Da estrada para a estante

O autor Jean de Andrade tem se tornado figura constante na mídia – em parte pela incrível história de vida que ele publica nas páginas de suas obras aqui no Clube, contando a vida de caminhoneiro pelas estradas do país.

Como todo reconhecimento é importantíssimo para reforçar a imagem do escritor e fortalecer a sua “marca pessoal”, sempre que ficamos sabendo de alguma matéria de autores do Clube, buscamos divulgar por pelo menos um dos nossos canais – seja aqui no blog ou no Facebook ou Twitter. E esse caso, claro, não é diferente – mesmo porque a matéria saiu no portal Terra.

Fica sendo essa, então, a nossa recomendação de leitura para essa sexta-feira: um pouco da história de Jean que, a cada dia, vem conquistando mais o seu espaço e consolidando a sua carreira de escritor.

Para visualizar, clique aqui, na imagem abaixo ou vá diretamente ao link http://transporteelogistica.terra.com.br/ocaminhoneiro/integra/155/jean-andrade,-da-estrada-para-a-estante

Leia Mais

Nosso concurso de mini-histórias no Facebook

No dia 20 de agosto, decidimos usar o Facebook para fazer uma “experiência”: brincar com a criatividade dos autores em uma corrida para ver quem conseguia criar uma história inusitada e interessante, em poucas frases, tendo como base apenas uma frase.

A premiação era simples e quase simbólica: um cupom de R$ 50 para usar no próprio Clube, e a decisão da melhor história ficaria por conta dos próprios usuários e na quantidade de “curtir” que cada uma recebia.

Quando publicamos o concurso, não tínhamos absolutamente nenhuma expectativa. Mas ficamos surpresos: em 24 horas, foram cerca de 60 histórias postadas e muita, MUITA gente curtindo.

Uma coisa ficou clara: criatividade realmente sobra entre os autores do Clube! Veja, ahaixo, a imagem que cadastramos e algumas das histórias – e já se prepare para outros concursos semelhantes que CERTAMENTE virão:

Leandro Felix (vencedor): Não satisfeito em torturá-lo, o assassino queria sentir o prazer de vê-lo sofrer e ouvir seus gritos e sua agonia transparecer. Mas com toda coragem do mundo, o pequeno garoto o observava e não deixava que suas lágrimas caíssem, deixando o agressor ainda mais espantado que ele.

Thiago Spindola: Aquela bala entrou direto em seu coração. Mesmo incerta, foi certeira. Não havia mais nada que ninguém pudesse fazer, a morte só era questão de minutos, segundos. Naquele olhar indefinido se via a ausência de sentido e a falta da dor que já atingira e fora. Ela via também os flashes, como em um filme de sua vida numa grande tela. A mistura de tudo a fazia vê-la de forma secundaria como sua vida sempre foi.

Marilda Assis: E agora? Aquilo não era um beijo! Eu tinha sete anos quando a vi pela primeira vez. Seus cabelos eram brilhantes e sua face corada; apertei os seus bracinhos e seus lábios estalaram: Eu me senti beijada e, por muitos anos, fiquei como quem sonha! Anos e anos depois, disse eu numa loja: quero aquela boneca que joga beijos! A vendedora trouxe uma pra mim. Estranhando seu rostinho pálido e seus cabelos esmaecidos, perguntei: É a mesma de antigamente? A mesmíssima! Numa busca desesperada apertei os seus bracinhos e ela assoprou: aquilo não era um beijo! Em choque, com meus olhos estatelados, entendi que as crianças enxergam as coisas com singeleza de alma, mas eu, já havia crescido.

Leia Mais

Caravaggio no MASP: Você tem um mês para beber inspiração em forma de arte

Já fizemos inúmeras enquetes em nossa página do Facebook perguntando aos autores o que mais os inspira. As respostas que mais ouvimos? Tudo.

Desde livros incríveis a paisagens memoráveis, cenas do cotidiano e quadros dos grandes mestres.

Para quem mora (ou pretende visitar) São Paulo até o final de setembro, há então uma oportunidade única: visitar a exposição que o MASP está fazendo sobre Caravaggio, um dos maiores gênios da pintura.

São 20 obras dele e de seus discípulos, incluindo a Medusa Murtola e o Retrato do Cardeal, que certamente farão com que o sangue pulse de forma mais criativa nas veias de todos.

A exposição vai até o dia 30 de setembro e indicamos que TODOS os que conseguirem dêem um jeito de visitá-la. Há oportunidades, afinal, que realmente são únicas.

Para mais informações, acesse o site do MASP clicando aqui, na imagem abaixo ou diretamente no link http://masp.art.br/masp2010/exposicoes_integra.php?id=121&periodo_menu=

Leia Mais

Que tal mergulhar na história da literatura brasileira?

OK, hoje é sexta – véspera de final de semana, dias em que normalmente a mente pode voar livre para pensar e criar.

Mas se tem uma coisa que acreditamos fortemente aqui no Clube, é que um dos melhores instrumentos para se conseguir escrever de forma consistente é justamente aumentando o referencial. Navegando pela Web, nos deparamos com um vídeo do programa Espaço Aberto Literatura, em que o foco é um livro contando toda a história da literatura brasileira.

O livro – com mais de mil páginas – dificilmente será lido em um único dia, mas vale muito a pena conferir a entrevista e correr para uma livraria logo em seguida! Veja abaixo:

 

 

Leia Mais

Hileia, de Claudio Fortunato, é destaque na rede

Sempre que um livro é resenhado por sites especializados, ganham todos: o autor, que passa a ter mais espaço, e o leitor, que pode se aprofundar na obra antes de decidir por comprá-la.

Dada a quantidade de obras daqui do Clube, tem sido quase que cotidiano nos depararmos com resenhas em sites os mais diversos – mas uma acabou nos chamando a atenção.

No site Paraíso da Leitura, o livro Hileia, de Cláudio Fortunato, foi resenhado de forma bastante aprofundada, com direito até a notas dadas por diferentes quesitos. Além disso, há também uma entrevista com o autor (o que SEMPRE enriquece a experiência de leitura) e um sorteio de um exemplar. Ou seja: um pacote completo digno da qualidade da obra.

Essa é a nossa recomendação de hoje: ler a resenha, a entrevista e participar do sorteio!

Para acessar a crítica, clique aqui, na imagem abaixo ou diretamente no link http://www.paraisodaleitura.com/2012/07/resenha-hileia.html

Leia Mais