Por que 2019 será o ano dos autores independentes no Brasil

Prepare-se para o ano em que o mercado editorial se revolucionará

Isso vai além de um mero desejo: é quase uma constatação feita após uma viagem mental para o futuro viabilizada pela análise das obviedades que nos trouxeram até aqui.

Quais obviedades?

O mercado editorial tradicional entrou em colapso em 2018.

Livrarias fecharam as portas, redes entraram em recuperação judicial, editores e livreiros de todos os portes foram forçados a rever os seus modelos de negócio uma vez que a grande maioria de leitores deixou de encontrar os livros desejados nas prateleiras de suas lojas preferidas.  O que resultou disso? Livrarias passaram a distribuir livros de autores independentes como forma de ampliar a oferta e a Internet – único lugar em que todos são iguais – passou a ser a fonte inquestionavelmente primária para a busca de literatura. E se, em 2018, ano em que tudo isso começou a acontecer de maneira mais intensa, o mercado de independentes já deu um salto de 30%, 2019 promete uma verdadeira revolução.

Mais demanda melhora toda a cadeia de ofertas. 

Quando o Clube de Autores começou, em 2009, o preço do livro era quase impeditivo de tão alto uma vez que gráficas capazes de imprimir 100% sob demanda eram poucas e desconfiadas. Com o tempo, nosso volume foi crescendo – e negociações melhores foram sendo viabilizadas. Nós nunca acreditamos nesse mito de que livro não vende porque é caro (livro, no Brasil e no mundo, é o entretenimento de alta densidade e durabilidade mais barato que existe). Mas, CLARO, quanto mais barato ele for, mais facilmente ele tende a vender. Esse cenário todo, por exemplo, viabilizou a criação de todo um novo projeto novo aqui no Clube que barateou imensamente 0 preço do livro para autores que quiserem manter seus próprios mini-estoques.

Não há mais preconceito com independentes.

No passado, um livro autopublicado era visto com preconceito pelo público leitor. “Se a obra é boa”, pensavam eles,  “por que nenhuma editora a quis?”. Com o tempo, com o crescimento de best-sellers autopublicados e com a popularização da crise editorial brasileira, esse preconceito evaporou por completo. Hoje, aliás, o leitor brasileiro sequer pensa na editora, salve raríssimas exceções: para ele, basta que o livro seja bom e que ele tenha ferramentas o suficiente para formar sua opinião (como a possibilidade de ler algumas páginas e de encontrar críticas na Internet).

Qualidade puxa qualidade.

Autores independentes têm se conscientizado de que um bom livro precisa ser bem trabalhado para vender. Na prática, isso tem resultado em histórias melhor acabadas, revisadas, com capas bem feitas e ISBNs devidamente registrados para que a revenda em livrarias seja viabilizada. Não é apenas o autor que ganha com isso: é toda a comunidade de independentes que, livro a livro, vai aumentando a percepção de qualidade do público leitor.

Quantidade puxa atenção.

Se uma maior qualidade gera um aumento de vendas, esse volume mais significativo de quantidade de títulos independentes comercializados puxa a atenção de todo o mercado tradicional. Isso significa mais espaço dado por livrarias, mais mídia cobrindo novidades, mais oportunidade para novos autores.

Todos esses pontos, ressalto, não são apenas sonhos de verão de quem está aqui, no front da literatura independente, há tanto tempo. Ao contrário: são constatações práticas, são fatos que já vimos acontecer no ano passado e que continuam transformando o que antes era tendência em pura realidade concreta.

Ou seja: se você é um escritor independente aqui no Clube de Autores, aperte os cintos e prepare-se. Sua hora chegou.

Leia Mais

Os livros do Clube que mais vendem na Cultura

Sempre nos perguntamos aqui qual a melhor métrica para efetivamente apontarmos os livros do Clube com maior demanda com leitores.

Já desenvolvemos algorítmos, fizemos campanhas, avaliamos vendas espontâneas digitais e físicas e até mesmo o volume de boca-a-boca nas redes sociais. Sabe a conclusão que chegamos?

Os resultados de vendas fora do Clube são o maior indicador de potencial de sucesso dos livros do Clube.

Parece esquisito? Explico-me melhor.

Quando um autor publica seu livro aqui, é natural que ele utilize o próprio link do Clube para divulgar a sua obra para seu público mais imediato. É natural, portanto, que os mais vendidos dentro das quatro paredes virtuais do nosso próprio ecommerce sejam os títulos escritos por autores com redes de relacionamento mais próximas, mais apegadas.

E isso – obviamente – não está errado… mas também cria um viés que distorce um pouco nossa avaliação sobre os livros com maior potencial.

Onde fomos buscar esses títulos?

Em nossos canais de vendas.

O raciocínio é simples: enquanto as vendas no Clube costumam refletir os estímulos diretos feitos pelos autores, as vendas em lojas terceiras (como Amazon, Cultura, Estante e outras) costumam mostrar os resultados espontâneos, fruto de pesquisas e decisões tomadas diretamente pelos leitores sem tanta influência assim dos escritores.

