EBooks no Clube: está nascendo o maior acervo de livros digitais do país!

Algo já demandado por muitos dos nossos escritores, lançamos, na noite da terça, a possibilidade de se publicar EBooks aqui no Clube de Autores!

O procedimento é muito simples:

– Para escritores que já tenham obras publicadas, basta ir a Meu Espaço > Livros Publicados e clicar na opção de publicar também como EBook. Você poderá utilizar o próprio arquivo em PDF do seu livro ou subir um outro, em formato PDF ou EPub.

– Para escritores que não tenham obras publicadas aqui no Clube, os EBooks já se integraram ao nosso processo normal. Ou seja: ao clicar na opção de publicar um livro, você já irá para telas que permitirão que publique como impresso, EBook ou ambos na mesma tacada.

Na outra ponta, a página de todos os livros que estiverem sendo vendidos nos dois formatos já apresentarão ambos os preços e a opção do leitor escolher o que deseja adquirir.

Há um ponto muito importante a se frisar: nenhum livro publicado será automaticamente vendido como EBook. Em respeito à soberana vontade do autor, é necessário que ele demarque a opção de vender em formato eletrônico seguindo os procedimentos acima, caso deseje. E essa é, claro, a nossa recomendação.

A todos, desejamos boas vendas!

25 comentários em “EBooks no Clube: está nascendo o maior acervo de livros digitais do país!

  1. E melhor se precaver,a pirataria ta ai,o livro impresso o povo nao interressa muito piratear,porque os custos sao altos,mas arquivo digital pra quem entende e facil muito ,facil.

  2. Também acho de suma importância que se fortaleça cada vez mais o Clube dos Autores. Lancei o meu primeiro livro sobre futebol com 96 páginas –
    Futebol poesias dentro das quatro linhas – São peosias de alguns dos maiores jogadores de todos os tempos envolvo também alguns times do futebol brasileiro e faço uma homenagem ao Osmar Santos e Cia. Gostaria de comercializar esse livro também como livro digital. O que devo fazer e como devo me proceder?

    1. Oi Silas! É só ir em Meu Espaço, clicar em livros publicados, selecionar a opção de publicar como ebook e ir até o final ;-)

  3. Não sou escritor profissiional,mas tenho um trabalho que gostaria de publicar,o que necessito?,preiso registrar?.
    Obrigado.
    Onorio

    1. Luiz, é só acessar o nosso site (www.clubedeautores.com.br), clicar em Publique seu Livro e seguir as instruções.

      Sugiro que dê uma olhada também no item Como Funciona, lá no site. Tem uma explicação bem completa de todo o nosso modelo.

  4. Concordo com o Matheus Fontenele, a libaração por ebook vai facilitar a proliferação indevida, especialmente no meu caso que é de livro didático. Como resolver isso?

  5. Sensacional. O Clube está sempre à frente. Pirataria é fogo, mas existe para livros impressos também. Hoje existem copiadoras de alta tecnologia e velocidade. Escreva com qualidade e venda. A criatividade não é refém da pirataria. Vai demorar para o e-book substituir o livro impresso (se é que vai substituir). Sempre me faço essa pergunta,se o livro digital e a pirataria não desestimularão a profissão. Teremos que ressurgir das cinzas. É algo complexo.

  6. Oi Mauro! Conhecemos o seu livro – você tem alguns fãs aqui no Clube ;-)

    O nível de segurança de EPub é o mesmo que do PDF – só que, como é necessário ter e-Readers (seja para computador ou para devices como IPad ou outros), a pirataria em si costuma ser bem menos comum.

    O valor de direitos autorais pode ser mantido no mesmo patamar sim. Quem define é você.

  7. Oi Matheus. Temos toda a segurança aqui no Clube e, uma vez comprados os livros, apenas os compradores tem acesso ao download. Mas, sim, de fato, a existência de uma cópia distribuída eletronicamente facilita o processo de pirataria – o que é inegável em todos os mercados (como o fonográfico, via MP3).

    Isso é uma das características principalmente do mercado brasileiro. Todavia, pelo que temos percebido nesses últimos dias, a existência de ebooks (por terem preços menores, principalmente) amplia a distribuição, coloca o livro no boca-a-boca e aumenta a venda de impressos.

    Mas há uma maneira de se dificultar a pirataria: ao invés de utilizar o arquivo em versão PDF, você pode montar um EPub, formato mais : oficial" para ebook. A cópia não fica impedida, mas mais complicada. Você também tem a opção de inserir um sistema de DRM (Digital Rights Management) no EPub, vinculando a abertura do arquivo a uma senha. Todavia, depois de muitas pesquisas, concluímos que isso gera mais problemas do que benefícios para o autor.

