MIT produz anel que “lê” livros para deficientes visuais

Conviver com deficiências, principalmente em países que não dão a devida atenção a acessibilidade (como o Brasil), é um desafio e tanto. Quando se fala de deficiência visual, as dificuldades se transformam em uma barreira gravíssima de acesso ao conhecimento. Afinal, o volume de títulos disponíveis em braille ainda é ínfimo – e o número não cresce, nem de longe, no mesmo ritmo do volume de livros publicados.

A boa notícia é que o MIT começou a testar “ferramentas” diferentes para resolver o problema sem esperar que editoras e governos invistam o que deveriam. Trata-se do FingerReader: um anel que, ao ser passado pelas linhas, literalmente lê para o usuário. Ele ainda está em teste e disponível apenas para conteúdo em inglês – mas é um passo promissor e altamente esperançoso para toda a sociedade. Veja o vídeo abaixo:


 

 

Um comentário em “MIT produz anel que “lê” livros para deficientes visuais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *