5 comentários em “Dedicatórias também fazem belas histórias

  1. Muito bom! gostaria de aproveitar a deixa para sugerir um post com ideias de dedicatórias. Confesso que sofri um pouco na minha tarde de autógrafos. Desde já, muito grata.

  2. Esta é a dedicatória mais viva, tão viva como o próprio M de Barros, que já li na minha vida.
    Se a poesia de Manuel de Barros é tão sensível, quero conhecer o livro que não aceita caneta esferográfica, só aceita alma, coração; e quero conhecer também Manuel de Barros. Eu ia dizer que esta dedicatória daria um filme. Já deu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *