O que aconteceu na Flip?

Os mais críticos bradaram reclamações para os quatro cantos: disseram que o evento nunca esteve tão vazio, que Paraty estava despreparada, que um cancelamento de última hora por um dos autores-estrela havia estragado tudo.

Honestamente? Em 5 anos, essa foi a melhor Flip de todas – ao menos para o Clube.

Com ruas que realmente estavam menos abarrotadas – ainda bem – foi possível caminhar com mais atenção pelo evento. Foi possível conhecer mais gente, participar de mais eventos abertos sem a sensação de estarmos em um metrô abarrotado.

Nossa casa lá recebeu convidados incríveis, incluindo Susanna Florissi, que debateu sobre crise vs. oportunidade no mercado editorial; Newton Neto, do Google, falando sobre ebooks; Júlio Cruz contou toda a sua experiência arrecadando mais de R$ 20 mil via crowdfunding para seu primeiro livro; e assim por diante. Só eventos incríveis e absolutamente enriquecedores marcaram a Casa do Clube lá na Flip, o que acabou gerando um ambiente incrível até para gerar novidades aqui para nós.

Neste momento, passada quase uma semana desde o evento, estamos terminando de digerir tudo para montar os planos para este semestre. Uma coisa posso garantir: muitas, muitas novidades estão por vir aqui no Clube.

4 comentários em “O que aconteceu na Flip?

  1. Queridos Amigos,

    Adorei a oportunidade de estar na Casa Clube de Autores debatendo com colegas do mundo editorial e com convidados. Foram momentos absolutamente enriquecedores e de muitas – e boas – trocas de ideias, de experiências e, acima de tudo, de entusiasmo por este momento de tantas oportunidades no mundo dos livros ( = conteúdo ).

    Abraços e parabéns!

    Susanna Florissi

  2. Parabéns pela participação de vocês. Não pude comparecer, mas fico feliz de saber que vocês estão participando de eventos tão incríveis. Será que entre as novidades tem algo a mais sobre divulgação? Conheço escritores iniciantes que não sabiam da existência do Clube e da forma democrática e fácil de se publicar por aqui. Acho que vocês deveriam se promover um pouco mais e também nos ajudar na divulgação de nossos livros (crítica construtiva, oK?) Parabéns pelo trabalho de vocês.

    1. Oi Adriana! Obrigado pelo comentário! Devemos sim lançar algumas ferramentas novas para ajudar os autores a se divulgarem – mas, pela nossa exeperiência, o que posso assegurar é que ferramentas mesmo já não faltam (aqui no Clube ou na Internet como um todo).

      Os autores que mais conseguem se destacar são os que saem fortemente à caça de ferramentas que variam de crowdfunding à montagem de ações próprias de divulgação. Tivemos alguns relatos assim lá na Flip e devemos inclusive trazer um deles, o Júlio Cruz, para um Hangout nas próximas semanas.

      Sempre costumo dizer que o mercado literário é o mais concorrido do mundo. Ele nunca será fácil – mas é, já, uma realidade muito mais tangível para novos autores do que no passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *