Retrato de um contador de histórias

Muitos já devem conhecê-lo de nome: Roberto Carlos Ramos é um dos mais famosos contadores de história do país (ou do mundo).

Foi alguém que saiu da FEBEM, que teve uma vida dura e injusta mas que acabou construindo o seu próprio “conto de fadas” passando justamente pelo domínio da maior de todas as artes humanas: contar histórias.

Achamos um programa de entrevistas dividido em 5 partes com ele. Se não o conhece, pare e veja. Vale muito a pena:

Parte 1:

Parte 2:

Parte 3:

Parte 4:

Parte 5:

Leia Mais

Não é um livro, mas conta várias histórias (que podem dar um belo livro)

Por mais sagrado que seja o livro, ele nem sempre é o meio ideal para que histórias sejam contadas – principalmente em situações que reunam uma multiplicidade de autores relatando o seu cotidiano, formando assim uma verdadeira colmeia de contos em tempo real.

Para essas situações, aliás, a Internet veio como uma ferramenta ímpar. Você já ouviu falar, por exemplo, de uma comunidade de motoboys que relata os seus cotidianos usando as ferramentas que tem à mão – de Web a celular?

De certa forma, esse coletivo de contadores das histórias que vivem no dia-a-dia acaba sendo não apenas uma incrível forma de expressão, como também a síntese do pensamento de toda uma classe que está batalhando a vida nas ruas ingratas de uma das maiores metrópoles do mundo. E é justamente por esse tipo de inovação que indicamos essa comunidade por aqui pelo blog – nem que seja para que os tantos autores aqui no Clube possam se inspirar para criar as suas próprias histórias com base nesses personagens reais ;-)

Quer conhecer a comunidade? Então comece clicando aqui ou no link http://www.megafone.net/SAOPAULO

Leia Mais