Sim, entendo que há casos e casos e que sempre haverá resultados em canais de venda fruto de indicações diretas de autores neles. Mas nossas próprias análises mostram que isso está longe de ser a regra.

Então, comecemos pela Livraria Cultura. Sabe quais são os 5 livros que mais venderam lá na semana passada? Ei-los:

O Despertar da Consciência

90km

Trilhando Sonhos

Modelagem Prática

Cyriacolândia: Território da Família Rondon no Pantanal

E sabe o que é mais incrível desta lista? Há de tudo nela. O primeiro livro está categorizado no Clube como esoterismo; o segundo, como esporte; o terceiro, como relato de viagens; o quarto, empreendedorismo; e o quinto, história.

Há, verdadeiramente, de tudo aqui no Clube de Autores: e há também, no mercado geral, espaço para tudo e para todos.

Leia Mais

Que livro você quer ler agora?

Hoje, achar livros que abordem assuntos que gostemos não é nada muito difícil. Em grande parte por conta da Internet e das possibilidades abertas pela popularização da tecnologia, nunca antes se produziu tanta cultura.

Para o leitor (e autor, que também precisa de boas referências para formar o seu repertório), é como dizer que estamos em uma espécie de paraíso literário onde a nossa maior dificuldade é escolher dentre as tantas ofertas as que mais agradam os nossos paladares culturais.

E a própria Web se encarregou de disponibilizar uma ferramenta que pode ajudar os usuários a nadar pelos vastos mares de letras. O site Sinopse do Livro é inteiramente voltado para usuários que querem se aprofundar em um determinado tema, mas ainda não tem em mente um título ou autor. Ou seja: é aquele leitor que, por exemplo, ama livrs de história – mas ainda não se decidiu por qual.

O Sinopse do Livro inverte o processo de oferta e abre com um questionário, sondando o autor e os seus gostos (variando de temas a tamanho das obras que prefere ler). Apenas após dadas as respostas é que as opções de leitura são apresentadas – tudo a poucos cliques de distância.

E você? Que livro quer ler agora?

Acesse o Sinopse do Livro clicando aqui, na imagem abaixo ou diretamente pelo link http://www.sinopsedolivro.net e descubra agora mesmo!

Leia Mais

Poeta do Clube de Autores é contratado por editora européia

No final do ano passado, recebemos um email de uma produtora do Domingão do Faustão que desejava, com bastante urgência, do contato de Augusto Branco – autor daqui do Clube. O motivo: ela gostaria recomendar a obra “Viva Apaixonadamente” no programa – o que certamente funcionaria como uma fortíssima divulgação.

Como não podíamos abrir nenhum dado de autor por conta da nossa política de privacidade, entramos nós em contato com Augusto, relatando o ocorrido e pedindo a sua autorização para encaminhar o telefone.

Resultado: contato feito, livro recomendado ao vivo e uma nova fase na carreira do escritor de Rondônia começava.

Segundo o autor, “o Clube de Autores é uma importante vitrine com credibilidade ante as pessoas que promovem a cultura em nosso país”. E foi, de fato, este o nosso papel.

Recentemente, Augusto nos contatou para informar que foi contratado pela editora portuguesa Booksmile e que os seus livros serão lançados também na Europa com uma forte divulgação que certamente abrirá os seus caminhos para que ele se torne um best-seller. O primeiro título, “Vida”, já está previsto para setembro!

Da nossa parte, desejamos toda a sorte do mundo para o talentoso Augusto e nos sentimos honrados em ter participado do seu crescimento no mercado editorial!

 

Leia Mais

O que você acha da literatura contemporânea?

Se você é autor daqui do Clube, então faz parte do grupo de pessoas que, dia-a-dia, produzem a literatura que marcará, para as gerações futuras, toda a forma de pensar da nossa geração.

Dizem, aliás, que pelas suas estórias, os escritores são responsáveis por documentar, pelos mais diferentes pontos de vista, a história em si.

E é com base neste tema que, dentro em muito breve, o Clube lançará uma espécie de exposição virtual de todos os livros lançados aqui juntamente com depoimentos de autores diversos, dicas e assim por diante.

Como o Clube é feito pelos autores – claro – estendemos este convite a todos.

Todos os livros publicados aqui no Clube já farão parte dessa exposição que, dentre outras coisas, contará com um modelo de navegação no mínimo inovador e instigante.

Mas, se além dos livros, você também quiser gravar um depoimento sobre a nova literatura produzida no país, a relevância dela para a nossa sociedade e a vida de um autor moderno, basta fazê-lo, subir no Youtube e nos passar o link pelo atendimento@clubedeautores.com.br .

Estamos preparando já uma seleção de vídeos – incluindo depoimentos exclusivos e entrevistas gravadas em Flips, bienais e outros eventos pertinentes ao tema.

Fiquem atentos que, em uma semana, a mostra estará no ar!

Leia Mais