Autora Lara Orlow fecha acordo com Livraria Cultura

Dizem que ficar sentado esperando pelo sucesso é das atitudes menos frutíferas que um artista pode ter. O sucesso, claro, é concorrido – e alcançado majoritariamente por quem o persegue de maneira mais eficaz.

No meio literário isso não é (e nem nunca foi) diferente – mas as novas portas abertas para autores independentes tem, por certo, facilitado bastante o caminho. Uma das autoras que está galgando o seu espaço no meio é Lara Orlow, de Wlad: o pioneiro do destino. Segundo a própria, ela dedica uma considerável porção de seu tempo pensando em ideias para fazer o seu nome e divulgar o seu livro.

E, ideia após ideia, Lara está efetivamente construindo a sua marca no mercado – um passo decisivo para a carreira de qualquer escritor. Além dos três blogs que mantém – Casa das Bruxas, Poetic Lesbian e Nevipé Romani – a autora está participando de uma série de prêmios e eventos, fazendo a sua própria assessoria de imprensa, entrando em contato com veículos e colocando as suas letras, por assim dizer, em todos os lugares que encontra espaço.

Nos últimos dias, recebemos dela um email dizendo que havia fechado uma parceria com a Livraria Cultura, que já está revendendo o seu livro. Como? Ela mesma se encarrega da entrega a cada vez que a compra é feita por lá, viabilizando não apenas um controle rígido sobre as vendas como também uma visibilidade maior para a sua obra. A receita para conseguir tal feito: entrar em contato com eles e negociar.

Lara se diz aberta a toda e qualquer ideia coletiva de divulgação de livros – e estende o convite, por meio desse post, a todos os outros autores do Clube. Quem quiser, basta mandar uma mensagem para ela pela página do seu livro ou por aqui mesmo, por esse post!

E, para quem quiser conhecer melhor o livro dessa autora-guerreira, finalizamos o post com um texto que descreve melhor a sua obra. Para acessar a página do livro no Clube, o link é http://clubedeautores.com.br/book/8881–WLAD ; para acessar na Livraria Cultura, é http://www.livrariacultura.com.br/scripts/cultura/resenha/resenha.asp?nitem=3253418&sid=181224109131344366459781&k5=39164A3A&uid=

Seus olhos penetrantes eram capazes de atrair qualquer ser, fosse deste mundo ou não. Era de um tal magnetismo que era quase impossível resistir ao seu encanto. As pessoas lhe seguiam, não só por seus ideais revolucionários mas também por sua personalidade inigualável. Seu nome era Wlad!

Um jovem cigano, nascido na Hungria, durante o século XV ao final de um rigoroso inverno, filho de Zolrac, o líder do maior clã cigano da idade média. Ainda em tenra idade herdou de seu pai a responsabilidade de guiar seu povo a um novo destino.

Tirá-los da clandestinidade, extinguir a mendicância, suprí-los para sua grande jornada, ensinar os mais jovens o amor às suas origens e tradições, lutar contra a descriminação, inserir-se socialmente, e, o mais importante, mantê-los unidos: essas eram suas metas.

Para dar início aos seus planos, era importante fugir do leste europeu, onde os ciganos eram escravizados e seguir para algum país além-mar que ainda não conhecesse o povo cigano. Para tal era necessário empreender uma longa jornada e contar, não só com sua sorte, mas também com o auxílio da magia. A travessia seria longa, mas os espíritos ancestrais os guiariam.

Wlad, apesar de jovem, era vigoroso, astuto e cativante, em sua alma havia uma marca ambígua que atrairia para si fiéis seguidores e odiosos inimigos. Sua audácia era tamanha, que o levou ao representante máximo da religião dominante na Europa medieval: Sua Santidade, o Papa. Com uma retórica impecável conse guiu um salvo-conduto que permitiria ao seu povo uma travessia segura e confiante.

O que o jovem cigano não imaginava é que apesar de tanta dedicação para com os seus, sua empreitada acabaria por provocar a ira dos nobres, resultando na perseguição que os levaria ao desfecho final da maior tragédia ocorrida com o povo cigano. A perseguição do Tribunal do Santo Oficio – A Inquisição.

Será que Rosana, a feiticeira, seria capaz de proteger todo o clã da nobre maldade européia medieval, escondendo-os sob o manto negro de Sarpa, o Senhor dos Senhores?

Magia e mistério, sonho e fantasia, ficção e realidade.

A saga do maior líder cigano do século XV.

Leia Mais

Pequenos Leitores

Recentemente, nos deparamos com um blog que merece aplausos de toda a comunidade literária brasileira: o Pequenos Leitores. O seu objetivo é tão nobre quanto útil: incentivar o hábito da leitura em crianças de todas as idades.

Para tanto, a página faz seleções de títulos e resenhas práticos, incluindo uma sinopse básica, dados editoriais, pontos fortes e fracos, nota que cada obra merece, preço e assim por diante.

Para navegar por ele, colher e (por que não?) dar as suas recomendações, clique aqui, na imagem abaixo ou no link http://nossospequenosleitores.blogspot.com/

Leia Mais

Um manual de tiro escrito por quem sabe a importância do assunto

Nos últimos dias, o autor Joaquim José Moreira publicou, no Clube de Autores, um manual de tiro.

Tema diferente dos que costumam ser publicados, o livro é focado em policiais militares tem na boa pontaria e nas técnicas de uso de armas um elemento fundamental para a sua sobrevivência. O próprio autor, aliás, sabe bem disso.

Nascido em Cuiabá, Joaquim formou-se como policial militar por Santa Catarina. Certo dia, o policial passava fardado por um banco que, coincidentemente, estava sendo assaltado. A sua farda acabou chamando a atenção dos ladrões que, na mesma hora, dispararam contra ele e o fizeram perder a mobilidade nas pernas.

Do acidente, Joaquim acabou tirando lições valiosas que certamente se estendem a todas as corporações policiais – incluindo o entendimento de como eles devem se portar nas mais diversas situações para proteger as vidas de todos – inclusive, claro, as próprias.

Se interessou pelo livro? Então veja ele clicando aqui, na imagem abaixo ou no link http://www.clubedeautores.com.br/book/40206–Manual_de_Tiro

 

Leia Mais

Sabe como foi o evento com o James McSill no Facebook do Clube?

Em uma palavra: excelente ;-)

No início da noite da última sexta-feira, cerca de 40 autores se uniram em rede via página do Clube no Facebook. Na pauta, um video-chat gratuito com o consultor editorial internacional James McSill.

Brasileiro radicado em York, na Inglaterra, James trabalha com algumas das maiores editoras do mundo e trabalha no planejamento de obras de alguns dos principais bst-sellers do planeta. Em uma hora e meia de papo, ele conversou de maneira aberta com os autores do Clube em um modelo diferente do tradicional: não havia, afinal, nenhum roteiro oficial a se seguir.

Quem montava o roteiro do papo era justamente o conjunto de autores presentes, subindo as suas dúvidas para que James comentasse e respondesse. E houve de tudo: desde como trabalhar melhor a obra, incluir ingredientes fundamentais, fortalecer as vendas e unir marketing a criação de textos. Segundo o próprio, aliás, “o autor moderno não escreve livros – ele produz livros, o que é algo completamente diferente”.

James dará ainda alguns cursos mais específicos via Clube de Autores e manteremos a todos informados. Por hora, quem quiser conferir o bate-papo da sexta pode fazê-lo diretamente pela nossa página do Facebook.

Para tanto, basta acessar a nossa página no Facebook, clicar no item “Livestream” (no menu vertical esquerdo) e, em seguida, em “Click to watch”. Abaixo do vídeo, aparecerá um menu entitulado “Video Library”. O bate-papo é o segundo vídeo, chamado de “gravacao cda” – basta clicar e assistir. Uma dica: os primeiros 20 minutos são de teste de audio, de modo que voc6e pode avançar e ir diretamente onde interessa.

Nos próximos dias vamos ajustar melhor a biblioteca de vídeos para facilitar o acesso. Enquanto isso, quem quiser pode usar o atalho para a nossa página clicando aqui, na imagem abaixo ou diretamente no link http://www.facebook.com/pages/Clube-de-Autores/123478361028950?ref=ts#!/pages/Clube-de-Autores/123478361028950?sk=app_142371818162

 

Leia Mais

Clube de Autores é destaque no Metro News

O Metro News – jornal com tiragem de mais de 1 milhão de exemplares – destacou o Clube de Autores e o seu pineirismo na publicação e venda de livros sob demanda no Brasil.

Em matéria extensa, o veículo contou a história de uma das autoras, Lêda Rezende, que tem 4 títulos publicados e já está seguindo rumo à sua quinta obra.

A matéria estampa a capa de uma das obras da escritora – Vitral, uma das finalistas da primeira edição do Prêmio Clube de Autores de Literatura Contemporânea.

Para conferir a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo:

Leia Mais