Agora é hora de nos unirmos de novo

A eleição passou.

Uma escolha foi feita pela maioria – mas essa maioria deixou uma gigante minoria com uma espécie de sensação de derrota amarga, triste, quase desesperançosa.

Bom… a democracia falou mais alto.

Aos que votaram no lado vencedor, torçamos que estejam certos. Aos que votaram no lado que perdeu, torçamos todos para que suas convicções se provem erradas.

No final, somos um só país – e não dois partidos.

É hora de virar a página e começar um novo capítulo nas nossas histórias.

Que todos tenham uma excelente segunda!

6 comentários em “Agora é hora de nos unirmos de novo

  1. Vários compradores são bloqueados pelos custos de exportação de livros do Brasil para o exterior. Vários livros POD em inglês de autores estrangeiros ficam inacessíveis pelos custos de importação (frete). Sei que já passou muito tempo da eleição, porém nada muda quanto a isso para melhor, só fica pior (inclusive aquele sindicalista parlamentar até quer PROIBIR importação de livros, numa atitude ditatorial da ignorância). Este flerte com a desgraça pode simplesmente resultar num espelho para brasileiros, que seria instituir a ignorância como norma neste país…
    Por outro lado no exterior a situação não está nada boa, então sugiro uma parceria! Esta é imensamente benéfica para ambos os lados. Sei que o padrão de qualidade de uma empresa como a Create Space tem vantagens e desvantagens tanto aos autores como às duas empresas, mas no resultado final tanto a facilidade deles venderem livros aos brasileiros mais baratos, como brasileiros utilizarem a estrutura deles para vender no exterior multiplica enormemente as capacidades de ambas editoras (CreateSpace e Clube de Autores-Agbooks). Caso existam problemas técnicos que impeçam SEI que o esforço dos profissionais brasileiros quebrarão este espaço entre as partes para facilitarem para ambos os lados, como resultado disso inclusive então aumentaria a quantidade de obras estrangeiras traduzidas ao português, para ampliar o acesso às informações de brasileiros, método que já é praticado nos e-books, com grande crescimento nas suas vendas resultado disso.

    1. Oi Marcello! Muito lúcido o seu raciocínio – embora, acredite, já tenhamos falado com muitas dessas empresas e a abertura seja menor do que parece. Mas menor do que parece, claro, não é inexistente. Estamos já negociando com algumas e esperamos ter novidades em breve por aqui!

  2. O que resta é que os verdadeiros guerreiros precisam batalhar mais uma vez por uma vida melhor. Não podemos deixar nossas esperanças e sonhos morrerem.
    Precisamos mudar aquilo que está ao nosso redor: crianças, adultos, jovens e idosos. Nossas “pequenas” atitudes talvez não transformem o mundo, mas provavelmente transformarão aqueles que estão próximos de nós. Ainda que seja só um.
    Por um país melhor “Guerreiros se levantem!”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *