Novidade #1: Processo de pagamento novo

Uma das maiores reclamações que os usuários tinham era justamente de precisar sair do ambiente do Clube para concretizar os pagamentos na interface do PagamentoDigital. Havia, claro, motivos técnicos para isso – incluindo todo um fluxo de controle anti-fraude e restrições técnicas impostas pelos meios de pagamento.

Depois de muita negociação e desenvolvimento, conseguimos quebrar esse paradigma e mudar o fluxo de pagamento mantendo todos os benefícios que incluem segurança, praticidade e assim por diante. Não que isso tenha sido fácil: mudar qualquer coisa relacionada a meios de pagamento – que incluem integrações com bancos, operadoras de cartão, cenenas de regrinhas de negócio peculiares e tudo mais é sempre algo complexo. Mas está feito e, agora, em pleno funcionamento.

Agora, nada mais de ir para a interface do PagamentoDigital para concluir qualquer transação: tudo poderá ser feito aqui mesmo no Clube.

O processo de compra foi dividido em etapas, como pode ser visto na imagem abaixo, facilitando a vida de todos.

E essa é só a primeira das novidades que temos programadas ;-) Quer mais? Voltem aqui na quarta às 9 e você verão!

15 comentários em “Novidade #1: Processo de pagamento novo

  1. Fui publicar um livro de minicontos no Clube dos Autores. E, com apenas vinte páginas, estabeleceram R$30,00 o exemplar. Quem compraria? Só algum louco… R$30,00 é pra livro de duzentas páginas.

    1. Oi João! Infelizmente, como os livros são impressos sob demanda e sem a exigência do autor comprar uma tiragem mínima (como normalmente ocorre no mercado), realmente livros muito pequenos custam mais. No entanto, você verá que livros com mais páginas não sobem de preço proporcionalmente não e acabam ficando bem viáveis (mesmo porque, se não fossem, o Clube em si não existiria por sobreviver unicamente das vendas) ;-)

  2. Parabéns ao Clube de Autores por inovar seu atendimento, pois o comprador que faz negocios pela internet quer segurança e praticidade. O Clube vem focando seu trabalho nisto e a formalização do pedido e a forma de pagamento está estruturada para atender esta exigência do consumidor.

  3. Embora eu pense que os livros impressos poderiam ser mesmo mais baratos — afinal, no Brasil TUDO poderia ser mais barato se o governo não metesse altos impostos em todo e qualquer serviço e produto — não são esses preços que me incomodam. Como já conversei com vocês pelo Twitter, acho que os ebooks é que poderiam ser mais baratos. Ora, quando a Amazon, o Nook e até o Google ebooks estiverem vendendo aqui, quanto vocês imaginam que irão cobrar? R$8 ou R$9 é muito caro para um ebook. Sem falar que, ao menos no meu caso, subo os ebooks para o site já prontos, isto é, revisados, editados, formatados em EPUB, etc. Meu site está hospedado na Dreamhost, sei que o que realmente pesa é o uso de CPU do servidor, e não o espaço para armazenamento em HD e a transferência de dados (no caso do download). Imagino que um livro a R$3,00 já daria lucro tanto para o autor quanto para o Clube. Conforme comentei também no Twitter, muita gente, ao ver um produto mais barato, compra por impulso (eu faço isso), para ver por si mesmo se o livro vale a pena, em vez de ler alguma crítica ou resenha antes. Quando o valor do ebook é tão próximo ao valor do livro impresso, qual a vantagem de comprá-lo? Aliás, após ler o ebook, não seria estranho que só então a pessoa comprasse o livro impresso. Tenho centenas de ebooks no meu ereader, mas, quando o livro vale mesmo a pena, também o coloco na estante. Abraços!

  4. Tudo maravilhoso no Clube e cada vez melhor, mas ainda existe um grande problema para que possamos realmente fazer frente e realmente colocar nossos livros no mercado: PREÇO. Ainda é muito alto publicar no Clube e torna nossos livros ainda inacessíveis a muita gente.

    1. Oi Adalberto! Ainda devemos fazer uma nova leva de negociações que reduzirá preços – mas há um limite de até que ponto se consegue baixar custos de impressão um a um. De toda forma, me permita um comentário fruto de 3 anos observando os movimentos de livros e autores aqui no Clube: é normal ver escritores partindo do princípio de que se seus livros fossem mais baratos, eles venderiam muito mais.

      Na prática, no entanto, não é isso que observamos – principalmente porque, hoje, os nossos preços estão já abaixo das médias de grandes livrarias. O que vemos aqui é que, na grande maior parte dos casos, inclusive, os livros que mais vendem são justamente os que tem direitos estipulados mais altos (sendo, portanto, mais caros). Não digo que aumentar preço gera venda, mas sim que baixá-los mais não deve gerar nenhuma explosão comercial como se imagina. O que gera esse “boom” (novamente, pelo que vemos no dia-a-dia), é o tipo de tratamento que o autor dá à obra (incluindo capa, sinopse, esforço de divulgação e mesmo tema).

  5. Grandes novidades, só ta faltando agora mais ferramentas pra que a gente divulgue as obras dentro do site mesmo… Mas creio que isso breve terá alguma ferramenta a respeito! Abraços!

  6. Corrigindo meu nome, concluo: Estou muito feliz por ter escolhido o Clube de Autores para editar meu primeiro (de muitos outros) livros.
    Obrigada!
    Ivany

  7. Ah que maravilha de novidade! Achei excelente, agora é só testar e esperar a próxima novidade, sei que vocês estão sempre inovando e melhorando!
    Parabéns Equipe!
    Beijo, beijo em todos!
    She

    1. Essa foi uma das implementações q mais deu trabalho, Marcelo – mas está já a pleno vapor ;-) E, pelo volume de vendas, está também dando excelentes resultados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *