Luiz Roberto Guedes bate papo com autores do Clube amanhã!

Acontece nesta quinta-feira (30), a partir das 19h, a entrevista com o grande escritor Luiz Roberto Guedes, na série Palavra Inquieta, encontro organizado pelo Clube de Autores.

Guedes possui dezenas de livros lançados e se destaca tanto na poesia, como na tradução e em livros infanto-juvenis. Iniciou sua carreira na década de 70 com o livro “É a guerra, meu general” publicado pela editora Brasiliense. Neste mesmo período, com o pseudônimo Paulo Flexa atuou como compositor de MPB.

Traduziu obras dos poetas Phillip Larkin e José Kozer. No ano de 2000 lançou o livro Calendário lunático – Erotografia de Ana K, editora Ciência do Acidente, em português e italiano. Outras obras que podemos destacar do autor são: Alguém para amar no fim de semana, O mamaluco voador, Planeta Bicho e Perdidos no trem fantasma.

Jornalista por formação, Guedes tem publicado poemas em diversos jornais e revistas literárias pelo Brasil. O autor foi um dos convidados para a Fliv – Festival Literário de Votuporanga, evento patrocinado pelo Clube de Autores que aconteceu no mês de abril, para compartilhar suas experiências.

A transmissão do encontro será gratuita e virtual. Basta acessar a página do Clube de Autores no Facebook e clicar no item “Palavra Inquieta”, ou se preferir, ir direto pelo link: http://on.fb.me/gh5QD7 para participar do bate-papo.

Dúvidas, perguntas e questionamentos poderão ser feitos, ao vivo, durante a transmissão pelo Twitter: @clubedeautores. Para mais informações ou sugestões, basta enviar um e-mail para atendimento@clubedeautores.com.br.

Leia Mais

Divulgação do resultado final do II Prêmio Clube de Autores

Depois de muito debate interno, chegou-se aos resultados do II Prêmio Clube de Autores de Literatura Contemporânea que, nesta edição, teve a sua segunda etapa definida não por voto popular, mas sim por um juri selecionado pelo próprio Clube.

Antes de mais nada, gostaríamos novamente de congratular todos os 622 competidores: como já dissemos e repetimos, participar de eventos assim é sempre um passo importantíssimo na carreira de todo escritor.

Vamos, então, aos resultados – com os nossos mais sinceros parabéns aos 10 primeiros colocados e, em especial, à vencedor, Drica Bitarello (com o título “Fogo Vermelho“)!

Para fazer o download da planilha de resultados completa, com todos os títulos inscritos que pontuaram, clique aqui.

Leia Mais

Onde ficar em Paraty #clubenaflip

Como toda cidade pequena, época de grandes eventos gera uma demanda por hotéis e pousadas que costuma ser muito superior à oferta. Resultado: muita gente amargando vontade de estar presente mas sem ter onde ficar.

A Flip, em Paraty, não é diferente. Quem quiser garantir a sua vaga deve já buscar hotéis e pousadas, fazendo a sua reserva antes que seja tarde.

A própria cidade tem muitas opções de locais – algumas das quais podem ser conferidas no site ObaOba (http://www.obaoba.com.br/brasil/magazine/flip-2011-onde-ficar). Nossa recomendação é que você veja, entre em contato e já organize a sua ida.

Como Paraty está no meio da paradisíaca Rio-Santos, você pode ficar também em pousadas localizadas em pequenas praias que pontilham a paisagem – como Picinguaba, por exemplo. Para esses casos, o ideal é você entrar em contato com alguma agência de turismo.

Seja como for, o importante é que você não deixe para ver isso na última hora!

E, estando lá, vá diretamente para a nossa Casa e aproveite a nossa programação! O endereço do Clube de Autores é: Rua da Lapa, 375.

Leia Mais

Sai a programação da Casa do Clube de Autores na Flip #clubenaflip

Você já está de malas prontas para Paraty? Se não estiver, acelere-se: esse ano a FLIP, festival de literatura mais charmoso do país, promete servir de muita inspiração para escritores de todos os gêneros!

Mais uma vez, nós mudaremos a sede do Clube para lá para Paraty, em uma casa localizada bem na entrada do centro histórico e no caminho para todos os principais eventos. E será de lá que organizaremos uma série de bate-papos para autores do Clube – todos com entrada franca, claro.

Na pauta, estarão dicas para novos autores, comunidades literárias focadas em críticas para independentes, análises do mercado de livros digital e as suas possibilidades para novos autores, técnicas de divulgação e muito, muito mais!

Para conferir a programação completa, clique aqui ou na imagem abaixo, fazendo o download dela.

Leia Mais

Verdes Trigos: há 12 anos escrevendo sobre literatura

Uma das maiores vantagens que escritores encontram na Web é o mar praticamente sem fim de fontes de inspiração.

Afinal, uma rede que conecta tantas centenas de milhões de pessoas por todo mundo e que permite a documentação de praticamente toda a literatura certamente impulsiona escritores na viagem por entre as mentes dos tantos que fizeram as raízes da nossa própria cultura.

Um dos sites literários mais antigos do Brasil é o Verdes Trigos, criado em 1998 (praticamente 3 milênios cibernéticos atrás) por Henrique Chagas. O espaço é livre, gratuito e contém uma imensa quantidade de contos, crônicas e ensaios de diversos escritores.

Nada melhor do que uma indicação como essa para abrir a segunda-feira! Quer acessar? Então clique aqui, na imagem abaixo ou vá diretamente ao link http://www.verdestrigos.org/sitenovo/site/cronica_lista.asp

Leia Mais