Checklist: seu livro está pronto para ser publicado?

Seu livro já está devidamente escrito e, claro, você está ansioso para publicá-lo e começar a vender. O que você faz? Corre para o Clube de Autores e publica seu livro no mesmo instante…. correto? Errado. 

Antes de você publicar e começar a divulgar o seu livro, é fundamental se assegurar de que ele está realmente pronto, sob todos os aspectos. Afinal, de que adianta lançar por lançar, correndo o risco de transformar a oportunidade de realizar um sonho no pesadelo de receber uma enxurrada de críticas negativas ou – pior – de simplesmente não ter ninguém interessado em adquirir seu livro?

Siga o nosso conselho: segure a ansiedade e passe por esse checklist abaixo. Cumpriu ele inteiro? Ótimo. Publique seu livro no Clube de Autores e boa sorte! Faltou algo? Seja racional: pare, resolve o que estiver pendente e, só depois, publique. 

Checklist: seu livro está pronto para ser publicado? 

Finalização editorial

[ ] Leitura crítica feita por alguém de confiança

[ ] Revisão ortográfica e gramatical

[ ] Capa bem estruturada

[ ] Miolo devidamente diagramado

[ ] ISBN registrado

[ ] Ficha catalográfica feita e inserida

[ ] Livro pronto para ser lançado em formato impresso e eletrônico (em formato EPub)

[ ] Preço devidamente estabelecido

Lançamento e divulgação

[ ] Plano de divulgação concebido (com eventuais verbas definidas)

[ ] Data e local de lançamento organizados e negociados

[ ] Modelo de vendas no evento, incluindo responsabilidades pelo recebimento dos pagamentos, organizado

[ ] Exemplares adquiridos ou negociados para que cheguem (com folga) antes da data de lançamento

[ ] Lista de convidados para evento criada, bem como convites e fluxo de confirmação de presença

[ ] Contato feito com influenciadores digitais para que leiam e critiquem o livro

[ ] Cronograma de postagens em redes sociais já estabelecido e pronto para ser executado

Leia Mais

10 Escritores essenciais da literatura brasileira contemporânea

Percebam que, no título deste post, a palavra “contemporânea” se destaca. Pois bem: esta lista, feita pelo Homo Literatus, inclui 10 nomes e livros que, segundo ele, são essenciais.

Pode ser que você concorde ou discorde – listas, afinal, são sempre pessoais como os gostos de cada leitor. Mas fica a dica aqui para quem quiser mergulhar um pouco mais fundo nas letras produzidas aqui em nossas terras:

Leia Mais

10 aplicativos incríveis para escritores

Ano novo, vida nova, histórias novas.

Sendo mais extremado: talvez seja hora também de usarmos mais e melhor ferramentas da própria Internet, mudando também a forma com que concatenamos nossas ideias e gerais nossos textos. Se começo de ano é tempo de tentar, por que não começar por aí?

Achamos, no site Lendo.org, uma lista bem interessante de aplicativos feitos para escritores. Talvez nem todos sirvam aos seus propósitos… mas talvez você encontre aí a ferramenta perfeita para acelerar a sua produção!

Confira a lista completa clicando aqui ou na imagem abaixo:

 

Screen Shot 2016-01-04 at 11.08.41 AM

Leia Mais

Conhecendo a humanidade a partir dos 10 livros mais lidos da história

Já começo pedindo desculpas pela generalização, mas afirmo: é possível conhecer toda uma cultura a partir dos livros mais vendidos. Generalizarei mais: se ignorarmos as óbvias diferenças entre cada país (ou mesmo região) do mundo e desconsiderarmos o tempo, é possível traçar também uma espécie de linha que define a essência do ser humano. 

Veja esta lista abaixo, com os 10 livros que mais venderam em toda a história da humanidade: 

  1. Dom Quixote (Miguel de Cervantes) – 500 a 600 milhões de cópias
  2. O Conde de Monte Cristo (Alexandre Dumas) – 200 a 250 milhões de cópias
  3. Um Conto de Duas Cidades (Dickens) – 180 a 250 milhões de cópias
  4. O Pequeno Príncipe (Antoine de Saint-Exupery) – 150 a 180 milhões de cópias
  5. O Senhor dos Aneis (J. R. R. Tolkien) – 150 a 170 milhões de cópias
  6. Harry Potter e a Pedra Filosofal (J. K. Rowling) – 110 a 130 milhões de cópias
  7. O Caso dos Dez Negrinhos (Agatha Christie) – 90 a 120 milhões de cópias
  8. O Sonho da Câmara Vermelha (Cao Xueqin) – 80 a 10 milhões de cópias
  9. O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa (C. S. Lewis) – 75 a 90 milhões de cópias
  10. Ela, a Feiticeira (Henry Rider Haggard) – 70 a 80 milhões de cópias

Sabe o que a maioria dos livros tem em comum? Eles atiçam a fantasia de uma maneira quase escapista. 

Dom Quixote cria um universo à parte onde ele é o heroi supremo; o Conde de Monte Cristo cria uma outra personalidade em nome da vingança; o Pequeno Príncipe explora outros planetas; Harry Potter entra em uma escola de mágicos escondida do resto da humanidade; e assim por diante. 

A palavra mais comum em todos os 10 livros é uma só: escape. Seja da realidade, seja da vida cotidiana, seja da nossa própria imagem sobre nós mesmos. 

 O que mais encantou leitores ao longo dos séculos foi justamente a possibilidade de mudar de vida – ainda que em um delírio quixotesco ou em uma fantasia infantil de C. S. Lewis. 

Repito: é claro que generalizar a personalidade de toda uma espécie desconsiderando as peculiaridades do tempo e espaço pode ser um exagero grosseiro… Mas, ainda assim, não há como ignorar que o que mais se buscou em toda a história da literatura foram relatos de vidas inexistentes, de fantasias tangibilizadas por meio de tramas bem escritas. 

Por essa pequena lista de best-sellers absolutos, fica mais do que claro que o que o homem mais deseja é, talvez infelizmente, deixar de ser o que é. 

  

Leia Mais

10 livrarias incríveis para conhecer em São Paulo

Dia desses me deparei com uma lista de livrarias incríveis em São Paulo. Bom… quem segue este blog já sabe que sou meio fissurado tanto em listas quanto em livrarias.

E, como vivo em São Paulo já faz mais de 20 anos, sempre acreditei conhecer pelo menos quase todas. Ainda bem que estava errado :-)

O bom de cidades grandes é justamente a infinidade de possibilidades de descobertas – e essa lista da Vejinha acabou dando também dicas preciosas para o próximo final de semana. Se você vive ou está de passagem por Sampa, portanto, aconselho acessar a lista e montar um programa cultural pelos templos de literatura da metrópole. Uma coisa posso garantir: vale MUITO a pena – principalmente pelas pérolas fora do circuito tradicional como a Zaccara, a Fonomag ou – melhor – a Tatuí, dedicada a literatura independente!

Para acessar a lista completa clique aqui, na imagem abaixo ou vá direto ao link http://vejasp.abril.com.br/materia/livrarias-sao-paulo?utm_source=redesabril_vejasp&utm_medium=facebook&utm_campaign=vejaspScreen Shot 2015-11-02 at 11.51.05 AM

 

Leia Mais