog ou pelo Facebook.

Nossa resposta foi a mais sincera possível (obviamente). Vamos a ela, então:

Pergunta:

Boa Tarde
Primeiro, parabéns pelo blog me ajudou muito nos últimos dias.
Eu decidi encarar de vez o mundo dos “escritores” e enviei meu “livro” para uma editora publicar. Por diversos motivos, no meu caso, neste momento é melhor que tenha uma editora por trás me apoiando. Enfim, sobre o registo ISBN, a editora vai fazer esta solicitação por mim. Fiquei insegura, pois não sei ainda como funciona. Então minha dúvida é: Qual a melhor opção? Eu mesma fazer ou a Editora? Quais são os prós e contras de ser a Editora? Eu correria algum “risco” se daqui um tempo decidisse publicar com outra Editora?

Resposta:

Oi Débora! Muito obrigado pelas palavras! Vou me permitir ser o mais sincero possível com você. Todos nós, escritores, sempre preferimos ter editoras nos apoiando – esse sempre é e provavelmente sempre será “o” sonho de consumo. O problema é que, na quase totalidade dos casos – e falo não apenas por experiência própria, mas também pelo tanto que já conversamos com outros autores – esse “apoio” é muito mais teórico do que prático. Quando uma editora cobra do autor, ela está fazendo uma venda e sim, promete distribuição e tudo mais. Mas ter distribuição não significa estar presente em todas as livrarias ou mesmo em uma única vitrine, que é o que realmente faz a diferença. A grande maioria das editoras também não faz marketing bem feito, incluindo uma verba definida para campanhas em redes sociais etc. – em grande parte porque, hoje, isso é responsabilidade do autor.

Aliás, o maior erro que um autor pode cometer e acreditar que uma editora, qualquer que seja, fará o trabalho de divulgação do seu livro. Isso quase nunca ocorre exceto por um ou outro raríssimo caso. Você nos pediu dicas e a primeira e mais importante é: seja autopublicando ou publicando por uma editora, tenha a mais absoluta certeza de que a única pessoa que realmente capitaneará o marketing do seu livro será você – mesmo que alguem tenha te prometido o oposto. Aprofunde-se no assunto, estude casos de outros autores da Internet e coordene toda a comunicação do seu livro.

E, se seguir por uma editora, tome muito cuidado com o contrato. Assegure-se de que o tempo mínimo de exclusividade que a editora exige é justo, veja direitinho quais os direitos que estará cedendo a ela e o que, exatamente, ela fará. Normalmente o ISBN fica a cargo da editora – mas nada impede que você mesma o tire. O processo é simples e relativamente rápido – ele só parece burocrático.

Finalmente, sobre riscos, o que eu te diria é que todos corremos a partir do momento em que decidimos publicar (e, portanto, tornar públicas) as nossas histórias. No entanto, eu diria que é um risco pequeno, minimizado mais se você se assegurar dessas questões contratuais.

Espero ter ajudado e, do fundo do coração, desejo toda a sorte do mundo em sua empreitada! Parabéns: escrever um livro decididamente é um marco na vida de qualquer pessoa e uma impressão da nossa vida que deixamos para toda a eternidade!

Leia Mais

Publique seu TCC no Clube!

Por essa época do ano, milhões alunos de todos os cursos de graduação e pós-graduação se vêem às pressas com a confecção de seus TCCs (trabalhos de conclusão de curso).

Em geral, a tarefa de encontrar gráficas que produzam o que precisarem com qualidade, a tempo de fazerem as suas entregas nas faculdades, acaba se tornando uma ingrata via crucis.

Com os novos formatos do Clube de Autores, no entanto, essa dificuldade simplesmente deixa de existir. Afinal, um TCC tradicional tem formato A4 (21×29,7), capa dura (normalmente, preta) e miolo colorido.

Sendo esse o acabamento, então basta publicá-lo aqui mesmo no Clube, online e sem nenhum tipo de transtorno. A publicação ganha ainda um benefício colateral: ao invés de ficar adormecido nas prateleiras das faculdades, o TCC (e todo o conhecimento nele contido) ficará à venda para todos os interessados, sendo um potencial gerador de receita para cada um dos alunos.

Nada mal! Há até uma categoria de TCCs já presente no site. Se você é estudante e já terminou o seu, então aproveite para publicá-lo aqui no Clube de Autores!

Leia Mais

Apostilas de aulas encontram espaço no Clube

Desde que lançamos a opção de se publicar novos formatos, diversos professores tem encontrado no Clube o local perfeito para publicar as suas apostilas.

Não que disponibilizá-las fosse impossível antes – mas havia a necessidade de se rediagramar o tamanho e de se trabalhar o acabamento típico dado a livros.

Agora, com a possibilidade de se publicar diretamente em formato A4 e de se permitir uma encadernação em espiral, mais em conta, todo o processo fica facilitado.

Se você é professor, então não perca tempo e se junte ao time do Clube, deixando as suas apostilas de aula prontas para todos os seus alunos!

Leia Mais

Publique versões diferentes do seu livro

Com tantas novas opções de publicação, alguns autores nos mandaram email perguntando a nossa opinião sobre a publicação de múltiplos formatos simultaneamente. Na prática, considerando que a publicação em si é absolutamente gratuita, o que aconselhamos foi que se publicasse livros nos mais diversos formatos.

A opção de personalizar o acabamento já existe, como comentamos no último post – mas, às vezes, o caminho ideal é o próprio autor escolher diferentes acabamentos e fazer publicações múltiplas, disponibilizando edições tradicionais e edições premium, por assim dizer.

No final das contas, não se estará impondo nada aos leitores, que continuarão tendo opções à mão – mas se estará deixando clara a existência dos diferentes formatos para cada livro, reforçando a escolha pelo que eles acharem ideal.

Leia Mais