    A produção para EPub é mais complicada e costuma exigir o trabalho de um técnico. Devemos fazer parceria com fornecedores do serviço aqui no Clube e oferecer para os autores em breve.

  8. OK. Grande sacada. Mas minha dúvida é quanto a formato: Liberei o livro para venda em ebook. Me perguntaram se era possível ler no IPAD. Não soube responder. Alguem poderia explicar melhor isso? Grato

  9. Essa iniciativa estava fazendo falta. Além de Psicopedagogo, sou também Desenhista Industrial e tenho um projeto que pode ser viabilizado atravéz de EBooks, e de nenhuma outra forma mais. Salvou a pátria, minha e de profissionais de apoio da Educação. Muito bom. Valeeeeu!

  10. Pode-se usar cores sem problemas em ebooks – mas o limite de tamanho permanece o mesmo. Como os ebooks são lidos em telas, por outro lado, não há problema em se diminuir a resolução das imagens sem prejudicar a leitura.

  11. A mudança vai alterar o tamanho dos arquivos que podem ser enviados (para mais ou para menos)? Pode-se fazer um e-book com ilustrações internas coloridas?

  12. Gostei muito da iniciativa!
    Ainda estou pensando sobre colocar meu livro para venda em e-book; até porque, vejo que livros do estilo do meu (fantasia, vampiros, YA) são muito pirateados. Mas isso será só uma questão de tempo para eu me decidir. Vou ver como esse mercado cresce. O bom é saber que eu tenho essa escolha, graças à vocês.
    Obrigada :)

  13. Solange, a grande maioria dos autores daqui do Clube tem, sim, ISBN. Ainda assim, isso não significa que quem não tenha não consiga se defender – a legislação brasileira não é assim tão "preto no branco", por assim dizer. E, claro, quem buscar o registro consegue hoje de uma forma bem simples e prática…

  14. Oi Élio! Como a sua pergunta foi semelhante à do Matheus, copiamos a mesma resposta abaixo, ok? Segue:

    Temos toda a segurança aqui no Clube e, uma vez comprados os livros, apenas os compradores tem acesso ao download. Mas, sim, de fato, a existência de uma cópia distribuída eletronicamente facilita o processo de pirataria – o que é inegável em todos os mercados (como o fonográfico, via MP3).

    Isso é uma das características principalmente do mercado brasileiro. Todavia, pelo que temos percebido nesses últimos dias, a existência de ebooks (por terem preços menores, principalmente) amplia a distribuição, coloca o livro no boca-a-boca e aumenta a venda de impressos.

    Mas há uma maneira de se dificultar a pirataria: ao invés de utilizar o arquivo em versão PDF, você pode montar um EPub, formato mais "oficial" para ebook. A cópia não fica impedida, mas mais complicada. Você também tem a opção de inserir um sistema de DRM (Digital Rights Management) no EPub, vinculando a abertura do arquivo a uma senha. Todavia, depois de muitas pesquisas, concluímos que isso gera mais problemas do que benefícios para o autor.

    A produção para EPub é mais complicada e costuma exigir o trabalho de um técnico. Devemos fazer parceria com fornecedores do serviço aqui no Clube e oferecer para os autores em breve.

  15. O meu livro fala da conquista do primeiro Milhão e sua multiplicação. Pirataria seria o caminho contrário. rs rs rs
    O EPub é mais seguro que o PDF? Como transformar meu texto no EPub?
    Posso manter o mesmo valor dos direitos autorais?

  16. Muito legal a iniciativa (:
    Mas de qualquer forma, a venda de livros em formato ePub e PDF não facilitariam a cópia digital deles? É o único receio que eu tenho :/

  17. Pode sim, de Luca! O Ipad lê tanto EPub quanto PDF, sendo que ambos podem ser "subidos" para o iBooks e lidos por lá.

    Se tiver dúvidas de como fazer, pode nos perguntar por aqui ou pelo atendimento que respondemos, ok? Vamos preparar um post para isso em breve.

  18. Eu acho isso uma ótima ideia mas um ‘perigo’ levando em consideração que a grande maioria dos autores não tem isbn e não poderão se defender caso o seu livro circule por aí.

    Já para quem tem, é uma ótima opção e pode ajudar bastante nas vendas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *