Você conhece o Realtragismo?

Não é sempre que temos a possibilidade de testemunhar o nascimento de um novo movimento artístico e literário, trazendo novos ares à cultura e propondo visões diferentes de mundo.

Um desses novos movimentos é o Realtragismo, movimento capitaneado pelo escritor Hiago Rodrigues Reis de Queirós desde 2006.

Basicamente, o Realtragismo propõe uma nova forma de arte, usando a tragédia como lente para entender o homem na sua mais pura e crua realidade. No Realtragismo, os conceitos de “bem” e “mal” caem por terra, vítimas das suas próprias incongruências e do acaso que os geram.

Em outras palavras, o movimento trata o homem como seu próprio herói e vilão – como protagonista e antagonista máximo de sua própria vida e história. E é justamente por se livrar das roupagens mais tradicionais da literatura que o Realtragismo permite uma análise mais aprofundada e rica da individualidade caótica que, no fundo, nos move a todos.

Segundo o próprio Hiago, “as pessoas são a medida de suas escolhas; toda tragédia é o descaso
das causas da mesma, e o Realtragismo é o Realismo fundamentado no
drama humano do efeito trágico”. (Manifesto Realtragista, 2006).

O manifesto que descreve e embasa o movimento pode ser visto no seu próprio blog: http://realtragismo.blogspot.com/ .

E, para quem quiser entender e se aprofundar no movimento, uma série de livros sobre ele pode ser encontrada aqui mesmo, no Clube de Autores! Para conhecê-los, clique aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *